Conecte-se conosco

RPDR

Drag Race Austrália vem aí em 2020

Publicado

on

Senhoras e senhores, liguem seus motores e que a melhor mulher vença o Drag Race Austrália….

A produtora ITV Studios Australia adquiriu os direitos para produzir a versão australiana do fenômeno RuPaul’s Drag Race.

Os produtores estão prestes a começar a sondar as emissoras australianas, com expectativa do show estrear já em 2020.

RuPaul’s Drag Race já contou com uma queen australiana em seu elenco, Courtney Act, que participou da sexta temporada em 2014 e foi vice-campeã de Bianca Del Rio.

Foto promocional de Courtney Act para a S6 de RuPaul’s Drga Race.

>  Drag Race leva sashay away da Netflix em maio
>  S10 | Bônus da Pré-Estreia
>  Por dentro do processo seletivo de RuPaul's Drag Race

O CEO da ITV Studios Australia, David Mott, confirmou a aquisição do show:

“Sim, a ITV Studios Australia garantiu os direitos de um dos maiores formatos mundiais do momento. Com Drag Race UK prestes a ser lançado e já um grande sucesso nos EUA e em outros territórios, estamos prontos para aparecer nas telas australianas em 2020. Drag Race passou a ser um programa que captura a imaginação de todos, independentemente de sua idade ou sexo, e em breve começaremos a discutir com potenciais parceiros de transmissão e streaming. Será um dos formatos mais comentados e barulhentos do próximo ano”.

Drag Race Australia está em fase inicial de produção, por isso não há mais detalhes a cerca dos apresentadores, jurados e possível elenco.

Será que podemos torcer para que Courtney Act apresente essa versão??

E como já divulgamos anteriormente, em 2020 já teremos também Drag Race Canada, leia aqui. Para ler mais notícias de Drag Race clique aqui.

Compartilhe!

Saullete é preto, gay e comunicólogo que criou a Draglicious com o intuito de compartilhar com outros fãs seu amor pela arte drag e por Drag Race. Além de informar e entreter seu público, Saullete levanta discussões relevantes para amantes da arte drag e para a comunidade LGBT.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

RuView

DRUK S1 | Top 3: Baga Chipz, a bagaceira de qualidade

Baga pode ser bagaceira, mas sabe fazer rir como ninguém e tem um carisma imenso, por isso chegou ao top 3 da S1 de Drag Race UK. Será que ela leva a coroa? #TeamBaga

Compartilhe!

Publicado

on

De todas as rainhas que compõem o top3, Baga é a menos polida, mas nem por isso é menos merecedora. O que falta em bons looks, Chipz compensa em personalidade e bom humor. Mesmo com a alcunha de “cotada” da temporada, a drag provou no decorrer de sete semanas que seu lugar no top3 é mais que merecido.

Antes mesmo da estreia de RuPaul’s Drag Race Baga já estava envolvida em polêmicas. Devido a declarações do passado a queen foi tida como conversadora, ela eventualmente se retratou dizendo que tais informações eram equivocadas, que sua visão de mundo é progressista. Mesmo assim o estrago já tinha sido feito e as expectativas com ela ficaram muito baixas.

>  Por dentro do processo seletivo de RuPaul's Drag Race
>  S10 | Bônus da Pré-Estreia

Contudo, foi apenas Chipz entrar na sala de trabalhos mostrando sua total falta de noção, sem nenhum filtro em seus comentários, que rapidamente ela caiu no gosto popular.

O senso de humor de  Baga é incrível e a drag consegue fazer graça com muito pouco. Era só ter uma abertura que ela retrucava com alguma sacada genial. As interações da rainha, seja com as demais competidoras ou até mesmo com RuPaul e os jurados sempre foi cheia de risadas. Porque isso é algo natural para Chipz, fazer graça.

Isso foi perceptível durante o Snatch Game quando fez a Margaret Tatcher, que ao lado do Trump de The Vivienne formaram uma dupla tão divertida e com grande química entre si que culminou na vitória das duas no desafio. E ainda o desejo de Alan Carr de ver ambas estrelando um programa de humor com esses personagens políticos controversos.

