Connect with us

Hi, what are you looking for?

Drag Queens

Who’s That Queen? Choriza May

“Pensei que a eliminação ia me destruir, mas o apoio dos fãs realmente me ajudou a superar”, conta Choriza May, da 3° temporada de RuPaul’s Drag Race UK, nesta edição exclusiva da Who’s That Queen?

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 12 min de leitura

Neste artigo você encontra:

Introdução: saludos, Adrian
Adrian, o espanhol
Adeus, Espanha
Olá, brasileiros
De volta à Newcastle, a descoberta do nome artístico
The sexy mama queen of drama
RuPaul’s Drag Race UK temporada 3
Passarela noite das mil Spice Girls
Snatch Game
Feeling Fruity
Lip sync pela vida
Música: Mi chocho es como un melocotón
O lado bom de ter feito parte do elenco
Choriza e as rainhas espanholas
Imigrante dentro e fora da televisão
Conclusão: muito mais do que o Bustamante em drag
Entrevista

Introdução: saludos, Adrian

Adrian Martin é um pisciano nascido em 20 de fevereiro de 1991, naquela que é conhecida pelo título de Cidade das Artes e da Ciência, a portuária Valência, na Espanha.

Atualmente aos 31 anos e radicado em Newcastle upon Tyne, na Inglaterra, ele já trabalhou ativamente como ilustrador e design gráfico, atividades as quais ainda se dedica.

Nesta área podemos destacar os seguintes tópicos e colaborações dele:

  • Design Jump Studios (Newcastle)
  • Velour: The Drag Magazine
  • Wigs & Grace (empresa americana de perucas)
  • WE’RE HERE (programa televisivo)
  • Fabulous (livro infantil)
  • Ilustrações e desenhos para diversas drag queens e projetos

Estas informações são suficientes para entender quem ele é?

Não.

Vamos tentar de outro jeito, então.

Adrian, o espanhol

Quando criança o maior medo de Adrian era de ficar sozinho, apesar de ter a companhia do seu irmão.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Vivendo em uma cidade pequena, com apenas 6 mil moradores, ele se sentia um estranho, o único gay do planeta.

A solidão e sentimento de desajuste o faziam pensar que todos teriam tudo e ele, nada.

Aliado a isto, Adrian pensava que causava infelicidades a sua mãe por ser homossexual.

Ela preocupava-se bastante com as intimidações e bullying que o filho sofria.

Para incentivá-lo a ser ele mesmo e até para ocupar seu tempo, seus pais o matricularam em aulas de canto, dança, clarinete e pintura.

Na sequência, veio a adolescência e com ela a rebeldia típica.

A relação com a mãe desgastou-se, mas, no início de seus 20 anos, os laços foram devidamente retomados e fortificados.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Neste embalo chegou a faculdade de Publicidade e Design Gráfico e um desejo.

O de fazer com que a mãe participasse de todos os momentos felizes que ele pudesse acrescentá-la.

E ainda falando do campo familiar…

Adrian viveu dias especiais com seu irmão.

Em novembro de 2021 eles se encontraram na Disneylândia de Paris.

O encontro é mais importante ainda quando sabemos que ele é um músico que vive na Alemanha, bem longe do irmão.

A ocasião celebrou 21 anos desde que ambos estiveram juntos lá pela última vez.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Mas, antes disto, muito aconteceu na vida de Adrian.

>  DRUK S1 | Vinegar Strokes se declara a competidora “mais relacionável”
>  Trinity The Tuck homenageia campeãs de RuPaul’s Drag Race

Adeus, Espanha

Motivado a mudar de vida e reinventar-se, Adrian deixa sua terra natal em 2015 e parte para a cidade mais populosa no nordeste da Inglaterra, Newcastle upon Tyne.

Neste percurso, como seu namorado da época morava neste local, podemos dizer que seu interesse também tinha outros motivos.

