Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Brasil

Rainhas eliminadas contam como foi participar do TNT

“Arte drag é bem mais ampla que RuPaul’s Drag Race, então procurem saber. Visitem nossas casas de shows depois da pandemia”, as primeiras drag queens eliminadas do concurso brasileiro TNT contaram para nós como foi participar da competição, as dificuldades e aprendizados no percurso. Vem ler nossa entrevista exclusiva!

Compartilhe!
🕓 8 min de leitura

TNT, The Next Talent, a competição de drags brasileiras feita inteiramente em casa e de modo virtual encaminha-se para sua reta final. E por isso conversamos com as primeiras rainhas eliminadas sobre como foi participar dessa maravilhosa experiência.

Já que vivemos em época de pandemia e o distanciamento social é essencial, enviei algumas perguntas para as rainhas responderem e elas nos deram um panorama geral de como foi a competição. Confira a seguir o que elas compartilharam conosco.

CHLOE STARDUST

Como foi participar do TNT?

O TNT foi um presentão nessa loucura toda. Produzir conteúdo para internet com as restrições dos metros do seu apartamento e do que tem em mãos, organizar a rotina para produzir, editar e entregar as provas foi MUITO desafiador. Eu não investi R$1 para produzir os videos. Usei os looks que já tinha, um celular e a coragem.

Quais foram as dificuldade de gravar em casa?

Eu não contava com a dificuldade de editar os videos, tive que testar e aprender ao longo das provas. O apoio do meu marido foi crucial nesses momentos, pois tiveram momentos mais pesados, a ponto de eu não saber se teria o que entregar. Mas eu me diverti produzindo todas as provas, independentemente dos perrengues.

Chloe Stardust

Como foi conhecer as demais competidoras?

Conhecer as menines, o carinho e cuidado da produção, a resposta do público foram o prêmio mais importante que ganhei. Eu não teria tido contato com esse time se não fosse o TNT, nem com esse público que hoje está mais próximo do meu trabalho. Claro que tenho mais contato/afinidades com algumas dali, mas todas são muito querides. De verdade.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Qual foi o aprendizado com essa experiência?

Eu gostaria de estar na final? CLARO! Fiquei chaty com o resultado? Sim, pois a gente sempre espera o melhor. Mas eu estou muito feliz com o trabalho que entreguei, não me sinto odiada por ninguém e nem uma decepção pros outros. Fico feliz pois não entreguei nada que destoasse da minha Drag, sabe? Claro que me arrisquei e fiz coisas que jamais pensei em fazer, descobri que posso fazer mais do que uma foto bonita… Tudo o que fiz foi 100% sincero, não fiz nada pelos likes ou pelo buzz, sabe? E acho que a audiência pegou isto e entendeu um pouco de quem é Chloe Stardust. Eu fui muito sincera no meu meet the queens: não sou uma QUEEN engraçada. E humor não foi o meu forte na competição, né?

Siga a rainha no Instagram: @chloe.stardust.

>  TNT | Capítulo 4: A Festa do Eu Sozinho
>  TNT | Capítulo 7: Final

DI VINA KASKARIA

Como foi participar do TNT?

Participar do TNT Drag foi como aprender a fazer drag novamente, os desafios exigiram de mim coisas que eu nem sequer sabia que era capaz de fazer, ou tinha me convencido que não era capaz de fazer sozinha. E eu tive que aprender tudo na marra para entregar os desafios.

Quais foram as dificuldade de gravar em casa?

Lidar com a ansiedade de estar vivendo uma pandemia e unir isso com as expectativas e a pressão de participar de uma competição com artistas incríveis. Além disso, eu tive que mudar de apartamento enquanto eu produzia as provas, o que me afetou muito mentalmente e talvez tenha drenado muito da minha energia.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Como foi conhecer as demais competidoras?

A oportunidade de me aproximar das outras artistas foi incrível, mesmo que as que eu já conhecia, acho que passar pelos mesmos desafios fez com que a gente desenvolvesse uma intimidade.

Di Vina Kaskaria

Como se sente com a repercussão do TNT?

Lidar com a repercussão é muito complicado, mas no geral tenho recebido comentários muito positivos e muitas pessoas novas que curtem minha drag passaram a me acompanhar nas redes sociais.

O que espera dessa reta final? Tem alguma torcida?

Eu tô mais ansiosa pra descobrir quais são os desafios finais e pensar no que eu faria com eles [risos]. Estou torcendo para todas igualmente.

Qual foi o aprendizado com essa experiência?

Refletindo o pós show eu acho que aprendi que tenho que confiar mais na minha visão sobre as coisas, porque eu consigo me dedicar 100% quando eu acredito no que estou fazendo.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Para concluir, que mensagem gostaria de deixar?

