Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Babados

Plastique Tiara causa polêmica no OnlyFans

O conteúdo de Plastique Tiara no OnlyFans tem gerado polêmica por ser considerado fetichização de mulheres trans. Entenda tudo a seguir.

Compartilhe!
🕓 5 min de leitura

A pandemia causada pelo COVID-19 mudou a forma como consumimos entretenimento. Se antes comparecíamos presencialmente a eventos como shows, cinema, teatro e boate, com o distanciamento social tivemos que recorrer aos meios virtuais para nos mantermos entretidos.

Com o fechamento de boates e casas de show as drag queens foram fortemente impactadas, pois ficaram sem trabalho. Logo várias rainhas recorreram à internet para conseguirem renda e um dos destinos escolhidos por várias foi o serviço OnlyFans, site em que usuários disponibilizam conteúdo exclusivo como vídeos e fotos para quem estiver disposto a pagar uma taxa mensal. Várias queens de RuPaul’s Drag Race aderiram ao serviço, como Sasha Belle (S7), Katya (S7), Shea Coulee (S9), James Ross (Tyra Sanchez campeã da S2), The Vixen (S10), Plastique Tiara (S11), Ariel Versace (S11), entre outras.

>  Plastique Tiara defende Yvie Oddly de ataques de fãs
>  Gia Gunn | 30 Dias em Transição pt1

Vários fãs ficaram felizes em poder ver as rainhas de forma mais íntima, com fotos e vídeos de nudez e até de sexo. Mas Plastique Tiara tem causado grande desconforto e incômodo em vários seguidores que acompanham seu trabalho que tem considerado seu conteúdo extremamente problemático por fetichizar corpos de mulheres trans, já que a artista tem publicado fotos cheias de montagem se passando por mulher.

A maior crítica a tais fotos é por Plastique “se apropriar” de algo que mulheres trans na vida real morrem diariamente apenas por serem fiéis a sua identidade e gênero. Vários seguidores apontaram que é doentio a rainha fazer montagem em seu corpo como se tivesse, de fato, tais atributos físicos, como peitos.

Ainda teve seguidor que afirmou que a tática de Plastique é para atrair a atenção e dinheiro de homens héteros desavisados que não sabem quem ela é uma drag queen performando “feminilidade” em suas fotos, ou seja, “enganando-os” que se trata de uma “mulher”.

Monnikkie Shame, homem cis, drag queen e participante da segunda temporada de Dragula, usou seu stories no Instagram para criticar Tiara, confira a seguir.

“Isso é nojento, lucrando em cima de mulheres trans que morrem diariamente por serem elas mesmas, ainda assim essa rata de Drag Race faz Photoshop de peito e os vende no OnlyFans e vocês a celebram??? Uau, Plastique, você deveria ter vergonha de si mesma e talvez use essa grana do onlyfans para conseguir um novo relações públicas, porque isso não deu certo. Além do mais estou vendo todas vocês, garotas de Drag Race a elogiando… Não se preocupem, eu vou expor seus rabos fudid*s na próxima.

Homens gays, POR FAVOR, podem parar de fingir que são trans por seguidores e grana???? Tipo, isso é nojento pra caralh* e todos que estão amando isso que se fod*m”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Uma fã gringa, DesperateIridella no Reddit, explicou qual o seu incômodo com as publicações de Plastique.

“Como mulher trans, devo dizer que isso me deixa totalmente desconfortável. Em outro post aqui, li um comentário sobre ter inveja da beleza dela. E aqui está o ponto; nós, trans, somos pessoas REAIS, sim fazemos (alguns de nós) cirurgias, mas de qualquer forma somos reais, vivemos assim 24 horas por dia, 7 dias por semana, não importa quão bonitos ou feios sejamos. Exatamente como todas as pessoas. Agora, o grande problema é, ver um homem, que ficou ‘linda’ com um monte de maquiagem, um monte de filtro, almofadas ou, como aqui, o Photoshop, ser chamado de linda mesmo que ela não exista na vida real, comparados a nós, pessoas trans, que claramente não podemos ir direto ao ponto, já que não podemos viver com um filtro na vida real, não gastamos 4/6 horas fazendo nossa maquiagem, e o fazemos sob procedimentos dolorosos para finalmente ser nós mesmas.

Pessoas como Plastique basicamente transformam nossas vidas em uma piada, um baile de máscaras, um carnaval sem fim, e eu prometo a você que é mais doloroso do que uma calúnia transfóbica. Porque devemos ser uma família, e os gays devem realmente desenvolver mais empatia, certamente quando eles fazem drag.

