DRUK S1 | Blu Hydrangea quer dar visibilidade para a causa LGBT na Irlanda do Norte

“A cultura queer em Belfast é oprimida. Você ainda tem violência nas ruas contra homossexuais”. Blu Hydrangea espera que sua aparição em Drag Race UK ajude a comunidade LGBTQ da Irlanda do Norte.

Modo Escuro

“A cultura queer em Belfast é oprimida. Você ainda tem violência nas ruas contra os homossexuais, é um lugar assustador para se fazer sexo, mas eu quero mostrar às crianças que é legal ser gay na Irlanda do Norte”.

Blu tem como objetivo mostrar aos telespectadores que a Irlanda não é uma “história de terror em que você está preso na idade das trevas e não pode se casar” e explicou que se você é LGBTQ e vem do país, você precisa precisa se libertar e ir embora e trabalhar duro”.

Depois de descobrir a segunda temporada de Drag Race por acaso, a Blu Hydrangea – que tinha apenas 12 anos na época – sabia que queria seguir os passos de concorrentes icônicas como Raven e Manila Luzon (S3).

Blu espera “encantar as crianças” com sua eclética estética de desenhos animados cósmicos e para mostrar o senso de humor irlandês com “muito shade!”. Ela descreve a primeira temporada como tendo uma “irmandade”, mas brinca com uma grande “briga que será transformada em grande mercadoria”.

>  AS4 | Trinity The Tuck defende traje "ofensivo" que usou

>  Barraco Drag: Coco Vs. Roxxxy, AS2 pt2

A rainha de 23 anos expressou entusiasmo, em particular, pelos bordões que Drag Race UK trará, bem como por seu retrato autêntico da cultura britânica.

“Eu não quero ofender ninguém, mas o drag britânico é apenas grandioso por excelência, não é? É a extravagância com peitos. Logo no início, mostramos a cultura britânica, pontos de referência britânicos, é britânico desde o início”.

Embora ela seja – em suas próprias palavras – uma “rainha das redes sociais”, a Blu pretende abandonar essa imagem preconcebida e provar ao público que ela é uma artista talentosa, mas brinca que isso não importa, a menos que a BBC Three forneça aos fãs legendas para seu forte sotaque irlandês.

“Espero que eu prove às pessoas que não sou apenas um rosto, não sou apenas ombros pra cima. Eu sou uma rainha de pleno direito e sou um ser humano flamboyant pronto para conquistar o mundo através da drag, querida!”

 OUÇA MEU PODCAST SOBRE AS EXPECTATIVAS COM DRAG RACE UK AQUI

>  AS4 | Gia Gunn revela que conspirou com Trinity em Drag Race

>  Chá com a Tati - Redes Sociais

As entrevistas das rainhas da primeira temporada foram concedidas para o portal britânico Gay Times. Elas mandaram a real sobre sua jornada drag, como o show britânico se compara ao original e o que podemos esperar dessa versão. O elenco da primeira temporada é composto por Baga Chipz, Blu Hydrangea, Cheryl Hole, Crystal, Divine De Campo, Gothy Kendoll, Scaredy Kat, Sum Ting Wong, Vinegar Strokes e The Vivienne.

RuPaul retornará como apresentadora e jurada principal ao lado de sua melhor amiga Michelle Visage, bem como dos novatos Alan Carr e Graham Norton, que revezarão em todos os episódios como Ross Matthews e Carsson Kressley no original americano.

>  S10 | Billboard entrevista: Monique Heart

>  S10 | Prévia do décimo episódio

Drag Race UK terá várias estrelas britânicas convidados como Lorraine Kelly, Stacey Dooley, Cheryl, Maisie Williams, Geri Halliwell, Andrew Garfield, Michaela Coel, Jade Thirwall, Twiggy, MNEK, Curtis Pritchard e AJ Pritchard.


Drag Race UK vai estrear em 3 de outubro, quinta-feira, na emissora britânica BBC Three e iPlayer. Serão oito episódios com duração de 60 minutos cada. Para ler mais notícias de Drag Race UK clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here