Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drag Race UK

DRUK S3 | RuView do 3º episódio

Um desafio de costura de materiais não convencionais ao ar livre nos dá uma vitória e eliminação surpreendentes. Confira a resenha do terceiro episódio de RuPaul’s Drag Race UK 3.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 9 min de leitura

O desafio de costura de materiais não convencionais – em que um visual deve ser feito a partir de coisas que definitivamente não estão nas passarelas de moda – pode ser rastreado desde o primeiro episódio de Project Runway. Na estreia dessa série, um grupo de designers que presumiram que trabalhariam com os melhores tecidos teve uma grande surpresa quando foram levados ao supermercado Gristedes em Nova York para comprar materiais. O comando foi simples: projete e construa algo surpreendente e mostre que você pode pensar com os próprios pés.

Austin Scarlett, que alcançou um tremendo sucesso profissional, venceu o desafio com um vestido feito de palha de milho. Foi ousado, incomum e mostrou que Austin tinha uma noção do que seria possível se você olhasse além do tecido. Desafios de materiais não convencionais passaram a se tornar um elemento básico do Project Runway. Então, quando RuPaul’s Drag Race estreou, com inspirações tanto de America’s Next Top Model quanto de Project Runway, ela começou naturalmente com um desafio de materiais não convencional próprio.

Percorremos um longo caminho desde Drag on a Dime – ou como era conhecido quando as bonecas de Drag Race UK fizeram isso na 1ª temporada, “Posh on a Penny” – mas o desafio de materiais não convencionais continua a fazer parte do tecido (sem trocadilhos pretendido) da franquia. Ele fala sobre a natureza improvisada de Drag Race como um todo: você pode correr lado a lado com os obstáculos e encontrar seu caminho através de qualquer tarefa pelos méritos de seu Carisma, Originalidade, Coragem e Talento? Você não precisa saber costurar (embora ajude), como BenDeLaCreme provou na 6ª temporada com seu vestido Golden Girls feito de cola quente. Você só precisa descobrir o melhor caminho a seguir no desafio e impressionar os jurados com seu produto final.

Nesta temporada, vemos algumas das garotas chegando preparadas: Choriza May diz que se desafiou a fazer um vestido por dia enquanto estava presa em casa durante a pandemia, enquanto Veronica Green encontrou inspiração para o design durante o encerramento das filmagens na temporada passada. Mas no final, como Austin antes dela, é outra Scarlett que leva a vitória esta semana.

O desafio é uma homenagem a dois elementos: o acampamento e o ar livre, sendo o primeiro um look trazido de casa e outro costurado no ateliê. Com um vestido de cobertor inspirado em Cher que é muito mais que deslumbrante, Scarlett Harlett é a primeira a quebrar o controle de ferro de Krystal Versace sobre as vitórias em desafios principais e arrebata sua primeira medalha RuPeter da temporada.

Antes de podermos falar adequadamente sobre sua vitória, no entanto, devemos primeiro reconhecer que a competição sofreu uma derrota difícil: Victoria Scone, como previsto, é enviada para casa com base em conselhos médicos. Tivemos um pouco de tempo de tela dela esta semana, mas assim como sua passagem geral no show foi muito curto. “Isso não estava na minha fantasia. Não era assim que deveria ser”, diz ela, e isso coloca em perspectiva o quão esmagador é ter essa oportunidade tirada de você. Não há nenhum convite aberto explícito para a 4ª temporada do Reino Unido como houve com Veronica na temporada passada, mas Ru diz acreditar que não a vimos pela última vez.

Por falar em Verônica, vemos o preço que custou a ela ter que desistir depois de um teste positivo de COVID-19 no retorno das gravações da S2. O que ela primeiro mostra a Ru como seu conceito para sua roupa é ambicioso e, teoricamente, parece uma roupa alegre. O que ela realmente produz está além do obscuro: é um look de borboleta com as cores do arco-íris, mas ela torturou totalmente os materiais ao colocá-los juntos. Ela também opta por pintar o topo do rosto e as mãos de preto escuro, o que torna a coisa toda ainda mais sombria.

Advertisement. Scroll to continue reading.

>  AS6 | Ruview do 3º episódio
>  Maldição da Primeira Vitória: Franquias de Drag Race

O jurado Graham Norton admite sua confusão sobre o quão deprimente isso é, mas Veronica explica que o look é uma expressão de depressão. Ela vê isso como uma tentativa de criar algo belo em um período sombrio de sua vida. Eu admiro esse esforço, e acho que uma expressão drag incrível pode vir de nossos momentos mais sombrios, mas acredito que esses pontos baixos requerem tempo para serem processados ​​e curados. Veronica disse no Twitter que acredita que não deveria ter aceitado o convite de Ru para voltar para a 3ª temporada, e eu não posso discordar dela. Ela é um tremendo talento, mas visivelmente não está pronta para voltar à competição neste episódio.

