Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drag Queens

Who’s that queen? Scaredy Kat

Por onde anda Scaredy Kat? Um ano após sua passagem em Drag Race UK, a rainha vegana que gosta de novelos de lã e banhos de sol, em uma entrevista exclusiva para a Draglicious, fala sobre sua vida e arte. Confira a seguir!

Compartilhe!
🕓 5 min de leitura

O nome dela é Scaredy Kat e ela tem uma coisa para dizer: “Miau”

Já se passou quase um ano desde a estreia de RuPaul’s Drag Race UK, programa responsável por levar ao estrelato o nome de 10 drag queens. Scaredy Kat entre elas. Inglesa nascida em Wiltshire e caçula do elenco, naquela época, Scaredy, apesar da personagem bem definida, ainda era o que se convém chamar de Bedroom Queen, uma rainha que se monta apenas no próprio quarto.

A pouca experiência também lhe impediu de durar mais do que os dois primeiros episódios, no entanto, foi o suficiente para mandar Gothy Kendoll pra casa, vencer o primeiro mini-desafio da temporada, ser capitã de time e emplacar um bordão memorável na saída.

No comando dos holofotes, Scaredy chamou atenção para a visibilidade bissexual, ao apresentar sua namorada, Pussy Kat, que também faz drag. Junto a isso, lançou três singles com videoclipes, além de excursionar pelo mundo e amadurecer junto ao público.

“Assustada o caminho todo. 19 agora, o que vai acontecer quando eu tiver 35 anos?”, pergunta Scaredy em sua mensagem no espelho após ser eliminada.

Esse momento ainda não chegou. Enquanto isso, ela concedeu entrevista exclusiva para a Draglicious, onde fala dos conselhos que se daria, veganismo, bissexualidade, música, política, projetos e quem ela escolheria para formar um girl group pop. Confira:

DragCon UK 2020, Dia 1: Scaredy Kat e sua namorada Pussy Kat

>  AS4 | Billboard entrevista: Monique Heart
>  S11 | Billboard entrevista: Shuga Cain

9 meses se passaram desde que sua temporada foi ao ar. Hoje você tem 21 anos, mas na época tinha 19. O que a Scaredy de hoje diria para a Scaredy que estava prestes a se juntar ao elenco da 1° temporada de RuPaul’s Drag Race UK?

Eu diria ao meu eu mais novo para manter-se calmo, e comer mais. Eu mal comia durante as filmagens e estava incrivelmente ansioso. Fora isso, talvez eu teria me revelado os desafios para que eu pudesse seguir em frente.

Infelizmente, você não conseguiu participar do episódio em que as drags se reuniram para formar girlbands de música pop. Se você pudesse escolher outras, além de você, para formar um desses grupos, quem seriam e por qual razão?

Eu escolho Divina por sua voz e flexibilidade, Vinegar porque eu espero um dia casar com ele, e Cheryl porque aparentemente ela ama bandas de garotas.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Paul Car fez a produção musical para todos os seus três singles. Como você chegou até ele e como ele influencia seu trabalho?

Paul e eu trabalhamos juntos na produção das músicas. Eu já tinha escrito a letra e a música, e ele fez isso em uma faixa, adicionando mais instrumentos e bits extras. Muitas horas no estúdio.

>  Carmen Carrera expõe Caitlyn Jenner em seu Instagram
>  Divina de Campo apresenta seu sobrinho recém-nascido para o mundo

Em uma rápida pesquisa no Google, é fácil encontrar notícias sobre ataques bifóbicos na Inglaterra, como aconteceu por volta de 2018, onde um estudante foi atacado apenas por ser bissexual. Como é ser bissexual na Inglaterra? Casos assim são comuns?

A invisibilzação bi é certamente um problema no Reino Unido. Eu sinto. As pessoas muitas vezes se recusam a reconhecer que você não é apenas hétero ou apenas gay; eles são muito preto e branco. Muitas pessoas também se apropriaram do rótulo para parecer mais ousado ou legal, o que também não é bom.

Gostaria que você apresentasse para as pessoas o “The Bare & Klane Show”, feito por você e Remi. Vi que o primeiro vídeo foi postado há pouco mais de dois meses.

