Eureka faz desabafo sobre sua vida nos últimos anos

Modo Noturno

Eureka usou seu Facebook para desabafar

“(Eu sei que eu tenho bastante apoio e eu agradeço por isso. Mas, ainda que eu tente ser positiva nesse post, ainda assim ele é triste e pesado, então se preparem)

Hey, galera. É a Eureka. Vou jogar a real. Tô passando por umas situações ao mesmo tempo que estou tentando processar tudo isso. Eu tenho feito isso por uns dois anos e meio. Eu tenho recebido tanto ódio pelo jeito que eu sou e na semana passada eu comecei a acreditar no que falavam de mim. Nessa semana eu percebi que eu estava errada. Eu queria tanto que gostassem de mim no mundo online já que não importa o quão forte você seja a quantidade de ódio e negatividade que eu recebi qualquer um acharia difícil de ignorar. Eu nem contei meu lado todo da história, pois eu senti que eu nunca seria ouvida já que muita gente passaria os olhos pelo que eu dissesse e começaria a odiar e distorcer tudo o que eu falasse. Eu também achei que se eu fosse honesta e causasse problema pros outros eu não ganharia o programa – e olha só como as coisas são. Eu me escondi muitas vezes achando que eu seria vencedora desse jeito. Eu acabei causando dor a mim mesma de tantas formas e eu deixei minhas inseguranças e coisas que eu já havia superado arruinarem minha experiência em Drag Race. Nesse momento, estou apenas tentando superar tudo isso e perdoar o ódio e a mim mesma. Eu tenho uma família pra cuidar e uma mãe que precisa de muita ajuda financeira. Quando todo mundo começou a me atacar de forma tão intensa eu fiquei com medo de que eu pudesse perder alguma oportunidade. Eu pensei que se eu ganhasse a coroa as coisas mudariam e as pessoas iriam gostar de mim e a maioria dos fãs iriam me levar a sério e eu poderia fazer turnê e levantar uma grana pra ajudar minha família. Eu não posso dizer que não levantei uma grana porque eu consegui. Só que todo o dinheiro vai para as minhas roupas e perucas e projetos para continuar nas tendências mundiais e mostrar meus talentos. Ralei pra caramba para mostrar que eu tinha looks e que eu podia ser uma verdadeira rainha. Eu estava tão desesperada em ganhar que isso arruinou meu espírito. Todo dinheiro que eu consigo que não seja para minhas necessidades, vai direto pra minha família. Eu não quero que sintam pena de mim. Só quero que me entendam melhor.

>  The Vixen expõe contradições de Eureka

Por último, eu tenho lutado para não me sentir vazia ou que eu não tenho valor. Eu não me sinto tão na merda assim desde que eu decidi destransicionar – se é que isso faz algum sentido. Em determinado momento, eu estava vivendo como uma pessoa trans e depois como uma pessoa de gênero neutro. Eu me senti tão esmurrada pela sociedade e por mim mesma (por causa de um namorado abusivo e uma galera de um bar gay local) que eu tentei tirar minha própria vida. Foi assim que eu soube que algo tinha que mudar. E, sabe, foi exatamente assim que tudo o que rolou agora fez eu me sentir. Não importa quantas pessoas dizem que te amam ou o quão forte você parece ser. Ser jogada pra baixo e ser tratada como se você não pertencesse àquele lugar ou que deva ficar longe de tudo aquilo me deixou muito pra baixo. As constantes viradas de olhos, os “você é muito exagerada”, “para de falar”, “cale a boca”, “racista”, “gorda”, “delete sua conta”, “você deveria ter sido eliminada”, “você não merecia estar ali”. São tantas coisas que você simplesmente começa a surtar e acreditar nisso. Eu não quero mais me sentir assim. Eu estou devastada. Eu estou triste. Estou brava. Estou assustada. Estou com medo e estou me sentido vazia por dentro, tudo ao mesmo tempo. Mas as pessoas no meet & greet me dizem que eu as ajudo e ver a beleza e confiança delas me lembra de quem eu sou e do que eu represento ao ter passado por tudo isso. Eu vou ficar bem. Estou animada para voltar ao trabalho, viajar e não competir. Uma benção que eu e meu espírito precisava.

>  Barraco Drag: Eureka Vs. Todo mundo

A moral da história é que você não me conhece e se você se desse a oportunidade de me conhecer você saberia que eu me importo muito com as coisas, que eu trabalho duro e que eu adoro aproveitar a vida. Além do mais, eu vou sair dessa mais forte! Eu serei um sucesso pois eu me esforço pra caramba e vão ter pessoas que verão minha verdade – aliás, já tem gente que vê minha verdade.

>  Shangela fala sobre carreira, All Stars 3, haters, filme com Lady Gaga e mais

Quando eu digo que eu te amo, eu realmente te amo. É assim que meu coração funciona. É por isso que eu me machuco tão fácil.

Eu te amo.

Eureka! – ou David Huggard (o humano por debaixo disso tudo)”

Texto traduzido por @rodcrvl, publicação original.

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here