Eu amo drag queens, caso contrário eu não estaria aqui, mas isso não tem nada a ver com isso. E, por favor, não venha até mim dizendo merdas sobre drag queen ultrapassando limites, porque elas não estão, quem está ultrapassando limites são pessoas, como nós, trans, que vivem 24 horas por dia, 7 dias por semana de uma certa maneira, na vida cotidiana, desde ir ao supermercado e correios, NÃO fazendo photoshop em cima de uma mulher cis para promover seu onlyfans.

Também vejo algumas pessoas colocando na mesma frase trans E drag queen, o que é muito, muito, errado e ofensivo em tantos níveis, e é uma loucura porque estamos em um momento em que as pessoas são politicamente corretas, vemos pessoas tentando cancelar alguém só porque disse algo estúpido ou ruim 15 anos atrás, mas ninguém parece se importar com a comunidade trans, especialmente quando falamos sobre drag queens que parece que nossa comunidade deu a elas um bilhete de ouro para zombar de nós, então temos que nos calar, porque se reclamarmos aparecem pessoas não trans explicando para nós que está tudo bem e que não devemos ficar chateadas. Porque, como sempre, somos a última roda”.

>  Ra’Jah O’Hara expõe racismo sofrido em turnê de Drag Race
>  Gia Gunn | 30 Dias em Transição pt5

Contudo, uma importante discussão levantou-se a partir de tal exposição: colocar atributos tidos como “femininos” em uma foto qualificaria Plastique como personificação de ser “mulher trans”?

Conversei com uma seguidora da Draglicious que é mulher trans, Adattla, acerca desta polêmica envolvendo Plastique e a seguir leia seu posicionamento:

“O que as vivências trans tem haver com isso? Minha expectativa de vida é de 35 anos independentemente da Plastique vender essas fotos ou não. Cada corpo é um corpo, cada um vende a imagem que quer! Padrões de feminilidade não são de exclusividade de mulheres. As pessoas é que estão sendo escrotas de ligarem isso a transgenereidade! Eu sou trans e não tenho peitos. Eu acho escroto as pessoas associarem diretamente um homem performando feminilidade a uma mulher trans, tem ideia da problemática disso? Quem tá reforçando esteriótipos não é a Plastique, a Plastique em nenhum momento disse que era mulher ou travesti, quem tá reforçando esteriótipos e sendo escroto é quem tá associando esse rolê da Plastique à transgenereidade”.

Ela continuou e aproveitou para rebater algumas das declarações contra o Onlyfans de Plastique:

Advertisement. Scroll to continue reading.

“Nossa, a fala dessa mulher trans gringa… Como se uma mulher trans não pudesse ser drag. Ou até mesmo mulheres cis… Muitas pessoas fazem photoshop para terem corpos que expressam um padrão de gênero diferente. Um exemplo disso é o @heyreinaldo. Ele não é transfóbico ou está invalidando o movimento trans por isso! Drags usam enchimento, qual a diferença entre usar enchimento e fazer Photoshop? Pra mim nenhuma! Minha vivência não mudou e nem vai mudar em nada por causa do que a Plastique tá fazendo. Sobre ela [Plastique] atrair público de homens heterossexuais que não a conhecem enquanto drag queen, qual o problema? Eles se sentem atraídos pela imagem feminina que ela performa! Um homem heterossexual é um homem que se atrai por uma figura feminina, é normal que as vezes ele veja uma drag queen que performa feminilidade como a Plastique ou a Farrah Moan e se sinta atraído. O que me incomoda é as pessoas ligarem isso de homem performando feminilidade a mulheres trans! Por que ligaram isso a nós? Porque no fundo nos vêem como homens! Querem vender uma imagem de desconstruídos e aliados, mas quando vêem um homem cis performando feminilidade ligam isso a nós, mesmo sem essa pessoa em momento algum ter feito menção à transgenereidade. O que é o caso da Plastique!”

E Adatla encerra falando da pressão estética sob corpos trans.

“Tipo, a Plastique colocou peitos por Photoshop, e ligaram isso a transgenereidade feminina. E eu, que sou uma travesti, não tenho peitos! E tá tudo bem! Alguns homens trans também tem peitos, e eles não são mulheres por causa disso! No fundo isso tudo é só as pessoas mostrando o quanto elas precisam melhorar!”

Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Drag Queens

“Arte é arte e a cor da sua pele não deve determinar o valor dessa arte”, Jaida Essence Hall afirma que não conhece uma...

Destaques

Asia O'Hara mediou um bate papo sobre racismo, igualdade e excelência negra com as últimas campeãs negras de Drag Race: Monét X Change, Yvie...

Drag Queens

“Onde todos vocês e RuPaul estiveram por anos quando eu e outras rainhas pretas sofremos comentários racistas”, Nina Bonina critica racismo do fandom de...

Babados

A rainha brasileira Miss Abby OMG virou alvo do ódio de parte do fandom tóxico de Drag Race.

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.