Ela faz uma dublagem apaixonada, embora bagunçada, de “I’ve Got the Music in Me”, da The Kiki Dee Band, e ela se mantém firme contra a colega de bottom 2 Vanity Milan. Mas eu honestamente acho que a decisão é feita antes mesmo da dublagem começar. Veronica não está no lugar que precisa para competir no seu melhor, e Vanity ainda tem potencial. Portanto, mesmo que seja a segunda vez de Vanity no fundo d poço, é Veronica que se leva sashay away.

E o look de Vanity é um pouco melhor. Ela segue o conselho de Raven sobre sua maquiagem muito brilhante, e sua jaqueta no primeiro look e a escolha de cor no segundo são ótimas. No entanto, seu primeiro look não tem muita ligação com camping, e Ru se opõe à falta de acabamento em seu segundo. Parece que ela pode ser capaz de evitar a dublagem novamente depois que Choriza May também recebe um feedback ruim, mas Choriza conta uma história francamente incrível sobre ser cega e fazer uma amiga coruja para explicar seu segundo look. Se a originalidade de Choriza falhou ao modelar dois looks muito simples, seu carisma mais do que vem na embreagem para mantê-la fora do bottom 2.

No lado mais feliz da passarela, Krystal Versace mais uma vez recebe elogios por seus dois looks, e quase parece que Ru quer dar a ela outra vitória. No entanto, Graham e Michelle Visage freiam um pouco, dizendo que sentem que estão recebendo mais do mesmo de Krystal. É um desenvolvimento interessante: o histórico de Krystal é além de incrível, mas os juízes estão ficando entediados. Essa é a parte difícil de uma front runner: você tem que continuar subindo a barra, e é possível que você fique sem novos lados para mostrar.

É importante lembrar que Krystal é jovem. Como Raven observa na sala de trabalho esta semana, Krystal tinha apenas oito anos quando a temporada de Raven começou. Ela é imensamente talentosa em maquiagem e já provou ter algumas profundezas ocultas. Mas pela própria virtude de ela ter menos experiência – menos tempo nesta terra, até – Krystal tem um teto em termos de quanto ela terá para mostrar. Eu não ficaria surpreso se ela não pudesse manter o mesmo nível de interesse de Ru e dos jurados durante toda a temporada.

Scarlett também é jovem, claro, com apenas 27 anos (e aparentando ser ainda mais jovem). Mas mesmo esses poucos anos extras deram a ela mais alcance em seu drag, enquanto ela demonstra dois looks totalmente diferentes na passarela. Gosto de seu look de caçadora mais do que os juízes, mas concordo que é seu vestido xadrez que absolutamente supera as expectativas. O fato de Graham continuar comparando-o favoravelmente ao vestido de coquetel xadrez de Ella Vaday, só porque eles são do mesmo material, mostra o quanto o painel não consegue tirá-lo de suas cabeças. Ela também combina com uma peruca impecável e a melhor maquiagem que ela fez em toda a temporada. Esta é uma grande vitória para Scarlett e uma verdadeira demonstração do que ela é capaz.

Eu estaria mentindo para todos vocês se dissesse que a 3ª temporada do Reino Unido está me atingindo da mesma forma que os dois episódios anteriores. Ainda estou me divertindo, mas o elenco não está aparecendo de forma coletiva harmoniosa, e os resultados têm sido repetitivos. Perder Victoria também é um grande golpe, mesmo que fosse um resultado esperado após a edição da semana passada. A essa altura da última temporada, vimos dublagens impressionantes (Tayce to “Memory!”), nos apaixonamos pelas explicações de Tia Kofi na passarela (embora Choriza esteja fazendo sua parte) e sofremos algumas eliminações brutais (eu nunca irei parar de bater o tambor por Asttina Mandella).

Advertisement. Scroll to continue reading.

Ainda estou interessado em ver para onde esta temporada vai, mas chegando aqui saindo do excelente All Stars 6, não posso deixar de me sentir um pouco decepcionado. Felizmente, estamos prestes a atingir um marco incrivelmente importante, que pode mudar totalmente as expectativas desta temporada. Isso mesmo, pessoal: é hora do desafio de girl group. Até a semana que vem, UK huns!

>  S13 | RuView do 13º episódio
>  CDR S1 | RuView do 8º episódio

DESAQUENDANDO AS CONSIDERAÇÕES FINAIS

Charity Kase e Kitty Scott-Claus têm uma bela conversa na sala de trabalhos sobre as experiências de Charity como uma pessoa que convive com HIV. Eu realmente aprecio essa cena, mais do que eu gostei dos momentos de espelho estendidos no episódio da semana passada, porque é sobre uma pessoa se conectando a outra compartilhando um relato detalhado de sua experiência. Muito frequentemente, Drag Race adota chavões de empoderamento antes de realmente abordar a escuridão que esses chavões pretendem abordar. Sou muito grato a Charity por compartilhar sua história e feliz que Kitty esteja lá para ser uma amiga tão calorosa. Combinado com a conversa franca e honesta de Trinity K. Bonet sobre ser HIV-positivo no All Stars 6, é bom ver Drag Race realmente abrindo espaço para essas conversas 12 anos após Ongina ter se revelado soropositivo na primeira temporada do programa.

