Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

POSE

Pose | S03E05 | Something Borrowed, Something Blue

E A CATEGORIA É VIVA, ARRASE E POSE! Confira a resenha crítica do quinto episódio da temporada final de POSE.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 5 min de leitura

É difícil, às vezes, apontar exatamente quando uma cena particularmente doce entra em território meloso. O que torna tudo ainda mais difícil é que, como acontece com os gostos culinários, a quilometragem de cada um pode variar. O que é enjoativo para alguns pode oferecer apenas a quantidade certa de açúcar elevado para outros; o que é apenas suavemente meloso para você pode ser muito enjoativo para mim. Fiquei pensando em como doce é doce demais enquanto assistia “Something Borrowed, Something Blue” de Pose. Às vezes, o episódio parecia uma confecção muito indulgente que me deixava com os dentes doendo.

Eu elogiei Pose por sonhar com um mundo de contos de fadas para seus personagens. Por presentear os dois, presentes e futuros, eles não poderiam ter imaginado para si mesmos. Por ser um farol de otimismo e alegria situado em um período de tempo em que tais possibilidades brilhantes esmaeceram tão rapidamente quanto brilharam. Mas com “Something Borrowed, Something Blue” comecei a sentir que esses pedaços revestidos de doce precisavam ser cortados com algo, qualquer coisa, para ser melhor dirigido. Nem tudo tem que ser amargo e azedo, mas isso não significa que tudo tem que ser melado e gelado. Todos nós precisamos de uma refeição antes de nos deliciarmos com as sobremesas.

Por falar em refeições: foi durante a cena do jantar no início do apartamento recém-reformado de Blanca (cortesia de uma Elektra recentemente rica; mais sobre isso à frente) quando comecei a sentir que este episódio seria demais para mim. Olhando para os móveis elegantes que sua mãe deu a ela e às mulheres que a apóiam em sua mesa (“uma magnata, uma modelo, uma contadora e uma futura enfermeira”), Blanca passa a nos contar o que o programa deveria ter aprendido agora que seria melhor ter apenas mostrado. Quão raro é para ela sequer conceber o sucesso de todos ao seu redor. É um momento doce. Mas então, ao longo do episódio, temos variações desse discurso, momentos em que os personagens de Pose soam quase muito didáticos. “Estou tão feliz por ter sobrevivido a isso”, diz Blanca. “Não ousei sonhar tão grande”, admite Angel. A categoria de noivas, explica Elektra, “foi uma maneira de nos dar a chance de experimentar o que o mundo exterior consegue viver”. E, como diz Blanca: “Todo mundo consegue viver em um mundo de ‘talvez’. Mas vivemos em um mundo que nunca vai acontecer”.

>  Pose | S03E01 | On the Run

A cada passo, momentos pungentes em “Something Borrowed, Something Blue” são prejudicados por diálogos que explicam as motivações dos personagens. “Sua noiva é diferente de qualquer outra”, Elektra diz a Papi. “Ela será a primeira. A primeira de uma comunidade que foi excluída do felizes para sempre”.  Ela destaca porque o casamento é tão importante para ela, para Blanca – e sim, até para Angel, que inicialmente estava muito feliz com uma cerimônia na prefeitura. Mas tudo o que essa franqueza faz é entorpecer o impacto emocional da história que está sendo desenhada: há muito para contar, o episódio deixa pouco espaço para ser mostrado.

Um elemento que funcionou perfeitamente foi o confronto entre Elektra e o dono da loja de noivas. “Você não tem que nos aceitar. Você apenas tem que aceitar o nosso dinheiro” é uma frase comovente, mesmo quando é entregue com o veneno arrogante que Dominique Jackson infunde. Angel pode estar conseguindo viver sua fantasia romântica (repleta de montagens de compras e uma eventual punição de “Uma linda Mulher conhece Os Bons Companheiros” pela loja de noivas), mas a série nunca esquece de polvilhar seu mundo com pessoas ansiosas para abraçar sua própria transfobia até o ponto onde eles negam a si mesmos um belo cheque.

>  POSE | S02E06 | Love's in Need of Love Today

Sobre essa nota: Elektra gongando até a alma do dono da loja de noivas, “Eu vi minha parcela justa de homens reais e posso garantir que não estou olhando para um agora.” É mais uma prova de que, se houver justiça, Jackson deve estar subindo no topo das listas de todos os candidatos na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante do EMMY.

Outra grande fala de leitura dela? “Eu estava destinado a ter mais moedas do que o Tio Patinhas”. Ah, e aqui está outra: “Eu me tornei o McDonald’s da indústria do sexo por telefone”. Eu adoro este último em particular porque parece o slogan perfeito para um filme estilo “American Hustle” sobre a ascensão de Elektra. Mas, como muitos na temporada final de Pose, um enredo tão suculento foi comprimido ao ponto onde mal consegue tração suficiente para se tornar verdadeiramente agradável. Talvez seja a contagem de episódios (sete aqui, ao contrário dos dez da segunda temporada), mas continuo desejando que esta terceira temporada tire o pé do acelerador. Este episódio em particular, entre a história acelerada de Elektra da pobreza à riqueza e a revelação do filho desconhecido de Papi, pareceu muito abrupto, como se fôssemos forçados a avançar alguns episódios dignos de render mais material para a história para que pudéssemos chegar ao final desse episódio em que Angel e Papi precisam reavaliar seu compromisso – um com o outro, com a vida que construíram juntos e, mais especificamente, com o casamento luxuoso que Elektra está lhes oferecendo .

Advertisement. Scroll to continue reading.

Com dois episódios pela frente, espero que o show pare de correr para a linha de chegada. Queremos ver Pose desfilando, não correndo.

>  #28 | Pose S01E02: Access

Tens Across the Board

Como você sabe que a Elektra não só tem dinheiro de sobra, mas também gosto de guardá-lo? Ela tem uma pintura de Basquiat de 1983 (“Eyes and Eggs”) em sua sala de jantar!

“Ela parece uma Lady Diana porto-riquenha”, nenhuma palavra mais verdadeira que essa já foi dita. Indya Moore parecia divina em cada um de seus vestidos de noiva, mesmo que a montagem inteira parecesse tirada diretamente do filme Sex and the City, repleta de três personagens dando sua aprovação ou reprovação para cada vestido.

“Não me venha com essa besteira machista latina” – um imperativo que todos devemos seguir em qualquer dia. Ninguém tem tempo para isso.

Eu realmente espero que possamos conhecer Jerome do clube de strip, o boy de Lulu.

Uma cena de stripper com a música de Prince? Quer dizer, posso ter alguns problemas com a escrita esta semana, mas devo dar crédito a quem o crédito é devido: isso foi divino.

Já que Pose está chegando ao fim, poderiam lançar um spinoff de Elektra chefe da máfia italiana de Nova York. Seria TUDO!!!

Advertisement. Scroll to continue reading.

Este episódio merece 3 coroas.

Resenha por Vulture. Para ler mais notícias de Pose clique aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Notícias

RuPaul's Drag Race e Pose fazem bonito no Emmy 2021 e conquistam 20 indicações ao todo, incluindo Melhor Programa de Competição, Melhor Apresentador e...

POSE

Confira a resenha final dessa lendária série que nos ensinou bastante e fará muita falta. VIVA, ARRASE E POSE! 

POSE

E A CATEGORIA É VIVA, ARRASE E POSE! Confira a resenha crítica do penúltimo episódio da temporada final de POSE, o casamento de Angel...

Celebridades

Billy Porter descobriu o diagnóstico em 2007 e conta que foi o pior ano de sua vida, mas declara "Eu tenho vivido isso e...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.