Carta pública de Tyra Sanchez para RuPaul, expondo a indiferença de Ru e o racismo em Drag Race e do fandom

Modo Escuro

Tyra Sanchez, drag queen campeã da segunda temporada de RuPaul’s Drag Race, após a Reunião da S10 publicou em seu facebook uma carta endereçada a RuPaul, contando sobre o próprio passado, contestando o comportamento da apresentadora no tratamento dado as drags queens negras no reality e denunciando o racismo da produção e do fandom do show. Confira a seguir a tradução.

“Caro RuPaul,

Tentei ignorar seus comentários de ontem à noite esperando que eles desaparecessem no dia seguinte. Aqui estamos nós no dia seguinte e adivinha só: seus comentários ainda estão na minha mente.

Você disse “pessoas brancas me julgam por ser negro, pessoas negras me julgam por ser gay, pessoas gay me jugam por ser muito feminino”. Entretanto, você não mencionou o que Vixen estava se referindo ou falando: PESSOAS GAY TE JULGANDO POR SER NEGRO.

Nem todo mundo é como você Ru. Nós podemos simplesmente ignorar problemas e esperar que eles desapareçam. Já imaginou se Martin Luther King ignorasse os sonhos dele? E se Marsha P. Johnson ignorasse a polícia e nunca começasse aquele tumulto? A nossa bunda gay nunca teria o momento do Orgulho ou a igualdade que nós temos tanto lutado para conseguir. Então falar para alguém ignorar alguma coisa que pode arruinar totalmente sua reputação é simplesmente estúpido. Sabe de uma coisa? Uma vez você me disse para ignorar uma coisa e eu diz. Que burrice a minha…

Você me telefonou (foi a primeira – e única – vez que eu falei diretamente com você). Era o Dia dos Pais de 2012. Eu me lembro perfeitamente deste dia, porquê eu pensei comigo mesmo “esse cara não se importa com nada. Ele nem me desejou um feliz dia dos pais”.

Tyra e seu filho Jeremiah.

>  Eureka | Carta de amor para a comunidade LGBTQ

>  AS4 | Monét X Change está pronta para dominar a indústria da música

>  Os Simpsons | Tudo sobre a participação de Raja e RuPaul na série

Eu estava numa livraria em São Francisco com meu filho com você ligou. Tínhamos acabado de sair da sessão de Homens de Preto 3 no cinema e decidirmos comprar alguns livros. Meu telefone tocou – e era um número bloqueado. Eu nunca atendo números bloqueados, mas, por algum motivo, eu não ignorei esta – então eu atendi. A voz do outro lado disse “Hey, Erê”.

Eu fiquei em choque ao perceber que era você, pois, eu tentei falar com você inúmeras vezes nas semanas anteriores pra te dizer que eu estava em lidar e ignorar algumas situações (o racismo na SUA fan base, tentativa de suicídio, fama). Você nunca respondeu meus e-mails. Ao invés disso, sua assistente (Joelle) me ligou. Ela me ligou duas semanas antes de sua ligação. Claro que ela era branca. E eu, com 24 anos, não me senti confortável de falar com uma mulher branca sobre problemas de homens negros. Então, eu menti pra ela e disse que estava tendo problemas em escrever um livro – e eu tenho certeza que ela sabia que era mentira, já que ela ligou totalmente preocupada (quase tendo um ataque de pânico) como uma mãe tentando salvar seu filho; tudo por causa dos meus e-mails. Pelo menos ela se importou.

Ru, nos falamos pelo telefone por uns 10 minutos. Eu te falei sobre as coisas horríveis que aconteceram comigo na noite passada com a JC Events e como eles me trataram. Tratamento, aliás, que eu já estava acostumada, já que acontecia de novo e de novo. Promotores ácidos como o PJ de Akron, OH que espalhou mentiras e rumores sobre mim para outros clubes e promotores – mas que ainda assim te deve dinheiro pois cai fora cedo antes de pagar as performances. Pessoas de merda como essas. E tudo o que você me disse foi simplesmente “Ei, sabe, erê. Você precisa ignorar isso. Quer dizer, o que você pode fazer? Vai mudar alguma coisa?”

Eu te disse que eu falei umas verdades pra JC Events pois eles venderam para os meus fãs para eles conseguirem entrar no meet & greet produtos piratas sem me pagar nenhum direito autoral. Cobrando dos meus fãs pôsteres que ele mandou imprimir sem nenhum conhecimento meu e obrigando que comprassem para poder me conhecerem. Produtores de merda. Você riu e perguntou “mudou alguma coisa?”. Eu disse que não e você riu mais ainda. E disse, de novo, para ignorar essas coisas.

Não me entenda mal, Ru. Eu consigo ignorar isso. Eu faço isso por anos. Assim como eu ignorei JC Events até não ter mais nenhum fã na fila ou as mentiras de PJ, que, aliás, ainda me deve dinheiro. Você me disse pra ignorar – eu ignorei. E como ignorar isso me ajudou em alguma coisa? Me diga. DESDE AQUELES DIAS EU AINDA ESTOU AQUI TENDO QUE DEFENDER A MINHA REPUTAÇÃO COM PROMOTORES DE EVENTOS POR CAUSA DESTES DOIS. ELES SÃO BRANCOS. TUDO O QUE ELES DISSEREM SERÁ VERDADE E TUDO O QUE EU DISSER É MENTIRA.

PJ me contratou três vezes durante o meu reinado. Na terceira vez ele saiu mais cedo sem me pagar e começou a espalhar mentiras sobre mim. Disse para outros promotores que eu não era profissional, fazendo com que eu perdesse shows. As mentiras dele se espalharam feito fogo. Até hoje eu não entendo como você pode contratar uma não profissional três vezes. Toda Drag Race Queen que ele contratou ele foi lá e contou as mesmas mentiras. E claro que essas Queens (sem saber que eram mentiras) contaram para os outros clubes – até que todo mundo acreditou nelas. Mentiras criadas por ele não ter culhões pra me enfrentar.

