Connect with us

Hi, what are you looking for?

All Stars

RPDR AS8 | RuView do episódio 11

E veio aí o show de variedades de The Fame Games. Confira a resenha do episódio 11 de RuPaul’s Drag Race All Stars 8 a seguir.

Compartilhe!
🕓 6 min de leitura

Foi ao ar mais um episódio de RuPaul’s Drag Race All Stars 8! Leia a seguir a resenha. Contém spoilers daqui em diante.

>  #42 | Drag Race AS4E06: LaLaPaRuZa
>  RPDR AS7 | Prévia do episódio 6

Isso foi… positivo! Este episódio de RuPaul’s Drag Race All Stars 8 parecia ter uma regra – apenas boas vibrações. Normalmente, quando trazem as rainhas de volta ao All Stars, é com a pretensão de que haverá algum drama. Essas rainhas eliminaram umas às outras, duelaram, brigaram, competiram e apenas algumas delas tiveram sucesso. É uma receita para briga! Aqui não. Não, o episódio “Fame Games” veio e passou sem nem um pingo de drama. A única treta mencionada foi rapidamente esmagada e, no final, todos ficaram felizes, todos receberam boas críticas e, então, duas pessoas venceram. Viva!

Exceto, nem tanto. Desculpe, mas eu gosto de drama. Este show é sobre drag queens. Quando Drag Race desce para o território “A Vida é Bela”, tendo a revirar os olhos. A temporada All Winners, que foi praticamente positiva o tempo todo, só funcionou porque as rainhas estavam num nível tão superior que valeu a pena vê-las servir show em excelência drag a cada semana. E, mesmo assim, fiquei muito entediado no final. Aqui, a falta de conflito se transformou em um mal-estar que ninguém realmente conseguiu romper. As apostas não eram tão altas (uma rainha ainda pode vencer o Fame Games sem ganhar este episódio), e as performances do show de talentos, apesar do que os jurados estavam dizendo, definitivamente não eram boas o suficiente para compensar o fato de que não haviam apostas. Ver as rainhas voltando para a sala de trabalhos no início do episódio, apenas me lembrou que passei a maior parte da temporada entediado. Não menosprezo essas rainhas, mas quando um episódio é tão sem apostas, simplesmente não é um bom episódio de TV. E quando é apenas uma demonstração implacável de positividade para um grupo de rainhas sem chance de vencer a competição, honestamente começa a parecer um pouco condescendente. Nenhuma crítica às vezes significa que eles não acham que vale a pena fazer críticas a você.

Gostei do retorno do desafio de reading. Depois de anos com o desafio “the library is open” sendo o primeiro desafio lançado no All Stars, foi bom ver as garotas serem capazes de ler umas às outras sobre as coisas que realmente aconteceram na competição. As leituras em geral foram muito boas. A voz de reading de Alexis foi estranha, mas essa é a Alexis. Além disso, “Jimbo: dublagem. Essa é a leitura” foi fofo. Não acho necessariamente que alguém se destacou tanto a ponto de vencer, embora Darienne tenha feito o melhor shade para Kandy, e Jaymes fez meu shade favorito da noite quando disse que Kasha tinha a única “hora de história de drag queen” que crianças estavam protestando. Mas os editores deram à Mrs. Kasha Davis quatro readings, enquanto a maioria das outras rainhas conseguiu duas, então descobri rapidamente que era dela. (Sim, Jimbo fez a melhor, mas eles nunca iriam deixá-la ganhar isso.)

Vou pular os segmentos da sala de trabalhos porque nada de notável aconteceu além de Alexis se desculpar com Lala e Lala aceitar o pedido de desculpas. TV nada emocionante.

>  CDR S1 | RuView do 3º episódio
>  AS5 | RuView do 6º episódio

As rainhas se apresentaram no show de variedades na ordem em que foram eliminadas, com Jimbo e Kandy apresentando as rainhas nominalmente, começaram com piadas e depois apenas diziam os nomes de cada drag. Obviamente, Monica Beverly Hillz foi a primeira, fazendo uma música original. Os jurados só disseram coisas positivas esta semana, mas não vou seguir esse caminho. Infelizmente, Monica ainda tem problemas para dominar o palco e estaria no bottom se fosse um episódio típico. O elogio esmagador a ela foi um dos momentos em que senti que o programa estava lidando com as competidoras com luvas de pelica ao ponto da grosseria.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Em seguida foi Naysha, que fez um número de flamenco. Embora tenha sido bom ter alguém tirando a monotonia típica de “música original após música original” que às vezes pode sobrecarregar esse desafio, Naysha tem um problema em que você sempre pode vê-la pensando nos próximos passos da dança, em vez de se apresentar.

