Connect with us

Hi, what are you looking for?

Drag Queens

Who’s That Queen? Ivy-Elyse Monroe

“Adoro música brasileira, minhas artistas favoritas são Anitta, Pabllo Vittar e Ludmilla”, conta Ivy-Elyse Monroe, da 2° temporada de Drag Race Holland, nesta entrevista exclusiva para a Who’s That Queen?

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 9 min de leitura

Neste artigo você encontra:

Introdução: tudo começa com a 2° edição de Drag Race Holland
Corrida pela coroa
O que ficou de fora de Drag Race Holland?
No princípio não era o verbo, era drag
Nome drag
Eleganza extravaganza asiática
Conclusão: Ryan, faça as honras
Entrevista

Introdução: tudo começa com a 2° edição de Drag Race Holland

Sua pobre e infeliz alma! Uma nova e fabulosa sereia chegou“. Eu nem poderia começar o texto de hoje usando outra frase que não fosse a de entrada dela na 2° temporada de Drag Race Holland, com a estreia chamada de: Who’s That Queen?

7° lugar no geral, Ivy-Elyse Monroe acabou perdendo o lip sync pela vida do episódio 4, Cinderella in Mokum. Na ocasião, mesmo que a música sugira para que você liberte sua mente – Free Your Mind, do En Vogue – The Countess levou a melhor.

Antes disso, Ivy ganhou um mini desafio na 3° semana competitiva, além de dublar 3 vezes consecutivas nos episódios 2, 3 e 4. Mas, a história dela no programa começa de outro jeito, Dragliciosa.

Corrida pela coroa

No look promocional da 2° temporada de Drag Race Holland Ivy surge com uma peça criada por ela mesma, sendo o design inspirado na Balmain 2019. Para a roupa foram usados tecidos rígidos de duas cores. O Studio Hiem fez o esboço e a execução do vestido.

Para a gravação do dia descrito acima, todas as rainhas foram fotografadas e gravadas individualmente, ou seja, elas não puderam se ver.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Ainda no 1° episódio, um diálogo entre Ivy-Elyse Monroe e Juicy Kutoure chama atenção. “Alguns têm estilo, outros têm gosto”, diz Juicy, ao que Ivy prontamente responde: “Você não tem nenhum dos dois“.

Na 2° semana, Ooh, I Got Sunburned, Ivy vai parar no bottom 2 depois de sua roupa, criada para o desafio principal, não agradar os jurados na categoria Glamping Couture.

Não confunda minha humildade com insegurança. Porque querido, eu estava vendendo este vestido de um milhão de dólares como se eu fosse Miss Universo, com aquele grande sorriso de bunda“, comenta.

Um detalhe adicional é que a peruca usada é de… Sim, Miss Abby OMG. Ah, e ela ainda encomenda o Sashay Away de Reggy B após vencê-la na dublagem de Don’t Leave me This Way, de Thelma Houston.

Mais tarde, em Icons Only (Snatch Game), ela personifica Cardi B no episódio 3 e vai parar no bottom 2 pela 2° vez. Em sua performance ela jogou um salto alto nas demais concorrentes.

Na passarela Ivy usa uma fantasia com prótese inspirada em Procurando Nemo, especificamente a cena do fundo do mar, na categoria Monster Ball.

Das profundezas do oceano, a Rainha do Diabo marinho emergiu até a costa para assistir ao Baile do Monstro! Em seu caminho ela parou pelo Titanic para roubar algumas joias deixadas para trás“, explica em publicação on-line.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Irmã drag de Envy Peru e Miss Abby OMG, Ivy é uma das fundadoras da Mermaids Mansion. Depois da já citada Abby, ela é a 2° Rugirl da franquia holandesa a fazer 3 lip syncs enfileirados.

Junto a sua casa premiada de drags, Ivy abriu os shows da etapa holandesa da turnê Werq The World em 2017, mesmo ano em que conheceu Valentina, Shangela e Latrice Royale, uma experiência interessante para o que viria no futuro, afinal…

  • Ivy, como dito por ela, é a boneca asiática que serve rice queen realness?
  • Ou ela entrega Asian Carrie Bradshaw?
  • Talvez The Real Housewives of Atlantis?

