Conecte-se conosco

RuView

DRUK S1 | RuView do 5º episódio

Comentários e análise crítica do quinto episódio da S1 de Drag Race UK.

Compartilhe!

Publicado

on

🕓 6 min de leitura

Foi ao ar o quinto episódio da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK! A seguir posto meus comentários e análise que rolou. Contém spoilers.

As rainhas voltam para a sala de trabalhos e lamentam  a eliminação da hilária Sum Ting Wong. Mas já estamos acostumados com isso, então vida que segue.

No sofá enquanto Baga e Vivienne celebram a vitória dupla no Snatch Game, algumas Queens acham que não foi merecido. E Divina aproveita para reclamar de novo que foi interrompida várias vezes no desafio pela dupla vencedora. Vivienne acha que o jogo chegou num ponto em que as amizades ficaram de lado e vai ser cada uma por si. DRAMA!

MINI-DESAFIO

Mama Ru aparece e anuncia um dos melhores desafios do show que sempre aguardamos: a biblioteca está oficialmente aberta, YASSSSSS!!!

O que posso falar desse desafio de Shades? As Queens britânicas não tem papas na língua e gongam suas irmãs sem medo de ser feliz. E elas não parecem se importar nenhum pouco com os shades que estão mais para ofensas pesadíssimas.

“Baga Shits (merdas), quantas vezes teremos que dar descarga para nos livrarmos de você?” – Crystal

“The Vivienne: a prova que se pode polir merda” – Crystal

Os shades da Crystal foram os mais pesados? Talvez, mas também foram os melhores. Rainha!

Blu disse para Cheryl o que queremos dizer desde que a temporada começou:

“Cheryl Hole, sabemos que sua maior inspiração drag é a Alyssa Edwards. Você tem a dança, a personalidade escandalosa, é dentuça e tem os pneuzinhos”.

“Baga Chipz tenho uma dica de maquiagem para você. (Aí Blu tampa o rapto da queen com um saco pardo de papel) Nas palavras de Baga Chipz: MUITO MELHOR”.

Blu só tem cara de inocente, mas é o próprio demônio reencarnado. Porém a vitória foi para a Crystal, que pode escolher qual seria seu grupo para o desafio principal que será uma batalha de Girl Bands!

Time da Crystal tem Vivienne e Cheryl, o outro ficou com Baga, Blu e Divina. Que a melhor equipe vença!

As Queens terão que escrever versos para seu primeiro e último single de despedida da banda. O produtor e técnico da música será o incrível cantor britânico MNEK (mozão).

A gravação de música com o MNEK é hilária, mas fica aquele alerta, será que as Queens vão conseguir entregar uma boa música e performance? Pois até agora vimos que nos lipsyncs elas deixam muito a desejar. E assim, grupo da Crystal foi meh e o da Baga se saiu bem, será que vai se repetir o mesmo no desafio principal?

>  S11 | Comentários do 8º episódio
>  Drag Race UK | Primeira olhada na sala de trabalhos

SALA DE TRABALHOS

Enquanto as Queens se preparam para o desafio principal, relembram como foi passar pela escola sendo homens LGBTs e todas passaram por maus momentos, sofrendo bullying e agressões de outros alunos que não os aceitavam. Infelizmente o período escolar é traumático para muitas pessoas LGBTs, pois é onde experimentam as primeiras rejeições e agressões na vida.

Divina cita que as coisas pioraram muito entre os anos 1988 e 2000 quando Margaret Tatcher decretou a Seção 28 que proibia a promoção da homossexualidade nas escolas, dessa forma inviabilizando completamente a existência das pessoas LGBTs nas escolas, professores não podiam falar sobre. E assim não se normalizou o convívio de LGBTs na sociedade, facilitando a perseguição de nossa comunidade. De Campo até se emocionou ao relatar que as crianças hoje agem diferente, e ela fica feliz em saber que pessoas LGBTs não sofreram na escola da mesma forma que ela sofreu.

>  AS4 | Rumores | Decisão de RuPaul favorece Valentina
>  A Beleza de Bob te Incomoda?

DESAFIO PRINCIPAL

Então vamos ao que interessa. RuPaul anuncia os jurados da noite e o desafio principal. Enquanto um grupo de apresenta no palco, o outro assiste pela na sala de trabalhos a performance das rivais.

O primeiro grupo é o Filth Harmony (Harmonia imunda).

Vivienne claramente não aprendeu a letra, lipsync péssimo. Já Crystal fraca na coreografia e sem presença. Mas ao menos no grupo tinha Cheryl que arrasou em TUDO: coreografia, letra e presença de palco. A melhor do pior grupo.

E então é a vez de Frock Destroyers.

De longe o melhor grupo: todas em ótima sincronia, melhores versos que elas mesmo compuseram, presença de palco incrível, looks combinando e ninguém ofuscou ninguém. Não tinha nem concorrência para Baga, Blu e Divina: INCRÍVEIS!

A apresentação.

>  Shangela, Monét e Miss Vanjie dublam Frock Destroyers
>  Drag Race UK | Maisie Williams será jurada convidada

RUNWAY E JURADOS

A categoria é “Day at the Races”, um dia numa corrida, apenas as madames na passarela… ou quase isso!

Os jurados como eram de se esperar criticaram e muito o grupo Filth Harmony: sem química, Vivienne não sabia a letra, Crystal apagada, somente Cheryl se saiu bem. Já para The Frock Destroyer foram só elogios: melhor banda, todas em sintonia, se divertiram e ninguém ofuscou ninguém, como deve ser numa Girl Band.

Jade do Little Mix fez boas críticas, sinal que as drags foram bem de verdade.

Na sala de trabalhos as Queens se emocionam com as críticas positivas e negativas dos jurados. Vivienne e Crystal são as mais apreensivas, pois sabem que a permanência delas no jogo está em riso.

Depois de deliberarem, RuPaul dá a vitória do desafio principal para as três drags do Frock Destroyers: Baga, Blu e Divina, algo inédito no show, 3 vitórias no mesmo desafio. E coloca Crystal e Vivienne no bottom 2.

Vivienne recebeu shantay, enquanto Crystal levou sashay away.

>  Por que Bob não pode ser Bob?
>  DRUK S1 | Divina de Campo está trazendo "muita palhaçada” para o show

CONCLUSÃO

As tensões entre as Queens são tão efêmeras que não me causa incômodo vê-las discutindo, pois elas não levam os atritos adiante. E isso é fenomenal pois mostra que o foco delas é o jogo!

MNEK é uma gracinha, ótimo técnico e fofíssimo. Virou crush. Jade uma fofa, que ama drag e o show. Fez críticas construtivas e ainda se divertiu muito na bancada. Voltem mais vezes ♥️

Eu adorei Crystal, era minha drag favorita dessa competição até agora, minhas torcida para levar a coroa. Mas infelizmente, ela saiu. Espero que faça muito sucesso aqui fora, pois é uma artista incrível que merece todo sucesso!

Finalmente tivemos um lipsync bom de verdade! Por conta disso, do desafio principal que foi muito divertido, da biblioteca pesadíssima e sem remorsos, da passarela deslumbrante e do drama na dose certa este episódio merece 5 coroas!

Confira os looks do desfile principal:

>  DRUK | S01E05 | Runway: Day at the Races

Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!

Saullete é preto, gay e comunicólogo que criou a Draglicious com o intuito de compartilhar com outros fãs seu amor pela arte drag e por Drag Race. Além de informar e entreter seu público, Saullete levanta discussões relevantes para amantes da arte drag e para a comunidade LGBT.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2019 © Todos os direitos reservados.