Diferentemente do que havia mostrado no reality Drag Queens Of London, exibido em 2014, que não era uma boa pessoa para trabalhar em equipe, em Drag Race UK Baga deixou tal comportamento no passado. Seja ao lado de The Vivienne ou do trio musical Frock Destroyers, com Blu e Divina, a rainha atuou muito bem com suas parceiras, resultando em um bom trabalho final.

Infelizmente, não podemos dizer o mesmo de quando a rainha trabalhou com a própria mãe no desafio de transformação. A forma com que Baga falou da mãe no palco principal causou mal estar nos jurados, nas outras drags e nos espectadores. Chipz precisou se retratar nas redes sociais por conta disso (leia mais aqui).

>  S10E12 | Runway | Final 4 Eleganza Extravaganza
>  S10 | Mama Ru foi substituída no quarto episódio?

Assim o maior triunfo de Baga no jogo foi sua personalidade carismática e capacidade de fazer rir, que com certeza a salvaram de cair no bottom 2 algumas vezes. Especialmente se pararmos para analisar seu senso fashion que era muito duvidoso. Afinal é consenso no fandom do show que no desafio de costura que desfilou com um look de palha de aço a queen merecia ter dublado, ou ao menos ter sido bottom 3 e não salva como foi.

Entretanto é aquilo que mama Ru disse, o senso estético de Baga funciona bem para ela, então apenas nos resta esperar qual será a próxima “bomba” que a queen irá desfilar em nossas telas e celebrar isso.

E é importante frisar que Chipz nunca se importou com o visual, ela deixou isso bem explícito antes mesmo do show estrear. Em uma entrevista ela revelou que para si importa muito mais uma artista que saiba entregar uma grande perfomance do que apenas looks. O que acaba servindo para seu desempenho no show, pois se por um lado os seus looks eram de gosto duvidoso, nas performances musicais, de atuação e comédia ela reinou absoluta, sendo destaque positivo ou até mesmo vencendo.

>  Monét faz apelo ao fandom de Drag Race
>  RuPaul's Drag Race vence 4 Emmys, incluindo o de melhor apresentador de reality show para RuPaul

Sendo assim, com seus altos e baixos Baga Chipz chega ao top3 com 3 vitórias e 1 bottom2 – mais um monte de memes para nossas galerias e redes sociais. Será isso suficiente para coroá-la como a primeira Drag Superstar do Reino Unido? Em breve descobriremos.


Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

RuView

DRUK S1 | Top 3: Divina de Campo, a poderosa rainha teatral

Divina de Campo, a rainha do teatro que venceu seu medo de competições e chegou ao top 3 da S1 de Drag Race UK. Será que ela leva a coroa? #TeamDivina

Compartilhe!

Publicado

on

Antes da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race estrear, Divina de Campo deixou claro que não se dava bem com competições. Em várias entrevistas e no Meet The Queens a rainha expôs que competições sempre tiravam o seu melhor. O que me fez acreditar que ela não duraria muito na competição.

Pois bem, depois de sete semanas muito concorridas, Divina nos provou que é uma grande jogadora e que se em algum momento uma competição poderia deixá-la sem rumo, isso ficou no passado.

>  S10E12 | Runway | Final 4 Eleganza Extravaganza
>  Por dentro do processo seletivo de RuPaul's Drag Race

Desafio após desafio, vimos uma Divina mostrar um trabalho consistente, sempre mantendo seu desempenho de alto nível. A queen foi a única da temporada a não dublar pela sua vida em todos os sete episódios. Não houve sequer um momento em que De Campo correu o risco de ser eliminada, provando o quão focada e dedicada foi sua corrida.