Finalmente, Ivy também começou uma irmandade e com suas irmãs inclusive ela participou de uma estreia especial da 2° temporada de Drag Race Holland, no Teatro Tuschinski, que na verdade é um cinema eleito pela Time Out como o mais bonito do mundo.

E ela se aproximou de diversas rainhas, como Vivaldi, que ela conhecia antes do programa (assim como Madame Madness também), e Ma’Ma Queen, da qual, inclusive, já usou roupas feitas sob medida. Falando em vestuário.

>  Who's That Queen? Madame LaQueer
>  Who's That Queen? Chy'enne Valentino

O que ficou de fora de Drag Race Holland?

Para a categoria Double Dutch, do episódio 7, Whodunnit, Ivy usaria uma roupa com reveal. Na passarela Opposites Attract, no 6° episódio, Spill the Coffee, ela serviria um verdadeiro pesadelo em forma de demônio devido aos filmes de terror da série Insidious. Em contraponto, também mostraria sua porção sonho doce, afinal, quando sonha, tudo é perfeito!

Este era um dos meus temas favoritos da passarela, tão chateada que eu não consegui mostrá-lo no palco. Porque estes são fogo. Eu amei o resultado de ambos os meus looks“, disse na rede social de fotos.

Sobre o makeover, no 5° episódio, Dearly Beloved (Family Resemblance), Ivy faria a Princesa de Java. Segundo ela mesma contou no Instagram, quando ouviu o tema mostre suas raízes seu pensamento foi para a Indonésia.

Para a tarefa sua mãe seria montada como uma rainha javanesa e, ela, claro, a princesa. Seria o momento perfeito para retribuir o carinho e apoio daquela que a criou sozinha, sempre estando ao seu lado. O irmão também a apoia.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Eu sou etnicamente indonésio (javanês). Como resultado da colonização holandesa, meus ancestrais mudaram-se para o Suriname e eventualmente imigraram para os Países Baixos em 1975, onde nasci – o que faz de mim um javanês holandês de primeira geração! O que mais amo na minha herança é o forte vínculo familiar que temos e também a comida deliciosa, é claro!”, afirma em publicação de 28 de agosto de 2021 novamente no Instagram.

Então, diante de tudo que foi dito até aqui, você, Dragliciosa, acha que fora o suficiente para conhecê-la de verdade? Antes que você responda eu me adianto com o próximo tópico.

No princípio não era o verbo, era drag

Anos e anos atrás, Ivy começou, de certa forma, a flertar com a arte drag numa atitude caracterizada pela flexão de gênero. No tradicional Sensation White, fundado na Holanda em 2000 e vigente até 2005, ela experimentou colocar uma peruca, e, digamos, se jogou.

O lado dançarina a ajudou, até mesmo porque usar saltos não representava um empecilho, então, em 2012, Ivy foi para uma festa de Dias das Bruxas montada como Jennifer Lopez zumbi a bordo do célebre vestido da Versace, sua 1° vez como drag. Oficialmente.

Nome drag

Boneca asiática, essa rainha ganhou seu nome infelizmente devido a uma tragédia. Sua mãe estava na 2° gravidez, escorregou na rua congelada e sofreu um aborto espontâneo.

A menina se chamaria Ivy. O Elyse é porque ela o considera lindo e precisava de algo para chamar de seu. Monroe, apesar do que diz em certas páginas da internet, não é por conta de Marilyn.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Para fazer um círculo completo, meu irmão também chamou sua filha de Ivy e posso lhe dizer que ela é uma pequena diva, obviamente!“, pontua no Instagram.

Eleganza extravaganza asiática

Mãe drag de Mercedes Bluey Monroe e irmã de Tim Chloé, Ivy, é justo e necessário destacar, faz parte do pequeno grupo de rainhas asiáticas que atua na Holanda. Pessoal multicultural, ela se inspira também em Beyoncé e mantém a humildade no comando do seu trabalho.

Naturalmente, seu jeito de ser e de fazer as coisas provocou mudanças, como Licka Lolly, uma drag que foi inspirada por Ivy para começar a se montar. Segundo declaração à imprensa:

Já trabalhei com ela algumas vezes e ela é realmente uma performer! Licka tem o potencial para se tornar grande“, afirma.

