Conecte-se conosco

Drag Queens

S12 | Entrevista: Widow Von’Du

Widow Von’Du conta sobre como a S12 “mudou sua vida” e impactou na sua arte drag além de dar mais detalhes sobre sua passagem em Drag Race.

Compartilhe!

Publicado

on

🕓 5 min de leitura

Quando Widow Von’Du foi revelada como parte do elenco da 12ª temporada de RuPaul’s Drag Race, ela foi rotulada como “a confiante rainha de Kansas City”, uma superestrela na cena drag de sua cidade natal. Quando ela entrou na sala de trabalho, disse aos espectadores para relaxar a garganta: “porque você está engasgando”.

Ela provou que eles estavam certos: Widow brilhou no primeiro desafio da temporada com sua incrível coreografia e poderosas habilidades de rap, tocada na música “I’m That Bitch”, e garantiu seu legado ao esmagar a concorrente Gigi Goode no lipsync subsequente de “Starships” de Nicki Minaj.

Mas, com o passar das semanas sem mais uma vitória, a pressão começou a afetar a autoproclamada “vadia mais desagradável de Kansas City”. E apesar de ter feito muitos truques desafio após desafio, mesmo realizando cambalhotas personificando a “Femmepire Madonna” no Madonna Rusical, nada parecia levá-la ao topo. Foi o desafio infomercial de “Droop”, quando ela teve que vender seu spray para revestimento da garganta, que finalmente a colocou no bottom 2 – e na frente de um de seus ícones, a diva cantora Chaka Khan. Ela destruiu o palco com sua apresentação de “This Is My Night” contra Jan naquela noite e Mama Ru permitiu que ela continuasse na competição.

Na semana seguinte, as rainhas foram incumbidas de concorrer ao cargo de primeira presidenta drag queen dos Estados Unidos debatendo na frente dos jurados convidados, os atores Rachel Bloom e Jeff Goldblum. Infelizmente, Widow não obteve seu voto e se viu no bottom 2 pela segunda semana consecutiva. Após falhar em acender no lipsync de “Firework”[fogos de artifício], ela foi enviada de volta ao Missouri.

A MTV News telefonou Widow Viúva Von’Du para falar sobre o que a levou ao ponto de ruptura durante as filmagens, o bate-papo com Chaka Khan e quais bares gays visitar em Kansas City.

Ei, Widow! Então você é uma garota da 12ª temporada. Você deveria estar com muitos compromissos para ser incomodada agora. O que você tem feito com o seu tempo?

Eu tenho lavado minhas mãos. Eu tenho trabalhado no meu álbum que sai em 31 de outubro. Ele se chama The [A].

O que esse título significa?

Bem, RuPaul continuou me chamando de THE Widow Von’Du. E foi tipo, esta é a declaração dela aqui. Eu sou A Widow Von’Du. É daí que vem. Então, é nisso que tenho trabalhado. E eu tenho trabalhado na preparação de uma turnê para quando tudo acabar. A turnê “Sim, vadia! Ela pode ser”.

>  Vídeo de Shannel em Celeb Drag Race é divulgado
>  AS4 | Trinity The Tuck defende traje "ofensivo" que usou

Eu estava assistindo ao nono episódio devo dizer que o desafio do debate presidencial pareceu muito difícil. Como foi filmar isso?

Foi meio difícil porque ninguém estava rindo. Você deveria fazer piadas e manter essa seriedade, mas ninguém estava rindo. Então fiquei tipo, eu não sei se essas piadas são engraçadas.

Eu pude ver por que você ficou acordado até as 4:30 da manhã escrevendo.

Sim. Fiquei acordada a noite toda e então tivemos que acordar, prontas para entrar e fazer tudo. Eu fiquei tipo, “Apenas seja engraçada. Apenas seja engraçada”.

E veio na sequência da semana do desafio infomercial. O que a levou ao ponto de ruptura?

Eu literalmente pensei que me saí muito bem no meu debate e apenas ouvir que não me saí bem novamente… Em competições de alto nível, se você não está indo bem, está se saindo mal.

