Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Brasil

Academia de Drags S1: Xantara Thompson

Não é Chitara, é Xantara, sobrenome Thompson. Na 5° parte do especial Academia de Drags, saiba por onde anda a drag brasiliense Xantara Thompson, top 4 da primeira temporada deste web reality show pioneiro em terras tupiniqueens. Confira!

Compartilhe!
🕓 4 min de leitura

Das quatro finalistas, ela teve o melhor histórico. Xantara Thompson venceu o primeiro e último desafios principais da história da Academia de Drags, nunca soube nem qual cheiro o bottom tem, porém, em seu primeiro lipsync, aquele com o bilhete premiado com destino a grande final, a câmera preferiu fechar na lata e Gysella Popovick sobreviveu para arrasar outro dia.

“Não foi dessa vez, pessoal, mas estou aqui para agradecer ao apoio, a torcida e as mensagens carinhosas que venho recebendo e pedir desculpas a todos. Desculpem, mas infelizmente, minha inexperiência no palco me derrubou. O Academia de Drags foi incrível, uma experiência única”, disse em seu perfil no Facebook, no dia 17 de novembro de 2014, sobre sua eliminação, no episódio seis.

De fato, o currículo de Xantara, na época de gravação do Academia, não a ajudava muito. Sua persona drag foi criada em 21 de janeiro de 2013, deu seus primeiros passos na boate Victoria Haus brasiliense, entretanto, problemas de saúde a tiraram de circulação por um tempo. Mais a frente, em outubro do mesmo ano, ela ganhou o concurso “Choque de Monstro”, na Victoria Haus, apresentado por, veja só, a chapa afrouxou? Silvetty Montilla. Com essa bagagem e, como diria Monique Heart, “glitter e Jesus”, ela passou pela competição.

Natural de Brasília, Xantara tem uma relação de amor com as plumas e o carnaval. Cresceu dublando e dançando “Wuthering Heights”, da cantora e compositora inglesa Kate Bush, artista que a faz recordar do porque faz drag. Também é fã de Madonna e, no Brasil, acompanha nomes como Aretuza Lovi, Flavio Verne (coreógrafo da Pabllo Vittar), Thália Bombinha, Pikineia, Lysa Bombom, entre outros.

No Facebook, além de contar que, aos 16 anos, ver Nicolly Francine montada lhe indicou o caminho a seguir, profissionalmente falando, ela complementa revelando o que pensa sobre sua profissão e qual recompensa tem:

“Dá trabalho. Sã várias camadas, horas de preparo, dias cacheando peruca, cortando, costurando roupa, enfim, ser drag é trabalhar e muito. O pagamento para isso é a admiração do público, os olhares, as fotos, os closes, as risadas, a recepção”.

Elenco da primeira temporada de Academia de Drags.

Assista a primeira temporada completa de Academia de Drags aqui.

>  YBK | Nina Poupée
>  Drag queens de Recife recriam os looks da S10 de Drag Race e o resultado é incrível

O investimento árduo no trabalho lhe permitiu apresentar-se em outros estados, ganhar seguidores, fãs e, não menos importante, a regalia de poder comemorar aniversário de carreira, como quando refletiu, nas redes sociais, em 21 de janeiro de 2016, sobre seus três primeiros anos como drag.

“Ser DRAG é ser uma peça de arte em constante mudança, uma tela de pintura que dura poucas horas, mas que leva dias, semanas e às vezes meses para ser montada. Ela gasta seu tempo, seu dinheiro e cobra do seu emocional por diversas vezes, por isso ser drag é um desafio. Eu lancei esse desafio a mim mesmo, falhei em muitos, e no drag aprendi que a vida não está no acertar, no fazer bonito sempre, ninguém consegue isso até porque cada vez que você melhora você cria outra meta”.

No momento, as metas da Xantara são outras. Quando entrei em contato para saber como anda a vida, ela me confirmou que não se monta há dois anos.

“Agora faço mais as coisas para as drags. Fiquei na produção e abandonei o palco”.

Quando li essa mensagem, fui refazer, online, os passos dela. No Instagram, no perfil @xantaratop, todas as 23 publicações são anteriores ao Academia de Drags. O curioso é que, além de ser uma conta desatualizada, cujo último post foi uma foto com Laurie Blue, amiga de Brasília e irmã de temporada, seguidores como Duda Dello Russo e Tempero Drag permanecem por lá.

Advertisement. Scroll to continue reading.

No meio desse processo, descobri, também no Instagram, outro perfil útil para esta reportagem: @casadobreno, no qual não existe nenhuma menção ao Academia de Drags. A última atividade aconteceu em 12 de maio deste ano, numa postagem anunciando venda de máscara para Coronavírus.

No Youtube, em seu canal Breno Tavares, o vídeo mais recente de Xantara foi lançado quatro anos atrás. Além de playlists com músicas que gosta de escutar, com exceção de mais um vídeo sobre sua ex-carreira, nenhum outro conteúdo relacionado está disponível.

>  Uma Década de Drag Race | S10 | Aquaria
>  RuPaul, A Rainha Filósofa

Breno Tavares é a pessoa por trás da drag. Capricorniano “torto”, como diz o próprio, nascido em 22 de dezembro de 1988, ele pretende voltar a fazer a Xantara, mas do seu jeito, em breve.

Enquanto isso não acontece, Breno divide seu tempo como estilista de miss, confeiteiro e, claro, cuidando de suas plantas, como as orquídeas que tanto ama e chega a passar horas observando-as. Para nós, o público, resta aguardar para ver o que a titia Xant’s vai aprontar no futuro.

Se você não conhece ou gostaria de rever a primeira temporada completa de Academia de Drags clique aqui. Para ler mais sobre Academia de Drags clique aqui. Em breve publicaremos a próxima parte deste especial! 

Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Brasil

Alerta de emergência: webhore e drag cantora na área. Aviso: Frimes, drag queen de São Luís, no Maranhão, quer carinho, digo, stream em seu...

Brasil

É winner que chama, né? Encerrando este especial Academia de Drags, fecha na lata e pode dar like: é Gysella Popovick, rainha coroada da...

Brasil

Há mais mistérios entre o salto alto e a escada do que sonha nossa vã filosofia e Laurie Blue sabe bem disso. Confira por...

Brasil

Ao contrário do que você possa pensar, elas não são a versão tupiniqueen de Thelma & Louise. Hidra e Musa Von Carter marcaram, cada...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.