Conecte-se conosco

All Stars 5

Alexis Mateo desabafa sobre fandom tóxico de Drag Race

“Fiquei decepcionada com a base de fãs do programa. A nova geração tem sido tão má”, Alexis Mateo fez um desabafo sincero sobre o fandom tóxico de RuPaul’s Drag Race e desejo por uma versão latina do show.

Compartilhe!

Publicado

on

🕓 2 min de leitura

Após ser eliminada do All Sars 5, Alexis Mateo fez um desabafo sincero sobre o fandom tóxico de RuPaul’s Drag Race durante entrevista para EW, assim como desejo numa edição latina do programa. Confira à seguir.

O fandom te atacou muito pesado. Supondo que a India não esteja dizendo a verdade [sobre você ter feito campanha para eliminar Shea], como você diz, você gostaria que ela tivesse considerado a posição em que isso te colocaria?

Alexis: Sim. Eu sinto que fui eliminada injustamente só porque as meninas ainda tinham essa dúvida em suas cabeças. Assim que a Índia saiu, eu sabia que iria para casa em seguida, porque é uma forte acusação e nenhuma de nós tem provas de quem fez ou quem não fez. Eu era o próximo alvo. Eu me senti como a criança que ninguém quer brincar no parquinho. O relacionamento delas com Blair é mais forte do que comigo, porque nenhuma das garotas do topo, exceto Jujubee, tem uma base de fãs antiga de Drag Race. Fiquei decepcionada com a base de fãs do programa – não com a minha base de fãs. A nova geração tem sido tão má. Fazemos algo porque amamos muito, e se torna o nosso maior pesadelo. Foi um momento difícil para todas nós. Eu sei como estávamos estressados ​​em não dizer as coisas erradas porque o fandom explodiu em uma geração de ódio. É assustador ouvir as pessoas que você acha que são seus fãs dizendo: “Eu gostava de você no último episódio, mas hoje espero que você morra”.

>  S10 | Billboard entrevista: Dusty Ray Bottoms
>  Endemol garante RuPaul’s Drag Race brasileiro

O que vem a seguir para você?

Alexis: Eu não tive a experiência de viajar para fora dos Estados Unidos, então adoraria fazer parte daquelas garotas que viajam para fora do país. Eu adoraria estar mais envolvida com o World of Wonder e no programa. Temos tantos podcasts sobre Drag Race, críticas e modas, mas não temos nada dedicado à comunidade latina e temos uma enorme base de fãs. Quero trabalhar com música e adoraria entrar em uma nova seção de Drag Race. Está rolando no Canadá, Reino Unido, Tailândia, por que não fazê-lo na América Latina?

Para ler mais entrevistas clique aqui. Para ler mais notícias do All Stars 5 clique aqui.

Compartilhe!

Saullete é preto, gay e comunicólogo que criou a Draglicious com o intuito de compartilhar com outros fãs seu amor pela arte drag e por Drag Race. Além de informar e entreter seu público, Saullete levanta discussões relevantes para amantes da arte drag e para a comunidade LGBT.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.