Mrs. Kasha Davis fez um número muito otimista sobre a justiça social que eu estava … talvez um pouco confuso com o tom de, dada a faixa de rock, o rap da mãe sobre a justiça social, a roupa brilhante, as mudanças de peruca e a transição para a hora da história . Apesar disso, eu estava deliciosamente confuso. Este simplesmente não era um número que eu já tinha visto antes, e se eu o visse no clube, certamente daria uma gorjeta a ela. Original! Um pouco maníaco!

Darienne fez um bom stand-up e terminou com uma mensagem positiva que me fez dizer: “Eu meio que gostaria que ela apenas tivesse feito stand-up”. Com o tempo muito curto que eles dão a você, acho que você não tem tempo suficiente para contar um monte de piadas e entregar uma mensagem inspiradora que pareça completa.

Jaymes faz um número muito fofo sobre ter peitos. Quando ela foi revelada uma das vencedoras, fiquei um pouco desanimado, talvez. Quando você compara isso com as vencedores de desafios de talentos anteriores, acho que fica claro que essa extravagância não foi particularmente inspiradora. Ainda assim, ela fez um bom trabalho, especialmente para uma rainha que, está documentado, não sabe dançar. Bom trabalho, Jaymes Mansfield.

Kahanna fez um número de líder de torcida muito bom. Vou dizer que foi um pouco mal ritmado, já que ela faz uma acrobacia e isso acontece no meio da música. Você quer que seu número cresça, não que role um pico no meio.

Lala Ri, claramente, é uma estrela. Seu número é de longe o mais forte das garotas eliminadas – ela é engraçada, ela é feroz, ela é sexy. Esta é sua zona de conforto e nenhum delas chega perto de superá-la. Ela é carismática, uma ótima dançarina e tem total controle de seu corpo e rosto. Vencedora fácil.

Alexis talvez devesse ter feito algo com uma música pré-gravada em vez de fazer sua música ao vivo inspirada em ciganos. Alguma garota já ganhou o show de talentos com vocais ao vivo? Eu acho que não. Sempre serve para fazer você soar um pouco… meh em comparação com as mixagens das outras garotas e isso atrapalha o seu movimento. Ru simplesmente não se importa se você pode ou não cantar ao vivo (ela não pode!); ela se preocupa se você pode tornar sua performance a mais divertida possível.

Jéssica canta uma música original e mexe muito no cabelo. Ru diz a ela: “Você poderia entrar em qualquer show em turnê hoje à noite e as pessoas amariam”, o que significa que eu, pelo menos, estou animado para ver Jessica Wild na turnê Werq the World.

Jimbo e Kandy também fazem seus shows de talentos. Com base na risada de Ru, Jimbo provavelmente teria vencido o desafio com sua rotina de banana split. É muito estúpido (elogio). Kandy performa uma faixa pré-gravada e é boa o suficiente. Próximo!

Após a sessão de elogios disfarçada de painel de jurados, Lala e Jaymes vencem o desafio e acabam dublando “Rain on Me”. A certa altura, elas praticam sexo lésbico no palco. Boa! Deixe Alexis com ciúmes, Lala! Em seguida, as duas ganham a dublagem, o que não me agradou. Na minha cabeça, Lala venceu. Elas giram a roda e Lala consegue multiplicar seus votos no Fame Game por três e Jaymes por dois. Claro. Então Lala é a provável vencedora dos nossos Jogos da Fama? Por mim tudo bem. Estou tecnicamente torcendo por Jessica porque acho que ela ficou um pouco confusa com toda a situação do “Top Dois”, mas Lala é uma boa segunda escolha.

DESAQUENDANDO AS CONSIDERAÇÕES FINAIS

A Lala Ri Experience é real e eu quero muito mais disso. Como seria lindo um top 4 finalista com Lala Ri e Jessica Wild ao lado de Jimbo e Kandy Muse. Agora é torcer para a final ser digna de um All Stars.

Advertisement. Scroll to continue reading.

E o look que RuPaul esse episódio ela reaproveitou como material promocional da temporada 15, rainha sustentável!

item image #206

Este episódio merece 5 coroas, foi incrível!!

Reveja todos os looks desfilados na temporada aqui.

Via Vulture. Leia mais notícias de All Stars 8 aqui.

Compartilhe!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Click to comment

Deixe uma resposta

Veja Também

Drag Race

Confira os looks que as rainhas desfilaram na categoria “Dancing Queen” do episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16. Quem merece Toot e Boot?

Drag Race

É hora de abrir a biblioteca e de jogar o Snatch Game! Confira a resenha do episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16 a...

Drag Race

Assista à prévia do episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16.

Drag Race

Saiba como será o episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16, quem vence e quem leva sashay away.

Advertisement

Portal de notícias sobre arte drag, RuPaul's Drag Race e suas rainhas.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2024 © Todos os direitos reservados.