Drag é minha paixão, mudou minha vida, me salvou. Tem sido também o que tem me salvado mentalmente nesse período de isolamento, eu adorei participar do concurso e adorei conhecer as pessoas que estou conhecendo meu trabalho através do TNT.

Siga a rainha no Instagram: @divinakaskaria.

>  TNT | Conheça as rainhas da primeira temporada
>  Agnus Gay, A Primeira Parada LGBT de São Paulo (1997)

NOLA CRIOLA

Como foi participar do TNT?

Como minha segunda experiência em concurso, sendo uma drag com 1 ano e três meses de carreira, surtada, depressiva, ansiosa, barraqueira, rapariga e no meio dessa pandemia toda? Devo dizer que foi um surto coletivo que deu certo! [Risos] Brincadeiras à parte, foi um grande laboratório de experimentação artística via web, eu amei!

Quais foram as dificuldade de gravar em casa?

Véi, às vezes vinham umas ideias de cenas que eram fantásticas na área externa do prédio, às vezes eu imaginava aquilo em larga escala com várias câmeras e luzes (meu sol em Sagitário gritando), mas devido às ordens da OMS e todo o contexto pandêmico eu tinha que realizar tudo ali no meu apartamento, pois um dos requisitos era justamente que todas as coisas deviam ser gravadas dentro de casa. Mas de certa forma eu consegui me virar, tive ajuda da minha irmã também, a única pessoa que estou podendo ter contato direto nessa maluquice e deu tudo certo.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Como foi conhecer as demais competidoras, se tornaram amigas?

Não, odeio todas, nojentas igual a dona do programa. ALOKA, JUROU! Nós criamos uma rede de afeto bem gostosinha sim! Eu consegui me aproximar mais de algumas desde o início, por relações de representatividade, papos parecidos e maluquices, já outras só consegui mais no final e hoje estamos planejando as caravanas de visitações e as turnês mundo à fora com o dinheiro que DesiRée esconde nos peitos, perua safada.

Como se sente com a repercussão do TNT?

Devo confessar que eu estou muito feliz. No meu contexto regional é importante dizer que nós drags baianas fomos invisibilizadas por muito tempo, até pelo próprio nordeste, sabemos que temos potencial, nos faltava mídia! E enquanto bixa preta, longe do estereótipo “Drag de consumo”, com discurso político e sem escrúpulos do jeito que sou, ter pessoas se sentido abraçadas, representadas e reconhecendo meu trabalho, trocando ideia (inclusive podem mandar mensagens pra mim que eu amo umas conversas nada a ver), é muito importante e significativo para mim e para as próximas que assumirão meu lugar!

Nola Criola

O que espera dessa reta final? Tem alguma torcida?

Dedo no c* e gritos cearenses (quem não entendeu o meme pesquisa no YouTube, porra). Minha torcida está com Dacotinha e Malayka SN (Sim! Estou fazendo a Aimée, porque não dá para escolher). E não reclamem da quantidade de parênteses, olha lá em.

Qual foi o aprendizado com essa experiência?

Não aceitar mais convites de Desirré (risos, brincadeirinha, perua). Meu aprendizado com certeza é que se você acha que está tudo sobre controle, saiba que nunca está e você vai cagar alguma hora, então pare de se cobrar que nem uma cachorra louca, faça seu melhor e se divirta com sua peruca na cabeça.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Para concluir, que mensagem gostaria de deixar para os leitores?

Não se limitem, não deem ouvidos a comentários escrotos, arte drag é bem mais ampla que RuPaul’s Drag Race, então procurem saber, visitem nossas casas de shows depois da pandemia, me sigam no Instagram @nolacriola, assistam nossas lives, joguem dinheiro na boneca e agora pra finalizar uma receita de strogonoff: em uma panela, misture o frango, o alho, a maionese, o sal e a pimenta. Em uma frigideira grande, derreta a manteiga e doure a cebola. Junte o frango temperado até que esteja dourado. Adicione os cogumelos, o ketchup e a mostarda. Incorpore o creme de leite e retire do fogo antes de ferver. Sirva com arroz branco e batata palha.

>  Latrice gostaria de interpretar Ursula em A Pequena Sereia
>  Peppermint faz grande revelação sobre a final da S9 de Drag Race

RAYKKA RICA

Como foi participar do TNT?

Eu nunca participei de concursos, nem aqueles de foto mais curtida no Instagram ou algo do tipo. Eu recebi o convite e topei, mas já comecei a pensar: e agora? Não tinha ideia do que aconteceria, como seria, mas hoje vejo que foi muito bom e importante ter feito parte desse projeto, porque sinto que os dois lados tiveram uma colheita boa e que vai render muito ainda.