“Minha coisa favorita sobre Newcastle é o pau do meu namorado. Por isso me mudei para cá e é por isso que ainda estou aqui. Muito bom”, disse em 2021.

Ao chegar no Reino Unido, Adrian fez um programa de intercâmbio na Universidade de Newcastle e por lá teve uma grata surpresa, por assim dizer.

Quando se deparou com o tamanho do pinto dos britânicos, se sentiu inspirado, pensando que tinha que estar ali mesmo.

Também quando estudou em Newcastle, Adrian faria o mesmo 6 meses depois, mas sabe onde?

Advertisement. Scroll to continue reading.

Olá, brasileiros

No Brasil, outro país no qual ele planejava conquistar bons pênis.

Curitiba, no Paraná, foi a cidade que recebeu Adrian por um curto período de sua vida.

Nesta fase ele trabalhou na Universidade Positivo.

Quando recorda, fala que saudades é sua palavra preferida em português, junto a fofo, fofinho e vai tomar no cu sendo uma expressão que ele destaca.

De volta à Newcastle, a descoberta do nome artístico

Brasileirices à parte, em certa ocasião, de volta a Newcastle, Adrian ouviu um nome e perguntou para o seu parceiro:

“Quem é essa senhora do chorizo?”

Ele esclareceu que tratava-se de Theresa Mary May, a Primeira-Ministra do Reino Unido e líder do Partido Conservador de 2016 a 2019.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Adrian ficou com o assunto na cabeça e lembrou do chorizo, uma linguiça espanhola famosa.

Também segundo o raciocínio irônico de Adrian, Theresa e ele tem o mesmo estilo de dança.

Não satisfeito, ele registrou, em seguida, no Instagram, o nome Choriza May, sem maiores pretensões.

Passado este momento inusitado, tempos depois Adrian começa a fazer sabe o quê?

A se montar, isto mesmo.

>  Miss Fame muda-se dos EUA para Suíça
>  Barraco Drag: The Vixen Vs. Monét X Change

The sexy mama queen of drama

Determinada a fazer sua drag acontecer, Choriza viu nas competições o trampolim para tal.

Em paralelo ao fato de poder mostrar ao público e aos outros artistas quais eram suas habilidades, a estratégia mostrou-se duplamente eficaz pois jogou luz em seu nome e a fez ser comentada no Reino Unido.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Em termos de influência, além da Espanha, sua drag é feita do que a inspira desde criança, ou seja, Sarita Montiel, Rossy de Palma, Vila Sésamo, The Simpsons e El Show de Joan Monleón.

Este último, o programa de variedades do cantor e ator Joan Monleón, é o grande responsável pela parte exagerada da drag de Choriza ou, se preferir, camp.

Como rainha, podemos destacar diversos momentos importantes da carreira de Choriza:

  • Vencedora do New Castle Drag Idol (2019)
  • Vencedora do Liverpool’s Big Drag Pageant
  • Participação no programa de TV Celebabilty (ITV2)
  • Participação no programa Inside Out (BBCE ONE)
  • Participação no programa ITV News Tyne Tees
  • Participação no programa Notícias Antena 3
  • Participação em programas do canal de TV valenciano À Punt: Podriem Fer-ho millor, Podriem Estar millor, La Qüestió, Atrapa’m Si Pots, El Dia, TàP Zàping, La Merda El 2020.

A mãe chegou a performar com o filho para um público de 4 mil pessoas.

Tudo começou assim.

O evento era o Northern Pride 2019, para o qual Choriza preparou uma apresentação que homenageava as mães que apoiam seus filhos LGBTQIA+.

Este episódio a marcou profundamente.

Principalmente porque tanto nesta apresentação quanto na do Drag Idol, Choriza também dançou com seu primo Iván Ginger, um bailarino profissional e dançarino latino.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Drag une famílias, não é mesmo?

