Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

RuView

DRUK S1 | Top 3: Divina de Campo, a poderosa rainha teatral

Divina de Campo, a rainha do teatro que venceu seu medo de competições e chegou ao top 3 da S1 de Drag Race UK. Será que ela leva a coroa? #TeamDivina

Compartilhe!
🕓 3 min de leitura

Antes da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race estrear, Divina de Campo deixou claro que não se dava bem com competições. Em várias entrevistas e no Meet The Queens a rainha expôs que competições sempre tiravam o seu melhor. O que me fez acreditar que ela não duraria muito na competição.

Pois bem, depois de sete semanas muito concorridas, Divina nos provou que é uma grande jogadora e que se em algum momento uma competição poderia deixá-la sem rumo, isso ficou no passado.

>  S11 | MTV entrevista: Yvie Oddly
>  DRUK | Baga Chipz e mãe respondem aos fãs após repercussão de episódio

Desafio após desafio, vimos uma Divina mostrar um trabalho consistente, sempre mantendo seu desempenho de alto nível. A queen foi a única da temporada a não dublar pela sua vida em todos os sete episódios. Não houve sequer um momento em que De Campo correu o risco de ser eliminada, provando o quão focada e dedicada foi sua corrida.

Divina provou ser uma incrível competidora em todos desafios que surgiram em sua trajetória: atuação, comédia, costura, canto e dança. E não foi apenas em sua trajetória solo que a queen deu aula de bom desempenho, pois quando esteve à frente do grupo musical Frock Destroyers, De Campo conseguiu trabalhar com Baga e Blu de modo que tirou o melhor das duas para que o resultado final da coreografia do trio fosse nada mais que espetacular.

>  AS5 | RuView do 4º episódio
>  Drag Race UK | RuPaul e Michelle Visage estão empolgadas

Os anos de experiência no teatro foram um grande triunfo para o desempenho de Divina, mas seu carisma e personalidade contribuíram para nos identificarmos com ela e desejar que chegasse tão longe. Além do mais maturidade pode ser considerado o nome do meio da queen, que mesmo tendo algumas desavenças com The Vivienne, não deixou que o drama entre as duas atrapalhasse seu jogo.

E qual a cereja do bolo nisso tudo? A risada insana de Divina, que se no primeiro momento era algo irritante, com o tempo aprendemos a apreciar e desejar o momento em que ela soltaria sua gargalhada icônica.

(A propósito, outra Drag de risada diabólico que roubou nossos corações este ano foi Yvie Oddly, que venceu a S11 de Drag Race original, seria isso um indício de que já sabemos quem leva a S1 de DRUK???)

Advertisement. Scroll to continue reading.

Divina de Campo chega ao top3 com 3 vitórias e nenhum bottom2, tendo assim o melhor histórico de toda temporada. Será isso suficiente para coroá-la como a primeira Drag Superstar do Reino Unido? Em breve descobriremos.

Leia também:

>  DRUK S1 | Top 3: The Vivienne, a embaixadora que tinha muito a provar

Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

RPDR

Com a temporada 2020, RuPaul’s Drag Race totalizou 19 Emmys ao longo dos anos e fez história ao se tornar o reality recordista da...

All Stars

Saiba como as drag queens são selecionadas pelos produtores para participarem de RuPaul’s Drag Race All Stars.

Drag Queens

Jaida Essence Hall, postou um emocionante depoimento em suas redes sobre sua trajetória em RuPaul’s Drag Race.

Season 12

Na atual temporada de premiações, RuPaul’s Drag Race tem feito bonito e levado várias estatuetas do Emmy 2020 para casa, confira quais prêmios o...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.