Sabrina | Os momentos mais “gays” da série

Modo Noturno

O remake da Netflix de Sabrina estreou há algumas semanas, depois de meses de antecipação a obra é absolutamente brilhante.

A série, estrelada pela atriz norte-americana Kiernan Shipka no papel-título, recebeu aclamação universal, com fãs e críticos elogiando seu tom sombrio e a inclusão de personagens LGBTQ. Então confira a seguir os momentos mais “gays” da série. Contém spoilers!

O relacionamento de Ambrose e Luke

No terceiro episódio, Ambrose Spellman (Chance Perdomo) encontra o padrãozão Luke Chalfont (Darren Mann) durante um velório. Não foi Tinder, Grindr ou Hornet – imagina só! Eles clicaram instantaneamente e, no final do terceiro episódio, rasgaram as roupas um do outro e se pegaram. No decorrer da série, porque Ambrose está em prisão domiciliar por crimes que cometeu contra o Vaticano, ele faz projeção astral em uma lanchonete para ir a um encontro com Luke, que não vai muito bem. No entanto, tia Hilda (Lucy Davis) vem para o resgate e dá a Luke uma poção para ajudar o relacionamento dos dois florescer. A coragem líquida sempre ajuda! Seu relacionamento é então desenvolvido ao longo da série, com Luke dizendo a Ambrose que o ama. Obviamente há mais nessa declaração do que aparenta e vamos descobrir quando chegar a segunda temporada!

>  RuPaul’s Drag Race é vencedor do PGA 2019
>  Resenha | O Mundo Sombrio de Sabrina segunda temporada

O enredo de Susie Putnam

Durante toda a série, a melhor amiga de Sabrina, Susie Putnam (Lachlan Watson) é intimidada – e às vezes atacada – por um grupo de atletas de Greendale, que continuamente zombam de sua identidade de gênero, o que leva à formação da WICCA (Associação Cultural e Criativa Intersional de Mulheres). Depois na série, Susie é confundida por homem, pela avó cega de Roz (Jaz Sinclair), as duas ignoram, e descobrimos que uma grande ancestral de Susie usava roupas masculinas como um “foda-se” ao patriarcado. Em uma entrevista com a SYFY Wire, o Lachlon falou sobre sua própria identidade de gênero e como isso influenciou a personagem.

Eu mergulhei de cabeça primeiro e algumas das conversas [com o Roberto] foram apenas sobre meus pensamentos sobre gênero e minha vida pessoal e minha transição, uma transição muito estranha como foi, e o tipo de pessoa que eu me tornei. Eu sabia quem eu achava que deveria ser. Eu sabia como achava que deveria me identificar e como devo agir e como devo me vestir. Eu sabia disso e acho que pode ser um pouco onde Susie está agora, é que eles acham que sabem que chegaram onde precisam, mas acho que uma jornada LGBT está em andamento, um pouquinho.

Aquela cena de orgia…

É no sétimo episódio da série que as coisas ficam quentes mesmo. Quando Prudence é selecionada como rainha do Banquete dos Banquetes, o que significa que ela será sacrificada e comida pelas bruxas e feiticeiros da Igreja da Noite em troca de se tornar parte da alma do Lorde das Trevas, ela viverá suas últimas horas como qualquer um de nós: morando na casa de sua inimiga, realizando uma orgia. Nunca na minha vida achei que escreveria um artigo com as palavras “Sabrina” e “orgia”. Nós chegamos tão longe! Não vemos nudez, mas testemunhamos Prudence bem animada ao lado de duas mulheres, Ambrose, Luke e Nicholas, com o último convidando Sabrina a participar. Ela se junta a eles? Vá para o sétimo episódio em torno dos 19min25seg para descobrir!

>  Resenha: Russian Doll | Morra e tente novamente
>  Porta dos Fundos | Fábio Porchat vira drag queen em novo vídeo, Fake News

Possessão do tio Jesse

Quando Roz, Harvey e Susie experimentam todas as alucinações assustadoras do tio Jesse, Sabrina projeta-se em seu quarto e descobre que Jesse foi tomado por Apófis, um demônio parasita. Mais tarde, descobrimos que Jesse é gay, e quando o demônio explica por que ele escolheu ocupar seu corpo, ele diz que é porque Jesse é um “sodomita” – que é um termo bíblico para alguém que pratica sexo anal. Depois do exorcismo de Jesse, ele é morto pela Sra. Wardwell/Madame Satan. Eles tinham que matar o cara gay, né?

>  Super Drags | Ilustrador processa Netflix por plágio no desenho Super Drags
>  RENT é o musical menos assistido da TV

“A propósito, ele está em luxúria por você”

Durante o final da temporada, Susie dirige-se à livraria, onde é encurralada por dois dos valentões de Greendale, que comentam sobre sua falta de “seios” e rotulam-na como uma “menininha babaca”. Hilda vem em sua defesa e usa seus poderes para lê-los até a alma, antes de dizer ao jovem loiro que seu amigo de cabelos escuros está em “luxúria” por ele, em outras palavras o desejando sexualmente. Será que esse pode ser algum sub enredo para a segunda temporada? Veremos!

Via Gay Times.

Ajude a manter a Draglicious viva, saiba como clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here