E quando você estava lá no palco principal. Ru realmente escolheu você e disse: “Não se meta em um buraco”. O que estava passando em sua mente?

Eu já estava no buraco. Eu estava escavando a terra em cima de mim. Era isso que estava acontecendo na minha mente. Já chegamos longe demais.

Apololie: um pedido de desculpas falso

>  Barraco Drag: Asia O’Hara Vs. Kameron Michaels
>  S11 | Comentários do 9º episódio

No Untucked, você disse que não estava apenas mentalmente exausta, mas fisicamente exausta. Foi assim que você se sentiu?

Sim. Eu estava tão exausta de tudo e não estava dormindo. É uma competição e você não consegue dormir quando está nervosa.

Mas você conheceu Chaka Khan! Como foi isso?

Isso foi uma mudança de vida. Definitivamente foi um dos melhores momentos da minha vida.

Você realmente matou nessa dublagem. A gente poderia dizer que estava vindo do coração.

Bem, eu não queria dar a Chaka Khan um show ruim.

Você parou de dançar depois de deixar Drag Race?

Parei. Tirei um tempo de folga, talvez três semanas. Então eu fiquei tipo, “Tudo bem, vadia. Você precisa voltar ao trabalho. Você está entediada”.

>  S10 | Comentários do 4º Episódio
>  Shangela faz apresentação musical surpresa na Spirit Awards

Estar em Drag Race mudou sua drag de alguma forma?

Tipo, eu definitivamente não teria desenhado minhas sobrancelhas de preto.

Você fez dois personagens para o Snatch Game. Você acha que foi uma boa ideia? Qual foi o seu pensamento por trás disso?

Eu queria me esforçar e ver se conseguia. Pelo menos eu não fui o pior.

O que estava passando em sua mente quando eles disseram que você teria que se vestir de gato e entrar em uma caixa de areia para o mini-desafio?

Eu pensei, eu tenho um gato, e o que não quero é entrar em uma caixa de areia.

Falando de Chaka Khan e divas icônicas, eu sei que você é uma grande fã de Erykah Badu. Se você tivesse que fazer uma dublagem pela sua vida com uma música de Erykah Badu, qual escolheria?

Tem que ser apenas uma?

Você pode fazer um medley.

“Bag Lady”, “On and On”. Vamos ver o que mais? “Window Seat“ e “Tyrone”.

Todas boas escolhas. Então, se alguém está visitando Kansas City e queira conhecer a vida noturna lá, em que lugares deve ir?

Bem, você tem que ir ao Hamburger Mary’s em Kansas City porque fazemos bingo de caridade com uma drag queen, então você tem um bingo infernal. Depois fique para meu show na sexta-feira. É tudo o que você sempre quis em um show. Temos um elenco brilhante, músicas brilhantes e números incríveis. Em seguida, você pode pular e ir até a Missie B para assistir ao “Dirty Dorothy Show”.

>  Fórum Draglicious
>  S11 | Comentários do 2º episódio

Como essa pandemia está afetando a vida noturna de Kansas City?

Para ser sincero, não tenho muita certeza. Eu realmente não estive em nenhuma videoconferência de grupo grande. Eu acho que as pessoas pensam que não podem me contatar agora porque eu estou no programa. Mas eles podem e eu venho fazendo muitos shows nas Lives do Instagram para sobreviver.

Como você não está na estrada agora, ninguém está, onde os fãs podem encontrar você?

Eles podem me encontrar na minha sala de estar, no Instagram, sendo bem idiota.

Você chegou tão longe na competição. Como as filmagens foram diferentes do que você pensou que seria?

Tudo o que posso dizer é que quem pensa que essa merda é fácil, você certamente entendeu errado.

Para ler mais entrevistas clique aqui. Para ler mais notícias da S12 clique aqui.

Compartilhe!

Saullete é preto, gay e comunicólogo que criou a Draglicious com o intuito de compartilhar com outros fãs seu amor pela arte drag e por Drag Race. Além de informar e entreter seu público, Saullete levanta discussões relevantes para amantes da arte drag e para a comunidade LGBT.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.