Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drag Queens

S13 | Quem é Joey Jay?

“Este é meu cabelo de verdade”, Conheça um pouco mais de Joey Jay competidora da S13 de RuPaul’s Drag Race.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 3 min de leitura

Conforme nos preparamos para acompanhar a nova temporada de RuPaul’s Drag Race, podemos conhecer um pouco mais das rainhas de seu elenco, seja nas redes sociais, Meet The Queens ou entrevistas que elas tem concedido por aí. Então em nosso “ESQUENTA DA S13” é hora de conferir a entrevista de Joey Jay para a EW.

>  Uma Década de Drag Race | S7 | Ginger Minj
>  A incrível trajetória de Shangela

Se você está tentando pegar a peruca de Joey Jay, literal ou figurativamente, é provável que você tenha de puxar com muito mais força para arrancar o tufo de mechas de neon que está sobre sua cabeça: para começar, “este é meu cabelo de verdade”, diz Jay, que é conhecido por ficar na linha entre o masculino e o feminino, muitas vezes sem peruca. Você também não vai pegar Jay baixando a guarda por tempo suficiente para que as inimigas dêem um golpe.

“Se você olhar para Pink, ela é [uma inspiração]. Ela ainda é hiperfeminina, mas ela pode arrasar seu rabo”.

Elogia Jay, descrevendo sua tendência para a androginia como enraizada na superação do bullying tanto como uma criança feminina quanto uma mais masculina, (principalmente) uma rainha sem peruca contrariando as tradições do glamour.

Advertisement. Scroll to continue reading.

“Gosto de ter essas opções, gosto de ultrapassar os limites. Quando comecei a fazer drag, havia muitas regras de regra. Eu estava tipo, você sabe o quê, foda-se essas regras. Contanto que você se sinta bem e esteja vivendo sua vida, você pode fazer o que quiser”.

Tal mentalidade ajudará a performer que mora em Phoenix a navegar na arena implacável da competição de Drag Race, assim como seu domínio da pista de dança. Embora ela atue sem um nome de drag, uma vez ela considerou subir ao palco como “Adrena Lyn”, um título adequado devido a sua confiança em coreografia de muita energia, produção cara e visuais de fundo selvagens. Jay promete:

“Você não vai me ver cantar uma música do começo ao fim ou em um vestido. Você vai ver um show”.

>  BOMBA | Gia Gunn não vai estar no All Stars 4: “meu tipo não é bem-vindo lá"
>  Phi Phi O’Hara critica comportamento de RuGils durante pandemia

Os talentos de Jay até chamaram a atenção de estrelas do alto escalão, quando ela foi convidada a se juntar a Christina Aguilera no palco no show do Arizona de sua turnê Liberation Tour em outubro de 2019. Seu visual igualmente impressionante e despojado logo lhe valeria a distinção de ser o “gatão” da temporada 13 também. E eles são parcialmente responsáveis ​​por sua carreira de drag em primeiro lugar: depois de completar 18 anos, Jay foi a um bar local e conheceu uma rainha mais velha brincalhona e atrevida, Desiree Matthews, que deu em cima dele (nas palavras de Jay, sua frase favorita foi “hey daddy” em um sotaque rouco), marcando sua primeira interação com uma artista drag. Quando ele contou à mãe, ela explicou francamente que a Srta. Matthews era na verdade sua antiga babá de infância. Jay lembra:

“Desiree ficou tipo, ‘Eu sinto muito por tudo que eu disse a você. Eu te amo. E então eu tive que parar de pegar caras naquele bar porque um cara se ofereceu para me pagar uma bebida, e Desiree disse:‘ Você não toca nele, eu troquei as fraldas dele!’”

Agora que Jay tem uma plataforma como a Drag Race – sem Matthews para apoiá-lo – ele está lutando por mais do que apenas seu próprio lugar na competição.

“Eu quero [minha presença para dizer],‘ Ei monas, vai melhor. Use seus moletons da Ariana Grande ao atravessar a rua’. É 2020, você tem 12 anos, vai ser tão bom daqui a 10 anos. Continue!”

Advertisement. Scroll to continue reading.

>  Pabllo Vittar é um farol de esperança para a comunidade LGBT no Brasil pt2
>  RuPaul, A Rainha Filósofa

O instagram da queen: @joeyjayisgay. Para ler mais notícias da S13 clique aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Babados

“20 anos de drag está bom para mim”, com dificuldades financeiras, Stacy Layne Matthews anunciou o possível fim de sua carreira drag.

Moda

Confira os looks que as rainhas desfilaram na passarela “Trains For Days” no 4º episódio da S13 de RuPaul’s Drag Race.

RuView

Confira os comentários e análise crítica do quarto episódio da S13 de RuPaul's Drag Race.

Season 13

Confira a prévia do quarto episódio da S13 de RuPaul’s Drag Race.

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.