Dito isso, estou tendo a sensação de que estamos nos preparando para uma verdadeira reviravolta para Charity. Mais uma vez, um bom pedaço de mini-Untucked é dedicado a ela pensar que deveria estar no topo, e quando Krystal chega, ela faz uma pergunta incisiva sobre se Krystal mereceria a vitória depois de receber muita ajuda. Eu aprecio uma rainha de confronto, mas acho que tudo isso é um presságio de um arco de queda de Kase, nunca obtendo a validação que ela está buscando dos juízes.

>  DRUK S2 | Quem é Veronica Green?
>  AS4 | Comentários do 3º episódio

Egoistamente, eu quero Victoria de volta na tela da minha TV o mais rápido que for humanamente possível. Mas eu acho que a eliminação precoce de Verônica deve ser uma espécie de conto de advertência. Victoria e o programa devem encontrar uma maneira de ela voltar quando estiver pronta – o processo de ter oportunidade tão grande tirada de você por causa de sua saúde claramente leva tempo.

Nicola Coughlan é absolutamente adorável como jurada convidada e oferece críticas realmente inteligentes e engraçadas. Você pode dizer que ela está muito feliz por estar lá, mas não permite que seu entusiasmo a impeça de cumprir seu papel com segurança. Melhor jurada convidada em muito tempo, eu diria.

No segundo look de Krystal, Nicola resume minhas críticas melhor do que eu jamais poderia: “Quer dizer, o look diz Alexander McQueen, mas os sapatos dizem Kate Middleton”.

Recebemos nosso primeiro mini-desafio da temporada, e é uma tarefa árdua! As rainhas devem fazer improviso por meio de vídeos de perfil para o app Findhr, um novo aplicativo para homens heteroflexíveis que podem não saber exatamente o que querem. Veronica faz um personagem selvagem em um arnês (“Meu nome é Albert Prince, a.k.a. Não há palavra segura”), enquanto Kitty tira minha maior risada saindo de uma voz bem grave de “macho” para um falsete. Scarlett leva a vitória, no entanto, o que significa que é uma vitória limpa para a rainha do East London esta semana.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Uma fraqueza desse elenco que me ocorreu esta semana é que elas realmente não são orgânicos em trazer sugestões de conversa da produção para a sala de trabalho. Você conhece o tipo: geralmente são perguntas óbvias dirigidas às rainhas pelos produtores sobre como as outras meninas estão, se estão nervosas e assim por diante. Eles estão em todas as temporadas do show, mas em comparação com, digamos, o elenco de All Stars 6, este grupo lida com isso de uma maneira muito mais desajeitada e expositiva. Por exemplo: Scarlett pergunta abertamente a Choriza no que ela está trabalhando, sem nenhum esforço para fingir que era parte de uma brincadeira maior de trabalho. Eles simplesmente respondem como se Ru estivesse fazendo uma visita à sala de trabalhos.

Falando de uma visita de Ru à werkroom! Ele traz Raven nesta semana por sua aparente aparição obrigatória por temporada na série estrangeira apresentada por RuPaul. (Ei, ela já está lá para fazer a maquiagem de Ru, então por que não?) As rainhas que pedem conselhos sobre maquiagem – Kitty, Vanity, Scarlett – ganham pontos extras no meu livro. Você tem uma das rainhas de maquiagem mais famosas do mundo na sala com você. É um tempo valioso para obter essas dicas. E para seu crédito, todos os conselhos de Raven são superinteligentes e acionáveis. Agora só falta Raven aplicar em si mesma as críticas que dá as rainhas, pois esse “bronzeado” exagerado já está ficando ridículo e beirando o blackfishing, técnica de maquiagem que faz uma pessoa branca parecer negra.

Este episódio merece 4 coroas.

Confira os looks da runway em:

>  DRUK | S03E03 | Runway: Happy Campers in the Great Outdoors

Recap por Kevin O’Keeffe no Xtra. Leia mais notícias de Drag Race UK S3 aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Drag Race UK

RuPaul's Drag Race UK é renovada para a quarta temporada e as inscrições já estão abertas.

Mundo

Uma maldição silenciosa e sedutora ronda as franquias do Ruverso: a do primeiro win. Entenda como ela age e quem são as suas vítimas.

Drag Race UK

Duas performances medíocres levam a um necessário puxão de orelha que a temporada precisava! Confira a resenha do quinto episódio de RuPaul’s Drag Race...

Drag Race UK

Confira os looks que as rainhas desfilaram na runway “Expenny Henny” do quinto episódio de RuPaul's Drag Race UK 3. Quem merece Toot e...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.