Este apoio seria fundamental para a próxima etapa da Musa da Linguiça Picante, uma certa competição mundialmente conhecida, para a qual ela chegou da seguinte forma:

“Não me odeie porque sou bonita, me odeie porque sou imigrante”.

>  Bianca Del Rio revela o maior erro cometido por Asia O’Hara durante o massacre das borboletas
>  Barraco Drag: Adriana Vs. Kimora Amour (parte 2)

RuPaul’s Drag Race UK temporada 3

Dos 6 episódios em que Choriza participou, uma jurada em especial lhe fez suspirar e ela é conhecida como Baby Spice.

A cantora britânica apareceu no programa durante a 4° semana competitiva, Big Drag Energy.

Nela Choriza, ao lado de Ella Vaday, River Medway e Vanity Milan, formou o grupo pop de garotas Pick ‘n’ Mix, o grande vencedor do desafio principal.

Concentrada e focada na vitória, Choriza só percebeu que não fez contato visual com Emma Bunton quando a gravação da performance encerrou.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O círculo todo se fecha porque Choriza, desde criança, sempre se identificou mais com Emma, como quando se pintava na frente do espelho para ficar mais bonita ao som do grupo feminino dela.

Logo, apresentar-se para uma das Spice Girls e conhecê-la foi muito além dos sonhos alimentados desde os 3 anos de idade.

Mas você deve estar pensando agora:

“Ela gosta tanto de uma e se vestiu de outra”.

Calma aí, veja só.

Passarela noite das 1000 Spice Girls

Neste mesmo episódio a categoria era Night of a Thousand Spice Girls.

Choriza surgiu de… Geri Halliwell.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A escolha pela Ginger Spice deve-se a admiração particular de Choriza por ela, algo que aconteceu com a maturidade.

Somado a isto, Geri é metade espanhola.

Ao desfilar, Emma perguntou quem Choriza achava que ela era, um momento que a marcou definitivamente.

E o que mais?

>  DRUK | S01E06 | Runway: Rainy Day Eleganza
>  RuPaul, A Rainha Filósofa

Snatch Game

Vamos falar sobre o Snatch Game, no episódio 6.

A sugestão dada por Ru, de Choriza imitar Cher, foi devidamente descartada na mesma hora pela falta de adereços para a caracterização.

Além da óbvia referência de Chad Michaels, uma marca difícil de bater no Ruverso.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Uma curiosidade é que Choriza cogitou personificar Marge Simpson, mas não obteve permissão para isto por direitos autorais.

Devido a este impasse, ela chamaria à personagem de Mãe Amarela, mas a ideia não prosperou.

Por fim, interpretar Margarita Pracatan acabou sendo seu destino.

Ao imitar a cantora cubana Choriza fala diretamente com suas raízes, você sabe.

A identificação acontece por ela ser uma imigrante na TV nacional, então, seria um bom momento para impulsionar sua mensagem.

Feeling Fruity

Para Choriza, sua colocação no bottom 2 fora injusta, afinal, seu Snatch Game foi bom e sua roupa não era nada ruim, aliás, uma de suas preferidas das quais levou para o programa.

Ao checar o look de suas irmãs na passarela, Choriza pensou que elas estavam ótimas, mas que ela estava melhor.

Advertisement. Scroll to continue reading.

É por isto que ela se assusta com a reprovação de seu look, afinal, sabia que não venceria o Snatch Game, porém, perder justamente na moda não a convence.

Quando descobriu que o tema da passarela era Fruta, Choriza instantaneamente pensou na cantora brasileira Carmen Miranda e em homenagear seus fãs e amigos brasileiros. Os de ambas.

Em seu raciocínio, era a ocasião perfeita para mostrar o esplendor de Carmen, a portuguesa mais brasileira de todos.

Ainda sobre o episódio derradeiro para Choriza: foi nele que ela sagrou-se como vencedora do clássico mini desafio de leitura, o que a fez se sentir ótima e validada.

