Connect with us

Hi, what are you looking for?

Canada's Drag Race

Quem merece vencer Canada’s Drag Race Vs the World?

Quem merece vencer Canada’s Drag Race Vs the World: Ra’Jah O’Hara, Rita Baga, Silky Nutmeg Ganache ou Victoria Scone? Confira a análise final da corrida do top 4 da temporada.

Compartilhe!
🕓 5 min de leitura

Não basta dizer que Canada’s Drag Race vs The World tem sido um programa muito diferente de seu antecessor no Reino Unido – e, sinceramente, nenhum dos dois conseguiu o tom exatamente certo. UK vs The World foi uma exibição muitas vezes cruel de jogos implacáveis, em que a arte drag ficou um pouco em segundo plano. Canada vs The World, por outro lado, parecia uma série leve, amorosa e divertida, apresentando excelência drag, mas o potencial estratégico do formato foi totalmente inexplorado.

Pode-se esperar que um futuro vs The World possa descobrir o equilíbrio – mas a partir do anúncio desta semana de uma nova série Global All Stars (leia aqui), parece improvável que a franquia vs The World continue. É um pouco frustrante que a Paramount esteja assumindo o controle do conceito internacional de All Stars antes que vs The World pudesse descobrir-se. Eu teria adorado ver mais abordagens desse formato (ainda estou pessoalmente clamando por uma Espanha vs the World), mesmo que eu concorde que nenhum dos esforços até agora atingiu o alvo.

Usando o episódio 5 como ponto de partida nesta resenha, a rainha que aparece como a atriz mais magistral, e também tem a abordagem mais inventiva (e inovadora!) na categoria Y2GAY “club kid dos anos 2000”, é Victoria Scone. Ela conseguiu sua terceira colocação no topo em poucas semanas e está indo para a final com o melhor histórico entre as competidoras. Vou ser franco: não esperava que Victoria dominasse esta temporada da maneira que ela conseguiu. Achei que ela se sairia bem, mas presumi que o enredo dela seria mais sobre uma chance real depois de ser retirada da competição na 3ª temporada de Drag Race UK.

Depois que Victoria recebeu o aviso dos jurados após o Snatch Game para “melhorar seu jogo”, ela pisou fundo no acelerador desde então. Tenho algumas dúvidas sobre suas chances em um torneio de Lip Sync for the Crown, mas se ela acertar a música e for bem – como fez contra Silky em “Your Daddy Don’t Know” – ela pode ser uma ameaça para vencer o torneio e levar o título. Isso resultaria em duas vencedoras consecutivas do Reino Unido e provavelmente significaria que a franquia britânica deterá o monopólio das vitórias no Vs the World.

>  Rita Baga reage ao ódio do fandom de Drag Race
>  S13 | RuView do 4º episódio

Mas ainda estou inclinado a pensar que Silky leva essa. Sim, seu bottom 3 esta semana foi um pouco duvidoso, o que pode indicar que o programa não está investindo em seu sucesso. Afinal, quem pode dizer que Rita ou Victoria não a mandariam para casa? No entanto, estou inclinado a pensar, considerando que Silky e Victoria estavam prontas para mandar Vanity para casa na semana passada, a produção não está com medo de uma eliminação acidental de Silky. E mesmo em sua viagem momentânea ao bottom, a edição permanece muito estável com a veterano da 11ª temporada e do All Stars 6. Quanto mais penso nisso, mais uma história em que, anos depois de Brooke Lynn Hytes nocautear Silky na final da 11ª temporada, ela é quem coroa Silky pela forma que esta temporada está se desdobrando.

Acho que a coroa ainda pode ir para Rita, especialmente considerando as afirmações de Icesis após sua saída de que a produção foi investida na permanência do título no Canadá. No entanto, acho que seu caminho para uma vitória em um torneio de dublagens seria limitado: ela precisaria vencer Victoria ou Silky na primeira rodada e enfrentar Ra’Jah na final. Como a dublagem final em um torneio LSFTC tende a ser julgada principalmente na temporada como um todo – veja a vitória de Jinkx Monsoon no All Stars 7 – ela poderia vencer por ter o melhor histórico entre ela e Ra’Jah. Mas acho que isso é extremamente improvável neste momento.