>  #18 | Drag Race S10E09: Breastworld

>  RuPaul's Drag Race leva o prêmio de Melhor Reality de Competição no MTV Movie & TV Awards

>  S10E05 | Runway | Denim & Diamonds

De novo. Como você me aconselhou, eu ignorei. Nunca falei disso até agora. Deixei o mundo todo acreditar que eu não era profissional. Eu ignorei isso e aquilo, fazendo de tudo para provar em todos os eventos que eu conseguia que tudo o que PJ & JC Events disseram sobre mim era mentira. Eu fiz o barro acontecer, mas isso não mudou nada. As mentiras continuaram. Quer dizer que eu devo ignorar isso tudo mesmo quando isso está interferindo no meu modo de viver? Eu deveria, então, ignorar Morgan McMichaeles também por causa de uma ligação que fez com que eu perdesse um evento e depois ter postado um vídeo falando um monte de mentiras sobre mim também, né? Eu acho que, na verdade, eu tenha que deixar o mundo todo acreditar em mentiras.

Na noite passada você disse “Olha pra mim, eu vim do mesmo lugar”. Então, Ru, você mais do que ninguém sabe que nós, Queens negras, temos que lidar com muita coisa. Mas você escolheu ignorar tudo isso. Não me entenda mal. Eu sei que você teve que ignorar um monte de coisas no passado. Mas, algumas coisas precisam ser endereçadas e faladas. Como a SUA fanbase racista.

Eu costumava ser sua maior fã e hoje eu estou até envergonhada de estar ligada a seu programa. SUA fã base é racista. Mas você ignora isso. SUAequipe de produção é racialmente tendenciosa. Mas você ignora isso. Quando você vai se levantar e corrigir a loucura que SEU show causou? Você sempre fica falando “todo mundo diga amor” ou “Posso ouvir um amém?” e quer que o mundo acredite que todos nós somos uma família. Entretanto, você deixa de lado as queens negras e não da a mínima pra elas. Queens que fizeram seu programa ser o que ele é hoje. Ninguém mais assiste o programa por sua causa, bebê. Nós assistimos o programa por causa das queens. Eu acho engraçado que você é o apresentador de uma competição de drag queens que você nunca ganhou sozinho ou sem alguém te ajudando. Você nos usa pro seu programa e depois faz o que? IGNORA A GENTE. Nunca se importa em saber como estamos, nunca se importa em saber como a nossa saúde mental está. Só nos telefona quando precisa da gente. Tipo na DragCon. Você não nos paga para estar lá, nós que te pagamos. As pessoas vão lá para ver as Queens. As pessoas estão lá por causa das Queens. Mas as queens ganhou alguma coisa dos ingressos? Cadê a Nosa porcentagem por toda a promoção que fazemos do evento?

Eu nunca esperei que virássemos melhores amigas depois que eu ganhasse o programa, mas eu esperava que você ao menos se importasse. Você provou milhares de vezes que não. O SEU SILÊNCIO FAZ TANTO BARULHO. Você não gasta um minuto do seu tempo para se opor ao racismo da sua fan base ou saber se as queens estão bem uma vez ou outra. Só que toda semana a gente recebe e-mail mandando postar isso ou aquilo. Você sabe que as empresas pagam influentes como a gente para promoção paga? Nós não somos seus fantoches.

Eu não posso mais ficar do seu lado. Eu não consigo torcer para você como melhor apresentador quando o melhor apresentador está ignorando todos os problemas causados pelo programa que ele está apresentando. SEU programa. SEU nome. SEU Drag Race. Seu programa não fala pela comunidade LGBT, mas tem um impacto enorme e você escolhe ignorar isso do que se levantar e usar a sua plataforma para o bem. Você não pode colocar o racismo para debaixo do tapete e esperar que ele desapareça. Eu gostaria mesmo de saber quem mexe seus braços de marionete.

Todos os dias queens negras que apareceram no seu programa recebem injúrias raciais, ódio e ameaças de morte. Somos vistas como não tão boas quanto as outras. Não precisamos receber igual as outras. Não precisamos ser tratadas como as outras. Sua produção nos mostra como vilãs. Seus fãs tem só uma visão do que acontece ali. A prova está nos números. A mais talentosa é a menos seguida nas redes sociais. E você só fica sentado sem fazer nada. Ignorando. Eu acho que essa é a Gaymérica. Pega aqui seu dinheiro, homem negro.

Emmys / Television Academy: por favor considere minha carta quando for tomar sua decisão para melhor apresentador. #DragRaceFYC

Atenciosamente,

Tyra 007

VENCEDORA da 2ª temporada de RuPaul’s Drag Race”.

>  AS4 | Rumores | Decisão de RuPaul favorece Valentina
>  S10 | Impacto Miss Vanjie pt1: RuPaul
>  Roxxxy Andrews manda mensagem para rainhas da S11

Acompanhado dessa carta, Tyra publicou um email e uma imagem, referente ao pedido da produção de Rupaul’s Drag Race para as RuGirls fazerem campanha pró-Emmy a favor de RuPaul e do reality nas suas redes sociais.

Na imagem: Para sua consideração Emmy: Melhor Apresentador de Reality Show e Melhor Reality Show de Competição.

O email é um pedido para as RuGirls publicarem em suas redes a imagem acima utilizando alguma das mensagens no corpo do email.

Carta postada originalmente no Facebook de Tyra Sanchez.

Carta traduzida com a ajuda de .

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here