A intimidade gerada por seis semanas de convivência tivera seu papel nisto.

Lip sync pela vida

Durante sua dublagem, Choriza não conseguiu performar com o pêssego gigante que usava na cabeça.

Receosa sobre o que a edição faria com um possível acidente, ela tentou trocar de peruca, mudando-a por um modelo curto de Ella Vaday, mas o ruveal não deu certo.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Embora o lip sync de Shout (Lulu and The Luvvers) tenha terminado com sua eliminação, Choriza sabe que ela e River Medway são as únicas Rugirls inglesas que nunca foram derrotadas em uma dublagem.

Brincadeiras à parte, Choriza reviu o episódio de sua saída da competição e não concorda com o Sashay Away duplo, apesar de admitir que River foi superior a ela no lip sync.

E para quem faz uma guerra com os resultados do programa, fica a dica dela:

“É só drag, afinal, não é o Round Six! Você não vai morrer se não vencer”.

Por fim, no mesmo dia de sua eliminação, Choriza disponibilizou uma…

Música: Mi chocho es como un melocotón

My Pussy is a Peach é o primeiro single oficial de Choriza.

O nome se deve a vagina dela ser fofa por fora e suculenta por dentro.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O nascimento da faixa remonta aos seus shows em Newcastle, quando ela já cantava esta música espanhola e se divertia ao fazê-lo.

Ao traduzir a letra para o inglês, Choriza notou que rimava.

Em testes com a plateia, viu que as pessoas acharam engraçado e riam.

Sendo assim, era natural um videoclipe a caminho, todo feito com seus amigos, o mesmo grupo que fez junto o ensino superior.

Depois de ler esta matéria você pode dar um like neste trabalho, combinado?

A direção é de Emilio Restrepo.

Rugirls da 1° e 2° temporada de Drag Race España fazem participações especiais, além de outras rainhas.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Você sabe quem são elas?

  • Arantxa Castilla La Mancha
  • Ariel Rec
  • Kika Lorace
  • Pink Chadora
  • Hugáceo Crujiente
  • Killer Queen
  • The Macarena

Como o vídeo foi gravado em Madrid, a coincidência permitiu o encontro.

Sobre a gravação, Choriza revelou outros detalhes nas redes sociais:

“Com My Pussy is Like a Peache realizei muitos sonhos. Um deles era trabalhar com a maravilhosa Kika Lorace! Uma artista dos pés a cabeça e uma pessoa bonita. Foi um prazer conhecê-la atrás das câmeras, ainda te devo uma visita a Granada”.

Finalmente, a música ainda foi relançada, com participação especial de Manila Luzon, numa versão de remix natalino disponibilizada desde 8 de dezembro de 2021.

Você pode conferir o lyric video a seguir.

E fazer música não foi o único benefício dado por esta experiência.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O lado bom de ter feito parte do elenco

Para esta Rugirl, o grande bônus de ter participado da competição foi ganhar uma irmandade.

Segundo depoimento de Choriza dado à imprensa, RuPaul’s Drag Race UK lhe deu uma nova família, da qual recebeu o calor humano que a pandemia privou de todos, afinal, sua edição foi gravada durante a quarentena.

A convivência entre as 12 rainhas desta temporada, assim como em qualquer outra relação familiar, é pautada por momentos de carinho, apoio, amor, discussões e brigas, claro.

No entanto, os inúmeros cafés da manhã que elas faziam juntas serviam como oportunidades para conversas e a resolução de mal entendidos.

Este era um dos momentos preferidos de Choriza, o desjejum.

Nele Kitty Scott-Claus reproduzia todos os diálogos do filme Grease (Nos Tempos da Brilhantina) durante todas as manhãs e ainda fazia com que outras pessoas, inclusive funcionários do hotel, participassem.

