Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drags

La Más Draga por Eva Blunt

“Se você está procurando um novo reality show para chamar de seu, atenda o pedido de Eva Blunt e conheça a primeira temporada do La Más Draga, competição mexicana da qual ela fez parte”.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 3 min de leitura

Se você é daquelas pessoas que só de saber que um reality show drag existe já não se aguenta de curiosidade e vai logo dar o play para conferir, preciso lhe informar: você está lendo a matéria certa.

Minha dica de hoje é o La Más Draga, cuja primeira temporada estreou no dia oito de maio de 2018, com apresentação e júri de Lorena Herrera, na companhia dos jurados fixos Johnny Carmona, Yari Mejía e Letal.

Reality show que aborda a competição drag no México criada pela La Gran Diabla Producciones, que tem como objetivo valorizar essa arte de todo o nosso país, exaltando nossa cultura, promovendo a união dentro da nossa comunidade. Cheio de glitter, maquiagem e muita diversão!! A brilhar, minhas femininas, e mostrar quem será a mais!

Assim define-se o La Más Draga em sua conta oficial no YouTube, atualmente com 283 mil inscritos e disponível desde 30 de abril de 2018. É através dela que você, caro leitor, pode assistir todos os sete episódios desta season debut.

Elenco da primeira temporada de “La Más Draga”.

>  Vanessa Mateo explica o que passou na sua cabeça durante o "Miss Vanjie! Miss Vanjie"
>  La Más Draga por Debra Men

Semelhante a estrutura conhecida em RuPaul’s Drag Race, não é por isto que o La Más Draga pode ser considerado apenas como uma versão não oficial e local do programa de RuPaul. Com elementos próprios e dinâmica particular, aqui os desafios principais são centrados, em sua maioria, na passarela. As duas piores dublam e, na sequência, cada membro da bancada vota individualmente na rainha que quer salvar da eliminação.

Neste ritmo Deborah La Grande, Margaret Y Ya, Eva Blunt, Barbara Durango, Lana Boswell, Debra Men e Cordelia Durango, elenco original, competiram até o encerramento da temporada, em 19 de junho de 2018. Com exceção do episódio seis, “Día de Muertas”, a famosa reunião, foram seis semanas de disputa pelo título de primeira “Más Draga”.

E quem foi a primeira vencedora? Isto eu não te contarei porque não trabalho com spoilers, porém, posso te ajudar a se convencer a dar uma chance para o La Más Draga, ou, melhor dizendo, deixarei a Eva Blunt, drag que é fina como a Barbie e fuma como Marley, fazer isto por mim.

“As pessoas devem assistir La Más Draga, especialmente se você é um fã de drag, pela mesma razão que eu espero que você esteja assistindo qualquer tipo de competição drag: para obter alguma perspectiva. Sim, RuPaul inspirou a maioria de nós a conhecer este mundo underground que veio a vida, mas isso não significa que é o mesmo tipo de drag em todos os lugares. Nosso drag aqui no México é picante, dramático e exagerado. Adoramos cores, samples de telenovelas para nossos shows e fazemos festas como ninguém. Também lutamos muito por sermos desvalorizados. Os clubes não querem gastar muito dinheiro conosco e a cultura de gorjetas também não é muito popular. Não temos espaços gays seguros suficientes para experimentar nossas fantasias maravilhosas e, no entanto, estou totalmente convencida de que a cada dia estamos ficando mais fortes e melhores”, afirma.

Advertisement. Scroll to continue reading.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by 🍁Eva Blunt🍁 (@evabluntdrag)

>  Pabllo Vittar está no comando de Queen Stars, nova competição drag brasileira
>  Peppermint e Crystal lançam competição drag, “Call Me Mother”

Se isto não é motivo de sobra para você apoiar o programa, Eva ainda tem mais a dizer: “La Más Draga pode nem sempre ter tido os melhores recursos, mas foi criado com o objetivo principal de dignificar e destacar nossa arte. Quando minha temporada estava sendo filmada, éramos como ratos de laboratório em um novo experimento. E agora, a quarta temporada estreará nos próximos meses, então está definitivamente crescendo. Logo, sim, basicamente, se você quer nos conhecer, conheça nossos manifestos queer da vida e, enquanto isso, aprenda um pouco da nossa gíria gay mexicana, este é o programa para você. Só não nos julgue completamente pelo que você vê nele. Nos siga em vez disso e fique engajado com a forma como compartilhamos nosso amor com aqueles que querem receber ele. Drag é vida”, conclui.

E aí, se interessou, ficou curioso? Que tal engajar o La Más Draga? As rainhas mexicanas merecem o seu amor? Vá agora mesmo conferir e me conte depois.

Siga o La Más Draga no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Shows

Tem alguma Dragliciosa por aí querendo um reality show drag para assistir? Debra Men, Miss Simpatia da primeira temporada de La Más Draga, tem...

Brasil

Luzes, câmera, drag! Existe vida depois de RuPaul's Drag Race? Sim, e por todo o globo. Se prepare para maratonar com este guia das...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.