Divina provou ser uma incrível competidora em todos desafios que surgiram em sua trajetória: atuação, comédia, costura, canto e dança. E não foi apenas em sua trajetória solo que a queen deu aula de bom desempenho, pois quando esteve à frente do grupo musical Frock Destroyers, De Campo conseguiu trabalhar com Baga e Blu de modo que tirou o melhor das duas para que o resultado final da coreografia do trio fosse nada mais que espetacular.

>  S10 | Bônus da Pré-Estreia
>  Monét faz apelo ao fandom de Drag Race

Os anos de experiência no teatro foram um grande triunfo para o desempenho de Divina, mas seu carisma e personalidade contribuíram para nos identificarmos com ela e desejar que chegasse tão longe. Além do mais maturidade pode ser considerado o nome do meio da queen, que mesmo tendo algumas desavenças com The Vivienne, não deixou que o drama entre as duas atrapalhasse seu jogo.

E qual a cereja do bolo nisso tudo? A risada insana de Divina, que se no primeiro momento era algo irritante, com o tempo aprendemos a apreciar e desejar o momento em que ela soltaria sua gargalhada icônica.

(A propósito, outra Drag de risada diabólico que roubou nossos corações este ano foi Yvie Oddly, que venceu a S11 de Drag Race original, seria isso um indício de que já sabemos quem leva a S1 de DRUK???)

Divina de Campo chega ao top3 com 3 vitórias e nenhum bottom2, tendo assim o melhor histórico de toda temporada. Será isso suficiente para coroá-la como a primeira Drag Superstar do Reino Unido? Em breve descobriremos.

Leia também:

>  DRUK S1 | Top 3: The Vivienne, a embaixadora que tinha muito a provar

Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

RuView

DRUK S1 | Top 3: The Vivienne, a embaixadora que tinha muito a provar

The Vivienne, a embaixadora de Drag Race que tinha muito a provar na competição e conquistou seu lugar no top 3 de Drag Race UK. Será que ela leva a coroa? #TeamVivienne

Compartilhe!

Publicado

on

De todas as rainhas a participarem da primeira temporada de Drag Race UK, The Vivienne era aquela que tinha muito a provar e com isso muito a perder, pois era a Drag com maior ligação com o show, já que ostentava o título de Rainha Embaixadora de Drag Race no Reino Unido. E já no primeiro episódio a queen venceu o desafio principal, provando que era muito mais que um nariz plastificado, segundo Michelle Visage, e por isso suas irmãs deveriam ficar atentas, pois ali tínhamos uma grande competidora.

>  S10 | Mama Ru foi substituída no quarto episódio?
>  Drag Race leva sashay away da Netflix em maio

The Vivienne nos apresentou performances incríveis. Arrasou na transformação de Rainha Elizabeth II e deu vida a um dos melhores personagens já feitos no Snatch Game, o Donald Trump laranjado. A forma com que a rainha interpretou o presidente dos EUA, deixou a todos chocados pela grande semelhança e satisfeitos com seu humor ácido sem remorsos.

Quanto aos looks, a queen foi um dos maiores destaques da temporada, devido a sua polidez impecável e um senso fashion apurado. Isso lhe rendeu muitos elogios, tanto dos jurados quanto dos espectadores. A queen se sobressaiu especialmente naquelas passarelas em que não desfilou um look óbvio esperado, como quando se vestiu de “tempestade”.

E drama The Vivienne soube trazer na medida certa, quando foi confrontada por Divina que sentia menosprezada pela queen, ela retrucou sem pensar duas vezes uma resposta que já ficou icônica: “nos últimos dez anos vi você sempre de peruca ruiva e vestido prateado”. Ou quando saiu em defesa da mãe de Baga Chips que foi negativamente exposta pelo filho no palco principal durante o desafio makeover, pedindo a Chips que se desculpasse com a própria mãe pelas palavras ditas. Fato é: nada disso tirou a rainha de seu foco, vencer o máximo de desafios possíveis para chegar à grande final!