A genuinidade de tudo isto faz Choriza sentir saudade desta época, o que ocasionalmente acaba com ela pedindo para Kitty lhe enviar um áudio no WhatsApp, por exemplo.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Ambas fazem aniversário no mesmo dia, inclusive. Choriza refere-se à ela como ‘a Abi para minha Lisa‘.

No final do dia, esta drag liga para suas irmãs, mantém contato via internet e trabalha com elas, o que acredita ser um grande prêmio.

Choriza e as rainhas espanholas

Algo semelhante acontece com outras Rugirls, as de Drag Race España 1.

Choriza é amiga de Hugáceo Crujiente, que é natural de Valência, como ela.

The Macarena morou no Reino Unido, local no qual Choriza é radicada atualmente.

Arantaxa Castilla-La Mancha já era seguida por ela há tempos nas redes sociais.

Com Killer Queen a drag se apresentou anteriormente em Madrid.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Apesar destes laços, não pense você que ela se inscreveria para Drag Race España.

Sim, ela amou fazer a franquia inglesa, mas Choriza já afirmou em entrevistas que, devido a agenda atual, não seria possível conciliar sua vida com outra rodada na competição espanhola.

Não como concorrente.

Imigrante dentro e fora da televisão

Através destas relações de Choriza retomamos 1 dos principais pontos sobre sua passagem pela 3° temporada de RuPaul’s Drag Race UK: a representação de imigrantes.

Com sua participação no programa, Choriza criou uma ponte necessária com outras pessoas que, assim como ela, deixaram seus países e encontraram no Reino Unido um novo lar.

Através do entretenimento gerado naturalmente pelo show, esta reina conseguiu grandes feitos.

Fazer o público rir ao mesmo tempo que o educa sobre temas que andam junto com sua drag, como a possibilidade de viver em outro país e não apenas sobreviver, mas prosperar nele.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Conclusão: muito mais do que o Bustamante em drag

Sobre a profissão de Choriza, os pais dela são entusiastas e a apoiam em tudo.

Vê-la na TV aumentou o entendimento deles sobre o que é ser uma drag queen e o que este tipo de artista causa nas pessoas.

Antes de começar o programa, o relacionamento de Choriza com os pais melhorou de forma considerável.

Tanto que seu namorado chegou a morar com eles por mais de 1 ano na Espanha.

Ele também foi a 1° pessoa que Choriza montou em drag, em 2020.

Para Choriza, é digno de nota a evolução de seu pai.

A dela, profissionalmente e pessoalmente, nem se fale.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Saindo do campo familiar, ela é apaixonada por linguiças e pênis grandes, talvez seja de seu conhecimento.

Mas quem sabe se alguém lhe contou que ela adoraria fazer parte dos filmes de Almodóvar?

Na mente de Choriza, sua drag tem tudo a ver com o universo do diretor e ator espanhol, o que justifica um feat entre eles.

Posso te contar mais?

Posso, na entrevista disponível logo abaixo, Dragliciosa.

Confira!

>  Who's That Queen? Reggy B
>  DRUK | S03E01 | Runway: Queen of Your Hometown

Olá, olá, olá, Choriza. Boa tarde! Como você está hoje?
Estou bem, obrigada! Acabei de voltar de uns dias de folga na Disneylândia!

Advertisement. Scroll to continue reading.

Falo aqui de Curitiba, Paraná, onde moro desde 2013. Esta cidade é familiar para você? Em que ano você morou aqui?
Com certeza é! Morei em Curitiba em 2013, como é engraçado que nós dois nos mudamos para aí no mesmo ano?

Sim. Por favor, me diga como isto aconteceu.
Eu estava estudando Publicidade e Relações Públicas em Castellón (Espanha), mas senti a necessidade de expandir meu conhecimento e entender como diferentes países viam a publicidade. Foi quando resolvi fazer 2 programas de Intercâmbio, um que me levou para Newcastle (onde moro atualmente) e outro que me levou a Universidade Positivo, em Curitiba.

