Connect with us

Hi, what are you looking for?

All Stars 6

AS6 | Ruview do 3º episódio

Mana, continue achando que você não tem escolha para este duelo de dublagem icônico! Confira nossa resenha do terceiro episódio de RuPaul’s Drag Race All Stars 6.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 8 min de leitura

Ocasionalmente, algo acontece em um episódio de RuPaul’s Drag Race que me faz abandonar meu estilo usual de recapitulações. Às vezes, é uma eliminação particularmente infeliz; outras vezes, é uma mudança no formato que requer comentários.

E às vezes, Laganja Estranja aparece como a Lipsync Assassin e destrói “Physical” de Dua Lipa com tanta força que eu literalmente não consigo falar sobre mais nada.

Porque essa dublagem? Gente. GENTE! Esta é uma batalha da 6ª temporada entre Laganja e TKB. Esta é uma artista drag que não teve o melhor momento em sua temporada voltando para sua redenção total e completa. Esta é uma luta arrasadora, que mostra o quão bem sucedido o formato Lipsync Assassin pode ser com as participantes certas. É a cereja no topo do que já é um ótimo episódio do All Stars 6, e não consigo parar de pensar nisso.

Esta temporada de All Stars é explicitamente enquadrada como uma oportunidade para as rainhas terem uma segunda chance. (Mesmo que, para algumas delas, seja na verdade a terceira.) Mas onde o All Stars 5 apresentou as Lipsync Assassins como uma espécie de força imbatível para as rainhas conquistarem – e muitas vezes elas não cumpriam essa reputação – All Stars 6 está dando às rainhas que retornam suas próprias chances de redenção. Laganja começar a brilhar é uma grande parte do que faz este episódio funcionar, porque mesmo que Trinity não ganhe, a dublagem é, no entanto, um triunfo.

>  S12 | Entrevista: Widow Von'Du
>  AS6E08 | Runway | Pop Art

Muito desse episódio é um triunfo, para ser honesto. O desafio é gravar um comercial para o bico drag de cada grupo. Eureka, Scarlet Envy e Kylie Sonique Love se tornam “Rainhas do Exorcismo”, isto é, rainhas fitness que também realizam exorcismos. Trinity, Ra’Jah O’Hara, Yara Sofia e Pandora Boxx criam a “Fix-It Bitch”, uma empresa de solução de problemas que depende um pouco demais de fita adesiva e oração. E Silky Nutmeg Ganache, Ginger Minj, A’keria C. Davenport e Jan assumem o Rent-a-Queen, um serviço de pseudo-acompanhantes com drag queens preenchendo os buracos… em seu calendário social.

Imediatamente, você pode sentir como cada grupo se sairá: Eureka e Scarlet são boas em improvisos, mas a presumida showgirl Kylie não tem certeza se será capaz de acompanhar quando elas saírem do roteiro. Silky observa que sua equipe tem muitas ideias e quase diz a eles para manterem as coisas simples, mas se preocupa em assumir o controle após sua má recepção da 11ª temporada. (Isso aparentemente vai além dos fãs e incluiu colegas e promotores que trabalharam com ela também.) Enquanto isso, a equipe que teoricamente teria mais tensão – Trinity e Yara, considerando que cada uma escolheu o batom da outra nos últimos dois episódios – na verdade coloca tudo de lado e faz o bom trabalho.

Uma grande parte disso vem das atitudes de Trinity e Yara: Yara está perfeitamente bem fazendo o seu, enquanto Trinity diz especificamente que se preocupa mais com elas trabalhando juntas de forma eficaz. Ra’Jah tenta ser a pacificadora, mas felizmente seus serviços não são necessários. E Pandora, que tem experiência em trabalhar em comerciais locais em Rochester, tem experiência técnica para liderar a equipe.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Não é nenhuma surpresa que quando chega a hora de gravar seus comerciais, o Team Fix-It Bitch é o mais preparado. Eles têm um foco muito específico e o executam bem. Seu projeto final também é o melhor, já que eles se inclinam para a comédia em que suas correções não são realmente eficazes. Quando Trinity tem dedos maiores que o salto, a solução é apenas jogar um pouco de fita adesiva em seu pé. “Obrigado, Fix-It Bitch? Eu me sinto fabulosa?” Trinity. É um ótimo anúncio, e Trinity se destaca como a pessoa que mais ri com sua comédia sutil. Elas são a equipe vencedora, e Trinity leva sua primeira vitória no desafio principal na história do programa.