>  S10E12 | Runway | Final 4 Eleganza Extravaganza
>  Barraco Drag: Delta Work Vs. Produção de Drag Race

The Vivienne assim conquistou seu merecido lugar no top3 com 3 vitórias e 1 bottom2, além do prévio título de Embaixadora de RuPaul’s Drag Race. Será isso suficiente para coroá-la como a primeira Drag Superstar do Reino Unido? Em breve descobriremos.

Leia também:

>  DRUK S1 | Top 3: Divina de Campo, a poderosa rainha teatral

Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Babados

DRUK | Baga Chipz e mãe respondem aos fãs após repercussão de episódio

Os fãs não curtiram a forma com que Baga Chips tratou sua mãe no último episódio de Drag Race UK. Então a queen usou suas redes para se defender e sua mãe se manifestou a seu favor. Veja a seguir!

Compartilhe!

Publicado

on

Baga Chipz pediu aos fãs que fossem “gentis” após suas reações ao sétimo episódio da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK.

No episódio desta semana, as quatro rainhas finalistas – Baga Chipz, Cheryl Hole, Divina De Campo e The Vivienne – foram encarregadas de dar às mães e irmãs uma transformação incrível e desfilarem com toda opulência pela passarela.

The Vivienne e Divina foram elogiadas por suas transformações, enquanto Cheryl recebeu críticas mistas; A mãe de Baga recebeu uma recepção muito negativa, com Alan Carr dizendo que parecia que ela estava prestes a sair no Halloween para “fazer travessuras e gostosuras”.

No palco principal, Baga disse aos jurados – incluindo a atriz convidada especial Michaela Coel – que ela teve dificuldades com a transformação de sua mãe por ela ser uma “mulher de certa idade”, ter uma “barriga saliente” e também ser “cega como um morcego”.

Ao longo do episódio, a rainha revelou que o relacionamento deles não era tão íntimo quanto os outros pares na sala de trabalhos. No entanto, os espectadores de Drag Race – e suas colegas concorrentes – se sentiram incomodados com a forma que Baga falava com sua mãe.

>  RuPaul's Drag Race vence 4 Emmys, incluindo o de melhor apresentador de reality show para RuPaul
>  #36 | RuPaul's Drag Race Holi-slay Spectacular

A princípio, a drag ignorou os comentários on-line, dizendo aos fãs que “ama” sua mãe e está “orgulhosa” do que realizou no programa. Mas após várias críticas negativas Baga postou um novo tweet:

“Ninguém conhece a história da minha vida. Eu não sou uma vítima, mas tem sido difícil. Seja gentil”.

Numa das interações que Baga teve com os fãs no twitter deu para entender um pouco da dinâmica da relação da drag com sua mãe que também se manifestou.

Baga: Eu amo muito minha mãe! Tão orgulhosas de você!!! 💖💖💖
Jonathan: Tenho o mesmo relacionamento com minha mãe, que é socialmente desajeitada e tímida, falo por ela em público e sei que isso parece ruim para os outros, mas ela me pede para fazê-lo… em casa, no sofá, quando somos só eu e ela… é uma história diferente.
Baga: O mesmo [aqui]. 💖
Kri: Lamento ver tantas pessoas dizerem que você é ruim com sua mãe quando elas não entendem a dinâmica de vocês… Fiquei emocionado ao ver vocês no palco, pois minha mãe é exatamente igual à sua e vi que você estava tentando ajudar ela se sentir confortável e o resto das pessoas na sala não entendeu 😕
Jo: Haters sempre vão odiar. Baga sabe que eu tenho muito orgulho dela e este é o jeito que somos uma com a outra. Team Baga, beijos”.
>  S10E12 | Runway | Final 4 Eleganza Extravaganza
>  Por dentro do processo seletivo de RuPaul's Drag Race

Em outra tweet a mãe de Baga afirmou que não foi humilhada e que seu filho é a pessoa mais gentil que ela conhece.