Bare e Klare é um show que eu e Remi, minha namorada e parceira criativa, estamos trabalhando. Espero que nós consigamos levar para lugares maiores e melhores, para conquistar maior audiência, mas eu não posso dizer muito. É um programa estilo revista, apresentado por dois ursos drogados e seus amigos mágicos, recobrindo seu conhecimento humano enquanto um monte de merda mística e encantada acontece. É ótimo e você definitivamente verá mais disso no futuro.

A gelatina é feita a partir da cartilagem de suínos, bois e também peixes; gansos são alimentados à força até que o fígado esteja gordo e doente para ser servido como uma iguaria em restaurantes caros. De acordo com dados da FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, 67 bilhões de suínos, aves e vacas são expostos anualmente a condições cruéis. O que você acha disso e da crueldade humana que não tem limites?

Advertisement. Scroll to continue reading.

Crueldade e assassinato dos animais por consumo diário de carne é errado. Humanos podem prosperar numa dieta baseada em plantas sem comer carne e laticínios e ajudar nosso planeta em extinção, confie em mim, pesquise. Eu acho que pode ser assustador para as pessoas quando perceberem que a maioria das coisas que contaram são mentiras – leite não te faz bem, carne não vem com benefícios em abundância e os animais são sensíveis. Vacas criam relações umas com as outras e podem aprender com experiências passadas… Os porcos têm a mesma inteligência que uma criança de 03 anos. Se um dia 10 mil alienígenas vierem para a Terra, possuirão uma inteligência maior que a nossa, falando uma língua que nunca poderemos entender, e nos colocarão, humanos, dentro de uma nova era de matadouro, estuprando nossas mulheres por causa do leite e crianças, nos forçando a medicação e comida, mutilando nossos corpos por esporte, isso seria certo? Os alienígenas são superiores, eles não conseguem entender nosso choro por ajuda assim como nós humanos não conseguimos entender a comunicação animal. A educação vegana é uma das coisas mais importantes que o mundo precisa fazer. Não tem outro jeito.

Pussyy Kat com a placa “Eu amo minha vagina vegana”; Scaredy Kat com a placa “vai, vegano”.

>  RuPaul, Drag Race e as mulheres drags
>  Barraco Drag: Coco Vs. Roxxxy, AS2 pt1

Aqui no Brasil, nós LGBTs vivemos um momento terrível com um presidente cruel e fascista. Que mensagem você gostaria de passar aos brasileiros neste período de luto, luta e derramamento de sangue em nossa comunidade?

Isso é absolutamente terrível. Estou enviando todo meu amor e pensamentos para todos no país, fora o presidente, que soa como um idiota. Quanto a ele, lembre-se, ele vai morrer um dia. Mantenha-se forte e pense em um futuro melhor, faça sua parte para tentar fazer mudanças e, importante, fique seguro.

Parafraseando sua frase de saída do programa (it wasn’t a bad first gig/não foi um primeiro trabalho ruim), preciso perguntar: foi uma entrevista ruim?

Foi uma ótima entrevista! Estou tão feliz por fazer parte do seu livro e tão animada que você falou comigo. Desejo-lhe tudo de bom.

Para saber mais de Scaredy Kat visite seu site oficial scaredykat.co.UK; e a siga em suas mídias sociais: Instagram, Twitter e YouTube.

Sou Arthur Vilhena, jornalista paraense radicado em Curitiba que mantém o sotaque porque não é metido a besta! WHO’S THAT QUEEN é uma série de entrevistas semanais com drag queens ao redor do mundo: do Chile ao Estados Unidos, passando por México e Nova Zelândia, onde tem drag performando, tem a gente entrevistando.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Entrevistas

A rainha brasileira Rhubarb Rouge, que vive na Nova Zelândia, nos concedeu entrevista exclusiva em que relembra o começo da carreira, explica sua paixão...

Destaques

“Devemos lutar por nossos irmãos queer e trans”, Maxi Glamour, a drag monstra não binária de Dragula nos concedeu uma entrevista exclusiva, em que...

Drag Queens

LOOK OVER THERE! Jaida Essence Hall, a rainha pageant, fala sobre como foi conquistar a S12 de Drag Race e os corações da América.

Drag Queens

Crystal Methyd fala sobre como foi chegar à final de Drag Race, sobre sua mente criativa, os mullets, como o show ajudou sua arte...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.