A equipe de Eureka se dá muito bem com Exorcise Queens, embora, como a equipe vencedora observou no Untucked, seu anúncio não é tanto um anúncio, mas uma encenação. Eureka realmente brilha na comédia física, levando sua equipe a ficar salva, mas Kylie é surpreendentemente reservada. Michelle Visage a critica um pouco por não ser uma personalidade grande o suficiente, observando as maneiras como a série evoluiu desde a segunda temporada. É interessante comparar Kylie com suas irmãs Yara e Pandora do início da temporada: elas têm as habilidades de performance e personalidades específicas para trabalhar efetivamente em desafios como esses, enquanto Kylie se saiu melhor até agora no desafio do Ball.

>  S10 | Comentários do 12º Episódio
>  RuPaul's Drag Race Holi-slay Spectacular | Comentários

Independentemente disso, todas elas são salvas, enquanto a equipe de Silky está no bottom e aptas para a eliminação. É um pouco chato que haja quatro piores esta semana, e as rainhas não parecem saber como processá-lo. Quase imediatamente, eles tentam fazer algumas divisões: Ginger argumenta que suas críticas foram tão boas que ela teria ficado no topo se não tivessem sido julgadas por equipes. Ela é muito engraçada na esquete, especialmente em sua voz e aparência de “Richard Slimmons”, mas é um pouco exagerado dizer que ela estaria no topo. (Eu teria colocado Ra’Jah e Pandora no top2.)

Embora o anúncio do Rent-a-Queen tenha momentos engraçados, há muita coisa acontecendo. E porque eles têm que passar por todas as diferentes tomadas, algumas das tomadas não são suficientes. Silky não consegue fazer tanto quanto poderia, A’keria tem algumas falas vacilantes e algumas partes de Jan estão realmente errados (particularmente na cena do funeral). Na verdade, eu me lembro mais do anúncio delas do que do Exorcise Queens, mas o produto geral simplesmente não era coerente o suficiente para justificar que elas não se tornarem o time perdedor.

Nas deliberações dos jurados, rapidamente se reduz a duas rainhas possíveis: A’keria ou Silky. Embora eu ache que Silky mereça esse lugar, o desempenho de A’keria no comercial final me parece melhor do que o de Jan. Ela se esforça mais na gravação, mas eu tenho que me perguntar o que mais importa: o produto final ou como você chega lá? Eu diria que o primeiro, mas as próprias rainhas não parecem concordar. A votação é realmente dividida, com Eureka, Ginger e Ra’Jah se juntando a Silky na votação para tirar A’keria.

No entanto, todo mundo vota Silky, e depois que Laganja arrasa na dublagem, ela é realmente eliminada. (Mesmo se Trinity tivesse vencido, o resultado teria sido o mesmo, já que ela também escolheu o batom de Silky.) É uma eliminação emocional, com Ru ofegando com o resultado, e Silky abraçando A’keria de perto enquanto ela era dispensada. Antes de deixar o palco, ela compartilha algumas palavras finais:

“Eu faço esta oração todas as manhãs: para ser a cabeça e não o rabo, o começo e não o fim, a pacificadora não o drama, e todas as coisas serão acrescentadas a você. Então, obrigada”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Silky admite neste episódio que sua reputação na 11ª temporada continua a lançar uma longa sombra, e é algo de que ela provavelmente não poderia ter escapado. Pensar demais em seu desempenho anterior torna difícil se destacar agora. Pense na atitude de Silky sobre isso em comparação com Ra’Jah: a última chegou pronta para escrever um novo capítulo, enquanto Silky não parece estar pronta para seguir em frente.

Mas se alguém neste episódio promete um caminho a seguir, é a nosso Lipsync Assassin. Eliminada anos atrás em um episódio em que teve um acesso de raiva no Untucked, Laganja voltou mais segura de si do que nunca. Ela atua com confiança, graça e um verdadeiro senso de identidade. Às vezes, leva apenas algum tempo para fazer as pazes com o que aconteceu no passado e seguir em frente de uma nova maneira.