Baga: Eu amo muito minha mãe! Tão orgulhosas de você!!! 💖💖💖
LJ: Senti tanta pena de sua mãe. Ela parecia humilhada. Se meus filhos me tratassem assim na frente das pessoas, eu ficaria de coração partido.
Jo: Não fui humilhada e meu filho é uma das pessoas mais gentis que conheço. Eu acho que ele estava arrasado porque sabia que estaria no bottom 2 e entrou em pânico. Por favor, não o julgue por conta de um episódio episódio. Eu o amo muito, abraços”.

Para ler mais sobre Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Moda

DRUK | S01E07 | Runway: Makeover

Publicado

on

Confira os looks da runway Makeover, do sétimo episódio da S1 de RuPaul’s Drag Race UK.

ELENCO COMPLETO

BAGA CHIPZ

>  Monét faz apelo ao fandom de Drag Race
>  RuPaul's Drag Race vence 4 Emmys, incluindo o de melhor apresentador de reality show para RuPaul

CHERYL HOLE

DIVINA DE CAMPO

THE VIVIENNE

>  Barraco Drag: Delta Work Vs. Produção de Drag Race
>  S10 | Rumores da composição do top 3

MICHAELA COEL

MICHELLE VISAGE

RUPAUL

Comente aí quem merece Toot ou Boot!

Leia minha RuView deste episódio aqui.


Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Destaques

DRUK S1 | RuView do 7º episódio

Comentários e análise crítica do sétimo episódio da S1 de Drag Race UK.

Compartilhe!

Publicado

on

Foi ao ar o penúltimo episódio da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK! A seguir posto meus comentários e análise do que rolou. Contém spoilers.

As rainhas voltam para a sala de trabalhos e lamentam a eliminação de Blu Hydrangea, a drag com carinha de anjo, mas com a língua mais venenosa da sala de trabalhos.

Para Cheryl Blu não deveria ter dublado e sim Baga Chipz… Bem, essa é a opinião de 99% dos espectadores de DRUK também. All T, All Shade!

MINI DESAFIO

O mini-desafio será um festival de insultos com a volta dos fantoches, YASSSSSS!  As rainhas pegam bonecos aleatórios que representam suas rivais, precisam transformá-los nas drags designadas e fazer um digno roast britânico.

The Vivienne e fantoche Divina

Divina e fantoche Cheryl

Cheryl e fantoche Baga

Baga e fantoche The Vivienne

Mama Ru então dá a vitória do mini-desafio para Divina é anuncia o desafio da semana: uma transformação Drag nas mulheres mais importantes da vida das rainhas, suas mães e irmãs. Como sempre o desafio de makeover é sobre semelhança familiar entre as drags e suas convidadas, além de uma performance no palco principal.

As duplas: Baga Chipz e sua mãe, Josie. Cheryl Hole e sua irmã, Gina. Divina de Campo e sua irmã, Carys. The Vivienne e sua mãe, Cassie.

>  S10 | Mama Ru foi substituída no quarto episódio?
>  S10 | Bônus da Pré-Estreia

SALA DE TRABALHOS

Depois de mama Ru sair, as rainhas e suas familiares aproveitam para colocar o papo em dia. Contar sobre como estão indo na competição e matar a saudade.

Depois do abraço em Plastique Tiara na S11, agora mama Ru deu um caloroso aperto de mão na mãe de Baga. Qual o equivalente ao Emmy no Reino Unido mesmo? Ah sim, o BAFTA (SHADE).

Aparentemente, Cheryl tem vantagem no desafio, por ela e sua irmã serem as mais semelhantes… veremos! Foi bacana descobrir que foi a irmã de Hole que a ensinou a se maquiar. Família unida em Drag desde sempre!

Enquanto Divina é Cheryl conseguem fazer suas irmãs desfilarem muito bem em salto alto, investindo bastante na performance da dupla; Baga e Vivienne focam na semelhança familiar, pois sabem que suas mães não conseguiram se apresentar da mesma forma.

É um desafio bem emocional, pois as rainhas estão lidando com pessoas que amam, ou seja, todas querem dar o seu melhor para deixar sua dupla orgulhosa.

