Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Babados

“Eu não faço mais drag” revela Aja de Drag Race

“Drag foi uma coisa linda em minha vida que me ajudou a encontrar este lindo lado [feminino] meu”, Aja revela que é uma pessoa não-binária trans-feminina que não faz mais drag num desabafo sincero e emocionante.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 3 min de leitura

Em um comunicado postado em suas redes sociais, Aja, que participou de RuPaul’s Drag Race, revela ser uma pessoa não-binaria que não faz mais drag. Confira a declaração completa a seguir.

“Minha resposta para as pessoas vendo minhas fotos montada que tem se perguntado… Aja não tinha largado a drag? Então, basicamente, a resposta curta é eu não faço mais drag.

A resposta longa é que eu sou uma pessoa não binária trans-feminina que ainda estou em minha própria jornada de gênero ambivalente. Drag foi uma coisa linda em minha vida que me ajudou a encontrar este lindo lado meu. Navegar por gêneros enquanto se é uma grande figura pública conhecida pela sua drag foi muito paralisante para mim e resultou no meu afastamento do meu lado feminino, porque eu queria ser vista como uma mulher ou ser feminina 24/7 mais do que uma perfomance (drag).

Meu gênero era confundido rotineiramente, mesmo eu tendo revelado [ser não binária], as pessoas se referiam a mim como masculino ou um homem vestido de mulher. Muito disso me frustrou e fez minha relação com a drag ficar muito difícil de lidar.

Eu parei de fazer drag porque isso fez sentir que as pessoas não me viam como uma mulher ou trans-feminina e isso me machucava muito. Eu sabia que por causa do meu envolvimento no show [RuPaul’s Drag Race] não seria fácil para as pessoas para entenderem ou apenas deixarem para lá, mas eu estava tão ferida que apenas continuei a me deixar parecendo errada e atacava a todos.

Eventualmente eu abandonei completamente minha persona feminina para que as pessoas pudessem entender de verdade que eu não era uma drag queen. Mas isso apenas me feriu ainda mais. Eu não estava bem até me reunir à cena ballroom, onde me senti mais confortável sendo a pessoa trans feminina que estou me tornando hoje em dia.

Aja vestida de Oxalá

>  Aja fala sobre fim de ‘Haus of Aja’ e amizade com Kandy
>  AS3 | Bebe Zahara Benet sofre ataques racistas

A House of LaBeija realmente tem me ajudado a ficar confortável em minha pele de novo. Eu aceitei que as pessoas vão considerar minha identidade trans como drag e não vou mais brigar por isso. Eu posso apenas corrigir. E as pessoas ficarão raivosas. Elas vão querer criar uma narrativa em torno disso. Já está acontecendo muito nas redes sociais.

Mas tudo que posso fazer é viver minha vida dia após dia com a esperança que as coisas fiquem mais fáceis nessa jornada, como identidade trans e artista. E eu estou bem ciente que muitas pessoas trans e não binárias fazem drag. Eu, infelizmente, não tenho mais o desejo de performa gênero, pois estou mais ciente de quem eu sou agora e quero focar em construir isso.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Eu já cavei um buraco bem fundo para mim mesma com minha velha fanbase, mas a partir de agora eu posso apenas seguir adiante torcer pelo melhor! Espero que isso responda muitas perguntas”.

Anteriormente Aja já tinha contado que daria um tempo em sua drag para focar na própria carreira musical, leia sobre aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Babados

Inspirada por Kylie Sonique Love em RuPaul’s Drag All Stars 6, Aja decidiu voltar a fazer drag “Assisti-la vencer me fez perceber que poderia...

Babados

Pela primeira vez, Aja abre o jogo e fala sobre o fim de sua família drag, Haus of Aja, e de seu relacionamento conturbado...

Barracos Drag

Aja ficou chateada com fala de Kandy Muse em episódio de estreia da S13 de RuPaul’s Drag Race e desabafou nas redes sociais.

Babados

Aja usou seu twitter para criticar atitudes problemáticas de Trixie e Katya e denunciar como o fandom de Drag Race é racista.

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.