>  S11 | Comentários do 10º episódio
>  Quem merece vencer RuPaul's Drag Race 14?

O que nos leva à rainha que eu realmente pensei ganharia tudo quando esta temporada começou: Ra’Jah O’Hara. Honestamente, não tenho certeza do que achar dela em Canada vs The World. Ela tem sido tão encantadora quanto no All Stars 6, e suas performances nos desafio têm sido sólidas. Mas ela teve um infortúnio notável ao longo do caminho, com seu decepcionante desempenho no stand-up em um momento em que três rainhas a superaram, e seu ball pareceu fraco em relação às expectativas, enquanto outras (particularmente Silky) superaram seus próprios trabalhos anteriores. O’Hara foi bem no desafio de atuação do quinto episódio, mas os jurados a pouparam de uma classificação inferior ao anunciar apenas duas rainhas para eliminação.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Ainda acho que Ra’Jah poderia dominar em um torneio de dublagens, mas tenho dificuldade em ver uma maneira pela qual ela vença a rodada final se o julgamento for realmente baseado na temporada. Victoria tem o histórico mais forte, Silky tem um histórico melhor e maior foco narrativo, e Rita tem a vantagem de ser canadense. Que brochante, considerando as grandes esperanças que eu tinha para Ra’Jah chegando nesta temporada. Eu realmente adoraria vê-la vencer as adversidades e levar para casa a coroa, mas estou me preparando para um resultado diferente.

>  DRUK S2 | RuView do 5º episódio
>  RPDR 14 | RuView do episódio 12

Uma pausa para falarmos sobre a vitórias no vs The World. Tal qual em UK vs the World e suas distribuições de medalhas, o programa está apenas tratando as vitórias de dublagem como vitórias de desafio. E eu acho que é uma política meio estranha! No All Stars 2, a primeira temporada com o formato Lip Sync for Your Legacy, Alaska claramente contou todas as suas vitórias (mesmo sem vencer todas as dublagens) como vitórias, dizendo que ganhou quatro no penúltimo episódio da temporada. Não apenas isso, mas cada colocação no topo foi considerada uma vitória no All Stars 7. Por que o vs The World está fazendo isso não está claro, já que permite apenas cinco “vitórias” ao longo da temporada. Embora eu ache que isso não importará por muito mais tempo, com o Global All Stars vindo aí. Parabéns à nossa campeão do desafio final pelo que provavelmente será a última vitória do vs The World!

E tal qual última vitória, também rolou a última decisão da campeã da dublagem sobre quem levaria sashay away. Por isso é interessante ouvir Silky admitir o que deveria ser óbvio: Rita e Victoria deveriam tê-la eliminado, para ter melhores chances na final. Isso me deixa ainda mais confiante em uma vitória de Silky: elas tiveram a chance de eliminá-la, mas não a aproveitaram. Agora observe-a vencer no torneio final.

Qualquer que seja a rainha que leve para casa o título de “Rainha do Mundo”, ela o terá feito após uma temporada divertida e agradável. E, apesar de todos os meus desejos de mais edições desse formato Vs The World, essa é a melhor maneira de terminar o ano de Drag Race que posso imaginar.

Via Xtra. Leia mais notícias de CDR x World 1 aqui.

Compartilhe!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com.

Veja Também

All Stars

Se a gente não comparar com dublagens icônicas do passado este LaLaPaRuZa foi bem divertido. Confira a resenha do episódio 10 de RuPaul’s Drag...

All Stars

Holy Guacamole! O melhor episódio da temporada nos deu um dos melhores Rusical de todo show. Confira a resenha do episódio 9 de RuPaul’s...

Canada's Drag Race

Assista ao trailer oficial da segunda temporada de Canada’s Drag Race Vs The World que estreia em 19 de julho.

All Stars

E não é que a Nina consegue ficar bonita? Confira a resenha do episódio 8 de RuPaul’s Drag Race All Stars 9 à seguir.

Advertisement

Portal de notícias sobre arte drag, RuPaul's Drag Race e suas rainhas.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2024 © Todos os direitos reservados.