Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Babados

Aja voltará a se apresentar como drag queen

Inspirada por Kylie Sonique Love em RuPaul’s Drag All Stars 6, Aja decidiu voltar a fazer drag “Assisti-la vencer me fez perceber que poderia ser eu”.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 2 min de leitura

Aja revela que inspirada por Kylie Sonique Love em RuPaul’s Drag All Stars 6 voltará a fazer drag. A artista compartilhou a notícia em suas mídias sociais, confira a nota completa a seguir.

“Para quem se importa,

Aqui está o momento que muitos de vocês esperaram. Principalmente aqueles que ainda estão no trem e que eram grandes fãs dessa época. Eu tenho lutado contra uma disforia de gênero muito intensa desde 2018. Quando eu comecei a escrever meu primeiro EP sobre meus sentimentos, parte da razão pela qual tinha aquela dicotomia de azul e rosa, aquela energia de masculino e feminino era porque eu estava negando minha própria essência trans. Afinal me revelei como não-binária e as coisas começaram a fazer mais sentido para mim do ponto de vista de gênero, no entanto, as coisas tornaram-se mais difíceis para mim do ponto de vista artístico, porque comecei a sentir que sempre que me vestia, estava a incorporar a minha identidade trans e não uma forma de arte.

Eu senti como se estivesse começando a entender quem eu era no fundo e não era mais uma performance, mas minha realidade. Eu estava assistindo a temporada de RuPaul’s Drag Race All Stars 6. Sou uma grande fã de Kylie Sonique há muito tempo e não sei. Assisti-la vencer me fez perceber que poderia ser eu. Não necessariamente ganhando Drag Race, mas sendo capaz de incorporar meu próprio gênero e identidade e ainda ser uma artista sem nenhum conflito entre eles”.

>  Asia O’Hara desabafa sobre rejeição e racismo em shows
>  Trinity rompe com produtora em solidariedade à Monét

“Realmente me ocorreu naquele momento que Trans é quem eu sou e Drag é o que eu faço. Que eu fazer Drag nunca tirou quem eu sou como pessoa e que como uma figura pública eu deveria ter navegado melhor nessa jornada e situação. Parece bobo. Mas, na realidade, esta foi uma jornada maluca para mim. Os últimos três anos foram cheios de altos e baixos e não tendo certeza de quem eu era ou onde estou. Mas a partir de hoje eu posso me sentir confortável para dizer que sou uma artista drag novamente. Meus pronomes fora de Drag continuarão sendo ela/elu.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Eu não deveria me torturar como artista só porque estou em uma jornada de gênero. Com isso dito, ainda sou uma cantora. Ainda estou trabalhando com música. Mas, eventualmente, voltarei à arte da dublagem. Para aqueles que lerem isso, sejam gentis. Não foi uma decisão fácil de tomar e espero não me arrepender.

Com amor, Aja Labeija”.

Há alguns dias Aja havia explicado porque tinha parado de fazer drag, leia aqui. Mas fico feliz que a rainha tenha reconsiderado e continuará nos agraciando com sua arte.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Babados

“Drag foi uma coisa linda em minha vida que me ajudou a encontrar este lindo lado [feminino] meu”, Aja revela que é uma pessoa...

Babados

Pela primeira vez, Aja abre o jogo e fala sobre o fim de sua família drag, Haus of Aja, e de seu relacionamento conturbado...

Barracos Drag

Aja ficou chateada com fala de Kandy Muse em episódio de estreia da S13 de RuPaul’s Drag Race e desabafou nas redes sociais.

Babados

Aja usou seu twitter para criticar atitudes problemáticas de Trixie e Katya e denunciar como o fandom de Drag Race é racista.

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.