Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Entrevistas

The Next Talent Drag 2: o que vem por aí?

Sim, vem aí a 2° temporada de The Next Talent Drag – TNT, a competição online criada por DesiRée Beck que adianta com EXCLUSIVIDADE as novidades da competição ao lado de Dacota Monteiro e Felipe Politano.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 8 min de leitura

No último dia 21 de agosto, a ribeirão-pretana DaCota Monteiro, drag queen e youtuber, venceu a primeira edição on-line do The Next Talent Drag – TNT, concurso criado pela drag baiana DesiRée Beck.

Depois de três edições físicas, realizadas em Salvador, Bahia, foi no formato virtual, com oito episódios – contando o Meet the Queens -, 11 candidatas e a música tema “Baile de Peruas”, que esta iniciativa passou de uma aposta para uma certeza dentro do cenário artístico e de entretenimento LGBTQIA+ brasileiro.

Os números não me deixam mentir: somando as visualizações de cada episódio do “The Next Talent Drag – TNT”, 66.550 pessoas assistiram este web reality show no YouTube.

Nas redes sociais, o engajamento orgânico rendeu memes e, principalmente, aquele elemento desejado por quem precisa do público: o falatório. Fale bem ou fale mal, entende? De críticas construtivas ao hate “nosso de cada dia”, o programa deu a quem tem língua material para trabalhar.

Com todo esta movimentação, tuítes aqui e lá, começou-se a perguntar nas redes sociais: e uma nova temporada? Tem que acontecer? Quem participaria?

Neste meio tempo, DesiRée Beck, aka sócia majoritária na empresa Bahia, me sugeriu algo visto por todo capricorniano como um presente. Chama reunião de trabalho.

Acompanhada de Felipe Politano e a drag que gosta de longas caminhadas na praia, comida japonesa com Doritos e homens peludos, conhecida como DaCota Monteiro, DesiRée apresenta, na entrevista abaixo, a equipe da segunda temporada de The Next Talent Drag – TNT, além de adiantar as fofocas e babados que, sim, você deve levar à frente, porque o engajamento vem, amém?

Advertisement. Scroll to continue reading.
>  Glitter - Em busca de um sonho
>  TNT | Capítulo 1: RIP REGINA

Quase dois meses se passaram desde o fim da primeira temporada online do TNT Drag. O que deu para aprender pra melhorar na próxima?

DaCota: Chegou um momento que a gente tava fazendo em tempo real, gravava numa semana pra editar em tipo um, dois dias e postar na outra. Nessa temporada, quando eu entrei pra direção, junto com a Desi e com o Felipe, eu falei: “Pelo amor de Deus, vamos fazer tudo antes e ter todo o material separado pra gente conseguir ter uma temporada coesa, pra gente conseguir ter um storyline”.

Esse novo planejamento aumentou, de certa forma, a complexidade dos desafios? As bichas terão que rebolar mais pra se dar bem?

DesiRée: Teve um contexto bem político na primeira temporada, a gente quer permanecer com esse contexto, só que também queremos trazer outros vieses. A gente quer colocar provas um pouco mais versáteis, porque calhou que toda a primeira temporada ela foi muito focada em provas de atuação, em provas de humor e a gente tá diversificando bastante os desafios nessa temporada.

DaCota: Tá tudo dificíl quanto. O primeiro desafio, inclusive, foi uma dor de cabeça pra todo mundo. Não vou dar spoiler mas a gente tá querendo que todo mundo faça o melhor.

DaCota, você entrou, ganhou e trabalha no programa agora. Desde que soube do TNT pela primeira vez, o que te chamou a atenção no projeto a ponto de justificar todo esse envolvimento?

Eu entrei no concurso de forma despretensiosa, achando que ia ser tipo assim: “Ah, tô num concurso ali, vai ser de boa”. Mas o TNT eu vi o tanto que a gente que é drag queen tem a possibilidade, tem a vontade de fazer as coisas, sabe? A gente tinha um formato super simplório e ficou 100% na mão das meninas. O que a gente conseguia fazer com o pouco tempo que a gente tinha, com o pouco recurso que a gente tinha, eu achei fantástico. E também o jeito que a produção desafiava bastante a gente, toda questão de diversidade, de ter incluído mulheres drags, pessoas gordas, pessoas negras. Eu quero dar o meu background de designer gráfico e de youtuber que edita vídeo há um tempo e me ofereci pra ser a diretora de arte.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Vocês mencionaram o elenco. Sobre isso, o que podemos adiantar? Mais drags? Vem por aí mulheres que fazem drag?