Quais foram as dificuldade de gravar em casa?

A única experiência que eu tinha com produção de vídeo foi fazendo alguns poucos challenges [desafios] de maquiagem e quando o concurso começou percebi que iria precisar me especializar mais e ter mais ferramentas necessárias para o conteúdo, como por exemplo: cenário, iluminação, trilha sonora. E isso aconteceu aos poucos, porque sinto que consegui evoluir semanalmente, melhorando o meu conteúdo final. Além disso, foi algo desafiador porque tudo foi feito dentro de casa, e moro sozinho, algumas provas exigiram uma criatividade mais aguçada, como criar um look feito com materiais alternativos de minha casa. E ainda não sabia o que as outras manas estavam produzindo (ansiedade, se segure aí!).

Como foi conhecer as demais competidoras?

Advertisement. Scroll to continue reading.

Admiro muito todas as participantes do concurso, já conhecia algumas e quero ir pra Salvador fazer um show com todas no palco, quando pudermos, para comemorar esse projeto incrível.

Raykka Rica

Como se sente com a repercussão do TNT?

Acredito que a repercussão do concurso está sendo muito boa, mas que vai crescer muito mais. Prova disso são vários canais/meios/páginas que estão o conhecendo depois de um tempo que já estreou e ainda sim querem contribuir de alguma forma. Com isso, mais gente conhece, assiste, vira fã e divulga!

Para quem está torcendo nesta reta final?

Não tenho minha torcida definida ainda, porque todas são muito talentosas e cada uma tem o seu estilo, que é o que destaca aquela pessoa.

Para concluir, que mensagem gostaria de deixar para os leitores?

Participar do TNT Drag foi algo fora da minha zona de conforto, mas que me deixou entusiasmada e animada, esperando para ver o resultado de todo o esforço que todo mundo estava aplicando em cada desafio e ao longo da temporada. Adorei participar, vi que não foi fácil mas valeu a pena! Gratidão.

Siga a rainha no Instagram: @raykkarica.

Advertisement. Scroll to continue reading.
>  YBK | Mamie Vergara
>  Drag queens de Recife recriam os looks da S10 de Drag Race e o resultado é incrível

TEREZA SKYPER

Como foi participar do TNT?

Participar do TNT foi uma experiência divertida e amplificadora para meus feitos quanto Drag, pois além de instigar minha criatividade com os desafios, eu pude experimentar e saborear o universo dos vídeos para internet, que até então quase não tinha desenvolvido.

Quais foram as dificuldade de gravar em casa?

Realizar as provas de casa e no meio dessa pandemia trouxe a principal dificuldade que é a limitação de materiais físicos para criação, tipo figurino, tecido, elementos, porque não dava pra sair e comprar, nem mesmo pedir emprestado.

Como foi conhecer as demais competidoras?

O grupo virtual do casting [elenco] foi um espaço bem agradável para interagir, em meio a debates, conversas, microworkshops e churrias (conversas e brincadeiras) as partilhas foram bem agradáveis. O grupo trouxe promessas de amizades que eu torço muito pra que se consolidem.

Skyper

Como se sente com a repercussão do TNT?

Eu me sinto feliz demais com a repercussão, tem sido DE-LI-CI-O-SO. Que público gostoso de interagir.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O que espera dessa reta final? Tem alguma torcida?

Eu espero que a reta final apresente uma crescente boa de assistir e sobre minha torcida eu destaco às minhas conterrâneas soteropolitanas, mas tem uma Drag, também nordestina, que me cativou com seu conteúdo e seu humor que é Klox pra quem também dedico minha torcida.

Para concluir, que mensagem gostaria de deixar para os leitores?

No mais viva à crescente da nossa arte, a que dedico muito zelo e admiração. E torço para que cada dia mais o público se amplie e torne-se cada vez mais conhecedor e apreciador do que fazemos com tanto carinho.

Siga a rainha no Instagram: @terezaskyper.

E aí, nessa reta final, para quem vai sua torcida: DaCota Monteiro, Eva Sattiva, Flaminga, Klox, Kitty Kawakubo ou Malayka SN?

Para ler outras notícias sobre o reality TNT e ver os episódios completos clique aqui.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Brasil

Você sabe quais são as 5 músicas essenciais que toda drag queen tem que performar? DesiRée Beck, rainha baiana, contou com exclusividade para nós.

Brasil

Chegou a hora de descobrir quem é a vencedora da primeira temporada da edição virtual de TNT. Será Dacota, Eva ou Flaminga?

Brasil

É hora de descobrir quem é a Miss Simpatia dessa temporada de TNT!

Brasil

Nesta semifinal o top 6 terá que fazer sua própria versão de uma música de axé dos ano 90 e apenas três rainhas se...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.