Você nasceu em Valência, Espanha, e mora no Reino Unido. Como foram os primeiros anos fora do seu país? Você já experimentou um caso de xenofobia?
Viver fora do seu país é sempre difícil até certo ponto. Ter seus amigos e família longe não é fácil, mas eu sempre pensei em trabalhar no exterior, então eu precisava superar essa tristeza bem rápido.

Como aconteceu o processo de criação e gravação de My Pussy is Like a Peach? 
Bem, essa era uma das coisas que eu sabia que queria fazer. Eu vejo o projeto como um todo, da música aos figurinos, arte e vídeo musical e tem sido incrível ter um projeto totalmente realizado por pessoas queer.

O que as pessoas não sabem sobre a gravação do videoclipe de My Pussy is Like a Peach? Houve uma história incomum nos bastidores?
Que esses tipos de projetos são caros! Isso é o que as pessoas devem saber, haha! Então dê stream no Spotify, baixe no iTunes e jogue no Youtube! A coisa mais importante foi Kika Lorace, que trouxe um pouco de rum e fez toda a produção parecer uma festa.

Se você pudesse formar um grupo pop de garotas com mais quatro drag queens, quem você escolheria?
Eu o formaria com: Miz Cracker, Victoria “Porkchop” Parker, Kim Chi, Baga Chipz e eu, Choriza May.

Qual seria o nome deste grupo peculiar?

Advertisement. Scroll to continue reading.

O nome do grupo seria THE BUFFET GIRLS.

O que você achou da 1° temporada de Drag Race España?
Eu amei, amei, amei! Foi tão fresco e muito divertido! As garotas acertaram!

>  Jimbo se desculpa com Pangina Heals por comentários negativos
>  Who's That Queen? BOA

O público merece ter a Choriza como jurada convidada da 2° edição, não acha?

E eu adoraria! Qualquer chance de me envolver com uma franquia tão brilhante eu vou pegá-la para que eu possa fazer parte da família.

Sua aventura na 3° temporada de RuPaul’s Drag Race UK durou 6 episódios. Como você se sente ao se ver no programa?
6 de 10 não é tão ruim, não é?

Não. Em termos de saúde mental, você concorda com o que foi mostrado de você?
Eu tive que mostrar quase todos os meus talentos e eu me diverti muito fazendo isso para ser honesta. Estou indo muito bem em termos de saúde mental, pensei que a eliminação ia me destruir, mas o apoio dos fãs realmente me ajudou a superar isso em alguns dias.

Para finalizarmos, vamos falar sobre as roupas que você usou nas passarelas dos desfiles: ao analisá-las hoje, o que você faria diferente?
Eu não mudaria nada. Amei tudo o que vesti, isso era o verdadeiro tom e drag e foi feito por amigos e pessoas que admiro.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Siga Choriza May no Twitter, Instagram, YouTube, TikTok, Facebook e visite seu site.

Para ler outras entrevistas exclusivas da Who’s That Queen clique aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Click to comment

Deixe uma resposta

Veja Também

Drag Queens

“Adoro música brasileira, minhas artistas favoritas são Anitta, Pabllo Vittar e Ludmilla”, conta Ivy-Elyse Monroe, da 2° temporada de Drag Race Holland, nesta entrevista...

Drag Queens

“É a 1° vez que interajo e me apresento a um público não italiano, estou realmente muito animada”, conta Farida Kant, de Drag Race...

Canada's Drag Race

“Todos os artistas drag querem fama e atenção. Mas para compartilhar sua arte para o mundo”, afirma Stephanie Prince, da 2° temporada de Canada’s...

Drag Queens

“Toda a gravação do Drag Race foi extenuante, muita pressão, muitas horas”, afirma Killer Queen, da 1° temporada de Drag Race España, nesta edição...

Advertisement

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2022 © Todos os direitos reservados.