Conclusão: Ryan, faça as honras

E o que mais RyanTino Troenokarso pode nos contar que fará o público entendê-lo melhor?

Que ele nasceu em 10 de fevereiro de 1986, tem 36 anos e vive na capital da Holanda, Amsterdã, você já sabe ou está sabendo agora.

Mas volto a repetir. E o que mais além de que a senhora Ivy-Elyse Monroe, uma criação sua, colocou Ho em Soho?

Advertisement. Scroll to continue reading.

O que mais?

Confira logo abaixo, na nossa entrevista exclusiva para a edição de hoje da Who’s That Queen?

>  Who's That Queen? The Macarena
>  DRUK S1 | Blu Hydrangea quer dar visibilidade para a causa LGBT na Irlanda do Norte

Gosto de pensar na sua relação com o meu país: você tem fãs aqui, já viajou para São Paulo e Rio de Janeiro, participou do Carnaval e é irmã drag da Miss Abby OMG. Quando você esteve aqui pela primeira vez, quais foram suas primeiras impressões?
A primeira vez que fui ao Rio de Janeiro foi em 2017 e imediatamente me apaixonei pela cidade. Claro que fiz muitas coisas turísticas, mas adorei, porém, a água da praia estava um pouco fria. E depois disso eu estive no Brasil várias vezes, na verdade. Estive em São Paulo novamente no dia 26 de novembro [de 2021]. Eu gosto do Brasil por causa do povo, da comida e, claro, da música. Adoro música brasileira, minhas artistas favoritas são Anitta, Pabllo Vittar e Ludmilla. Há muito mais que eu amo, mas estas artistas eu escuto mais.

O que mais chamou sua atenção?
O que mais chamou a minha atenção, claro, os homens bonitos!

Você tentou participar da primeira temporada de Drag Race Holland? O que achou da participação de Abby e Envy Peru nela?

Sim, me pediram para fazer uma audição para a primeira temporada, embora eles já tivessem escolhido a maioria dos membros. Eu não fiz o corte, mas para ser honesta, eu não estava pronta naquela época. Por isso me preparei para a nova segunda temporada. Claro que eu estava feliz pela Abby e Envy, eu estava e ainda estou tão orgulhosa delas.

Elas te ajudaram com alguma coisa para a segunda temporada?
Quando fui escolhida para a segunda temporada não contei a minhas irmãs, queria surpreendê-las. Por isso, mantive segredo. Então, elas realmente não me ajudaram porque não sabiam. Mas elas me ajudaram ao longo dos anos, então isso é o que importa.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Entre sua dublagem pela vida com Reggy B e Love Masisi, qual é a sua favorita e por quê?
Meu lip sync favorito foi com Love Masisi, eu realmente senti a canção e a performance. Eu dei tudo de mim. Durante aquela apresentação senti que minha prótese facial estava se soltando, então, a certa altura decidi apenas arrancá-la. Isto não foi planejado e eu só o fiz no calor do momento. Olhando para trás agora, eu amo o efeito dramático que deu à apresentação.

Concordamos que você ganhou o lip sync contra The Countess no quarto episódio? Você acha o resultado injusto?
Deixo você decidir se ganhei o lip sync ou não. Mais uma vez eu dei tudo de mim nesta performance, isso é tudo que eu poderia fazer. Na minha opinião, eu ainda acho que eu fiz uma performance sólida, então, quando os juízes disseram que era um lip sync ruim, fiquei chocada, porque da minha parte eu dei a todos vocês um bom lip sync.

Foi filmado apenas uma vez?
Todos os lip syncs são filmados uma vez. Para ser justa, essa parte do show é chamada de “Lip sync for your life” e não “Melhor histórico pela sua vida”. Isso é tudo que eu vou dizer sobre isso.

Vivaldi ter trapaceado na competição dificultou a recepção da segunda temporada aqui no Brasil. Boa parte da base de fãs achou injusto que ela não fosse eliminada, por exemplo. Qual é a sua opinião sobre isso?
Não foi uma jogada inteligente ter um telefone no seu quarto e eles não estabelecerem regras para nada. E com regras vem as consequências. Eu estava feliz e triste ao mesmo tempo. Feliz por ela poder ficar, porque Vivaldi é uma rainha feroz. Mas também triste porque é injusto para nós, as outras rainhas que seguiram as regras.