Mas se este conceito de jogo dentro do jogo (quando vão parar de sugeri-lo e enfim mostrá-lo?) for algo parecido com os desafios anteriores do Rudemption, Silky pode ter uma chance de seguir em frente ainda mais cedo do que o esperado. Se ela conseguir encontrar a centelha que teve na 11ª temporada, tome cuidado. De qualquer um eliminado até agora, eu colocaria minhas fichas em Silky voltando para a competição.

>  S13 | RuView do 15º episódio, Reunião
>  S13 | RuView do 6º episódio

DESAQUENDANDO AS CONSIDERAÇÕES FINAIS

Mencionei a dublagem fenomenal de Laganja, mas ainda não elogiei sua apresentação como uma Lipsync Assassin. Quando a cortina sobe no topo, ninguém está lá, o que causa alguma confusão (e Michelle se oferece para ser a dubladora). Então, de fora da tela: “Oh, vocês queriam uma reviravolta, hein?” Ela pula no local onde a cortina estava e exclama: “Come On, All Stars 6, ler’s get sickening!” É um momento instantaneamente icônico, um retorno à introdução da sexta temporada, e imediatamente deixa Trinity preocupada. “Aquela primeira façanha não conta”, ela fala sem rodeios.

Após a dublagem, Trinity consegue outra fala engraçada, quando diz sobre Laganja: “Não a traga de volta”. Esta é apenas a segunda perda de dublagem de Trinity, e foi uma luta difícil.

Uma grande salva de palmas para Ra’Jah por ser a única a reconhecer que Trinity está chateada nas deliberações das rainhas por não ter sido parabenizada e, em seguida, dedicar um brinde para ela. Ela começa a tentar refutar os sentimentos de Trinity, e até mesmo olha para a câmera, mas eventualmente coloca isso de lado e assume a liderança para acertar as coisas com Trinity. Ela realmente entrou nesta temporada com um ponto de vista totalmente novo. Ela continua a ser a estrela em ascensão nesta temporada.

>  S13 | Prévia do 1º episódio
>  S12 | RuView do sétimo episódio

Tia Mowry é nossa jurada convidada esta semana, e ela está bem! Parece boa o suficiente e fica devidamente impactada com a entrada de Laganja. Mas ela realmente não oferece muito em termos de brincadeiras ou críticas na passarela. Um pouco abaixo de Big Freedia.

Por algum motivo, as equipes são divididas por altura para este desafio. Isso leva Ra’Jah a exclamar: “Altos versus pequenos, vadia!” Eu amo uma referência do Real Housewives of Atlanta em Drag Race.

Este não é tanto um pensamento final, mas apenas algo que escrevi em minhas anotações enquanto assistia o episódio: A’keria tem realmente o sorriso mais deslumbrante desta temporada. Vê-la se iluminar ao brincar com Ross Mathews sobre seu visual na passarela é um prazer.

A categoria de desfile desta semana é Rudemption Runway, retornando do All Stars 3. Esta é uma ótima sugestão – refaça um visual ruim da sua temporada! – mas as escolhas desta vez me intrigam. Scarlet’s faz mais sentido, já que seu visual de entrada foi um desastre infame. Talvez sem surpresa, seu retrabalho é de longe o mais impressionante.

Coco Montrese enviando Serena ChaCha para casa, Brooke Lynn Hytes e Ra’Jah tendo uma batalha na 11ª temporada e agora Trinity e Laganja trazendo a excelência da 6ª temporada para o palco principal. Continuaremos a ver combates apropriados para este All Stars 6? Ou isso foi apenas um divertido conjunto de coincidências?

Advertisement. Scroll to continue reading.

Este episódio merece 5 coroas!

Confira os looks individuais da runway em:

>  AS6E03 | Runway | RuDemption Runway

Resenha adaptada do Xtra. Para ler mais sobre AS6 clique aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Click to comment

Deixe uma resposta

Veja Também

All Stars

Confira os looks que as rainhas desfilaram na runway “I’m Crowning” do episódio 1 de RuPaul's Drag Race All Stars 7. Quem merece Toot...

All Stars

A estréia do All Stars 7 foi um dos melhores episódios da história do show, me emocionei, ri, quase chorei... Este All Winners promete...

All Stars

Confira os looks de entrada das rainhas de RuPaul's Drag Race All Stars 7. Quem merece Toot e Boot?

All Stars

Assista a prévia do primeiro episódio de RuPaul’s Drag Race All Stars 7.

Advertisement

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2022 © Todos os direitos reservados.