DesiRée: O elenco está absurdamente lindo e maravilhoso, muito diverso, com pessoas que fazem artes tão inesperadas. Nós estamos muito empolgadas a respeito desse elenco, porque a gente precisou de um tempo pra procurar, olhar os perfis. A gente queria as pageants que fazem miss que é uma realidade aqui no Brasil. A gente procurou também drags que fazem mais caracterização. Tem drags de 19 anos, 20 anos. Tenho drag de 36 anos, 37, então, o elenco, definitivamente está muito plural.

Interessante. O elenco, pelo visto, atende a pluralidade dos tempos de hoje. Ponto para vocês.

DaCota: Tinha isso, “Acho que tem gente branca demais, tá faltando pessoas de tal lugar, tá faltando mulheres”. A gente se esforçou bastante pra conseguir trazer uma boa pluralidade, não só de estilo de drag como também de pessoas mesmo.

O primeiro grupo de rainhas eliminadas da S1 de TNT online.

>  TNT Drag 2 | Resenha Episódio 5: TNTV
>  Silky fala de All Stars e ataques sofridos após Drag Race

Ainda sobre o elenco: o que leva vocês duas a escolherem uma drag para o programa?

DaCota: Quem tem ponto de vista tanto numa relação visual, quem tem ponto de vista em relação a modo que performa, quem performa, quem tem em mente essa questão do entretenimento. Nem toda drag queen é entertainer, nem toda drag queen tem isso em mente como parte da arte dela, porém, eu creio que tanto a Desi quanto eu, a gente acredita que pro programa é bom você ter essa capacidade de entreter.

Ponto de vista. E drag pode levar a milhares.

DaCota: A gente sempre diz muito que drag é uma arte, mas acho que acima de tudo drag é mais uma mídia pela qual a arte pode ou não acontecer.

Advertisement. Scroll to continue reading.

DesiRée: A gente quer angariar o máximo de pessoas diferentes para que as pessoas que estão em casa consigam se identificar com pelo menos uma, porque se a gente colocar um elenco totalmente padronizado, vai ser uma coisa muito mais descartável de alguma forma, porque não vai haver tanta identificação. Pode acontecer de ter o entretenimento, só que quando a gente fala de drag, quando a gente tá colocando esse programa, é um ato político muito forte.

DaCota: Nós começamos o projeto com 16 meninas.

16? Já tem gente até para All Stars.

DaCota: Ô, meu querido, uma regular season de TNT já vale por um All Stars, thank you very much. Começou bem grandioso, porém, toda essa questão de ser humano mesmo, algumas delas na verdade não puderam estar com a gente. Algumas por questão de saúde, algumas por questões financeiras, algumas por questões de caráter e, atualmente, a temporada vai começar com 14 queens. Então fica um tea aí pra vocês.

DesiRée: 16 pessoas era um projeto inicial. Hoje estamos com 14 meninas no processo, já executando as provas.

Aproveitando o momento, vamos falar sobre desafios: teremos algum reading, roast? Quais as diferenças dos desafios de agora pra temporada passada? Um deles me chamou muita atenção. TNTchan. Pessoalmente é o que mais me atrai em drag, a mistura com música. Como a música estará presente nessa temporada?

DaCota: Olha, talvez teremos um roast, talvez não teremos um roast, talvez teremos uma library is open, talvez não teremos uma library is open, tudo depende de como a vida vai se seguir.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Felipe: Eu amo que os desafios mantém o espírito do TNT de fazer um pretexto pro humor crítico, mas acrescentando elementos que o público pedia. Então a gente vê que as participantes agora tem o referencial da temporada anterior e isso com certeza aumenta a qualidade mas também aumenta a expectativa.

DesiRée: Com certeza teremos um desafio de música nessa temporada. Esse desafio já foi feito, ele será bem polêmico. Eu espero que as pessoas entendam a questão crítica, entendam o que a gente quer passar, através dos nossos argumentos, da forma como a gente vai instigando os assuntos, os temas.

O dedo já coça pra engajar o desafio musical.

DaCota: Um hino tá vindo aí. Pode ofender algumas pessoas, mas são pessoas que valem a pena serem ofendidas porque ofendem a gente constantemente, então, por mim, se ofender tá certo. Pela Desi não sei.

“Hino tá vindo aí”, hahahaha. Continua me dando manchete, DaCota.

DaCota: Com a graça de Deus teremos um hino. Tenha fé, Arthur!