Eu gostaria que voltássemos no tempo para o dia da filmagem deste vídeo. Como tudo isso aconteceu? Alguma história nos bastidores?

Este foi um projeto maravilhoso que fizemos com nosso amigo Sergio (@sissyspicee no Instagram). Foi um projeto no qual trabalhamos durante 6 meses. Queríamos fazer algo com uma mensagem para nossa comunidade e mostrar o quanto somos fortes como LGBTQIAP+! Mas também para lembrar às pessoas que o Orgulho foi inicialmente um protesto e não apenas uma celebração. A nova geração tende a esquecer a geração mais velha que abriu o caminho para nós. Portanto, este projeto foi um lembrete para que todos vissem que o ódio contra nós ainda está acontecendo em todo o mundo. Como eu disse antes, nós mesmos fizemos tudo. Então, contatamos todos para trabalhar conosco em uma base sem fins lucrativos, desde designers a fabricantes de perucas, ao Rijksmuseum, à mídia, ao operador de câmera. Foi uma luta para encontrar essas pessoas, mas no final do dia conseguimos e fizemos um belo vídeo com uma mensagem forte.

Se você pudesse formar um grupo pop de meninas com mais quatro drag queens, quem você escolheria e por que motivo?
Seria incrível estar em um grupo com Plastique Tiara, Jiggly Caliente, Manila Luzon e Sum Ting Wong. Este seria um grupo incrível de drag asiático!

>  Who's That Queen? Meannie Minaj
>  Barraco Drag: Nina Bonina Vs. Evah Destruction

Qual será o nome do primeiro single?
Nosso primeiro single seria: “Asian Persuasion” (Persuasão Asiática).

Advertisement. Scroll to continue reading.

O que é mais difícil: enfrentar os juízes de Drag Race Holland ou o ódio na internet?
Definitivamente o ódio na internet. Ficar de pé para os juízes é muito excitante, mas você sabe que está sendo julgada e eles não vão dizer coisas dolorosas para derrubá-la. No entanto, o ódio no internet é diferente, ameaças de morte ou bullying ou apenas comentários maldosos são apenas uma perda de tempo. Não é saudável dizer essas coisas. No final das contas Drag Race é um programa de TV e todas nós nos amamos. Então, enviar ódio não é trazer sua rainha favorita de volta ao programa. E todos sabemos que não devemos dar atenção aos comentários negativos, mas ainda assim você os leu ao lado dos comentários agradáveis e adoráveis de outros fãs. Logo, você ainda os vê. Não entra na minha cabeça, mas posso imaginar que pode entrar na cabeça de outras rainhas.

Drag chegou ao mainstream. Aonde você vai com sua drag?
Espero poder fazer uma turnê ao redor do mundo com drag e mostrar a todos sobre Ivy-Elyse. E talvez no futuro eu vá ao Brasil também com minha irmã Abby OMG. E eu gostaria de ver mais rainhas começando porque o mundo será então preenchido com todas essas belas rainhas.

Obrigado por sua participação em minha coluna, Ivy. Para dizer adeus: nascemos todos nus e o resto é…
Confiança! Tenha confiança em quem você é e tenha orgulho de si mesmo. Não deixe ninguém derrubar você, brilhe sua própria luz para o mundo!

Siga Ivy-Elyse Monroe no Instagram, Facebook e Twitter.

Para ler outras entrevistas exclusivas da Who’s That Queen clique aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Click to comment

Deixe uma resposta

Veja Também

Drag Queens

“É a 1° vez que interajo e me apresento a um público não italiano, estou realmente muito animada”, conta Farida Kant, de Drag Race...

Canada's Drag Race

“Todos os artistas drag querem fama e atenção. Mas para compartilhar sua arte para o mundo”, afirma Stephanie Prince, da 2° temporada de Canada’s...

Drag Queens

“Toda a gravação do Drag Race foi extenuante, muita pressão, muitas horas”, afirma Killer Queen, da 1° temporada de Drag Race España, nesta edição...

Drag Race Holland

Drag Race Holland deixou um gosto amargo na boca do fandom brasileiro, e agora você saberá quais são os 10 motivos que contribuíram para...

Advertisement

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2022 © Todos os direitos reservados.