Desirée Beck, a apresentadora da competição

>  TNT Drag 2 | Episódio 3: TNTinder
>  TNT Drag 2 | Episódio 4: Guerra Infinita

Podem falar um tema que vem aí? Um tema que vem e vocês apostam que vai acontecer.

DesiRée: O Only Fans é um tema. Vai ser babado!

Advertisement. Scroll to continue reading.

Para a próxima temporada será mantido o esquema de eliminação? Ou será mandada pra casa uma por vez? Eu confesso que custei a entender o método de eliminação da primeira temporada.

DesiRée: Será mantido o esquema de eliminação só que a gente vai colocar mais dinâmico. Vai ter muito drama.

Um sonho de jurada no programa?

DesiRée: Pabllo Vittar.

DaCota: Manuela d’Ávila (quase foi jurada na primeira temporada)… Rocco Reed…Xuxa. Pronto, parei.

DesiRée: Gloria Groove. Linn também.

DaCota: Jup [do Bairro], As Baías seria o bafo também.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Um babado sobre o próximo TNT que o público vai ficar de queixo caído ao saber?

DesiRée: Tanta coisa, a primeira prova. O elenco e o novo formato. Mas no teaser as pessoas já vão levar um choque. Muita coisa vai mudar.

DaCota: No teaser as pessoas vão ver como é o jogo.

Estilo Jogos Mortais ou partida de xadrez?

DesiRée: Será mesmo um jogo.

Felipe: Eu acho que o público vai ficar impactado primeiro com o elenco. A gente fez uma pesquisa de quem o público queria ver como jurada convidada e apareceu um monte de drags que estão no elenco. Isso mostra que tem nomes lendários nesse cast e que vieram pra jogar.

Qual a importância de programas assim em tempos de fascismo? Por qual motivo a pessoa LGBTQIA+ precisa parar e dar apoio ao programa?

Advertisement. Scroll to continue reading.

DesiRée: DaCota, jogue o textão.

DaCota: Eu acho muito importante as pessoas LGBTQIA+ darem apoio a esse programa porque é um programa feito 100% por essas pessoas, pra essas pessoas. A gente não traz um viés higienizado pra agradar pessoa hétero, a gente não traz uma politicagem por trás do que a gente faz pra poder crescer na mídia mainstream. A gente é um programa de pessoas LGBTQIA+ para pessoas LGBTQIA+, então, assiste porque a gente tá fazendo pra vocês, cara.

DaCota Monteiro

Viés higienizado pra agradar pessoa hétero. Essa frase é muito boa.

DaCota: Obrigada, mas deixo claro que se você é cis hétero e quiser assistir, fica à vontade, pode entrar, mas fique consciente que a casa não é sua.

O que eu não perguntei sobre o TNT Drag Season 2 nessa entrevista que vocês querem falar e o público precisa saber desde já?

DesiRée: Que se alguém quiser investir no projeto estamos super abertas a parcerias porque investimento é sempre uma grande barreira para projetos LGBTQIA+.

Felipe: Que a gente está ouvindo e prestando atenção! Tudo que a gente preparou pra essa temporada foi pensando nos feedbacks de quem apoiou a gente e torce pra esse projeto crescer.

DaCota: Que quem não assistir o programa é Bolsominion automaticamente. I don’t make the rules [eu não faço as regras].

Advertisement. Scroll to continue reading.

Quando “The Next Talent Drag – TNT 2” estreia?

DesiRée: Estamos trabalhando para que saia no começo de 2021.

Felipe: Ah, previstos dez episódios.

DaCota: Vai estrear quando a gente postar.

Siga os idealizadores de TNT no Instagram: @dacotamonteiro, @desireeebeck e @felipepolitano.

Também siga as redes oficiais de TNT: TwitterInstagram e YouTube.

Para conferir nossa cobertura da primeira temporada de TNT clique aqui.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

TNT Drag

No oitavo episódio de TNT Drag 2 tivemos o “Ball da Tradicional Família Brasileira”. Confira nossa resenha de tudo que rolou!

TNT Drag

No oitavo episódio de TNT Drag 2 teremos o primeiro Ball do The Next Talent Drag, Ball da Tradicional Família . Segura que essa...

Destaques

No sétimo episódio de TNT Drag 2 tivemos o Sofá da Perua, a versão do Snatch Game do TNT Drag. Confira nossa resenha de...

TNT Drag

No sétimo episódio de #TNTDrag 2 conheceremos o novo programa "O Sofá da perua", uma tribuna seríssima para debater assuntos que estão assolando o...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.