Por conta de um zíper arrebentado no look de sua irmã, Cheryl Hole acha que todo seu desafio está comprometido.

Então as rainhas se preparam para o desafio principal. Enquanto montam suas mães e irmãs, ela comentam o poder de se transformarem em drags, pois se sentem mais confiantes e verdadeiras heroínas.

>  Barraco Drag: Delta Work Vs. Produção de Drag Race
>  Por dentro do processo seletivo de RuPaul's Drag Race

DESAFIO PRINCIPAL

Michaela Coel é tudo para mim, AMO! AMO! AMO!

Makeover é um dos desafios que mais amo e esse com certeza foi um dos melhores da história do programa. Muito difícil escolher quem deveria ser bottom2. Se não fosse o penúltimo episódio da temporada eu salvaria todas as Queens e faria mais um episódio para escolher o top3, porque foi uma tarefa difícil.

Contudo, a forma com que Baga falava da própria mãe, apontando inúmeros defeitos em seu corpo para justificar sua montação, me deu vontade de jogá-la sozinha no bottom2. Faltou um pouco de empatia e compaixão com a própria mãe que acabou se culpando no “Untucked” pelo fracasso de Baga no desafio. Fora isso foi lindo ver drags e suas familiares celebrando no “Untucked” o resultado final de suas transformações e demonstrando todo amor que sentem umas pelas outras.

Mas como não sou RuPaul e não decido os rumos do show, mama deu a vitória para Divina de Campo e jogou Baga e Cheryl no palco para dublar.

MELHOR LIPSYNC DA TEMPORADA SIM!

Baga recebeu shantay e Cheryl sashay away!

E aqui temos o top3 da S1 de DRUK: Baga Chipz, Divina de Campo e The Vivienne.

>  Drag Race leva sashay away da Netflix em maio
>  RuPaul's Drag Race vence 4 Emmys, incluindo o de melhor apresentador de reality show para RuPaul

CONCLUSÃO

Sobre Baga neste episódio: pelo que entendi ela não culpou a própria mãe diretamente, mas por ver que tinha se dado mal no desafio, arrumou mil desculpas para se safar e jogou nas costas da mãe a responsabilidade que era apenas dela mesma, da Baga. Depois não quis assumir que desrespeitou a própria mãe no palco e continuou dando desculpas esfarrapadas. Não se desculpou sinceramente e ficou argumentando que as drags não sabem do relacionamento das duas, por isso não deveriam julgá-la. Ainda bem que The Vivienne e Divina foram sensatas e disseram a Josie que ela arrasou. No desafio, mesmo o filho fazendo parecer que ela foi a culpada por algo. Sei que é um programa de TV mega roteirizado e armado, mas me decepcionei bastante com essa postura de Baga com a própria mãe.

Saudades Alan Carr, achei que tinha sido expulso que nem a Willam na S4… E que bancada perfeita, foi pura diversão. É perceptível que RuPaul e Michelle Visage se divertiram muito gravando Drag Race no Reino Unido.

Depois de passar semanas parecendo uma versão genérica de Alyssa, finalmente vi a Cheryl por debaixo dessa personificação da Edwards. A Queen não estava a altura das demais na competição, sua eliminação foi justa. Cheryl amou estar ali, mesmo sem vencer. Diferentemente de drags em outras temporadas de RPDR que ficam chorando em todo canto por não vencer nada… Desejo que aqui fora seu sucesso seja grande.

Os terninhos de mama Ru foram um show a parte nesta temporada! Amei demais todos eles, mas o de hoje é o meu favorito disparado.

>  #36 | RuPaul's Drag Race Holi-slay Spectacular
>  Monét faz apelo ao fandom de Drag Race

Foi um episódio muito fofo de assistir. Amei ver as rainhas interagindo com suas mães e irmãs, pois era perceptível o nível de intimidade e apoio que elas recebem de seus familiares. Um ambiente repleto de amor e respeito assim é tudo que nós LGBTs precisamos, mas que infelizmente para muitos ainda é um sonho.

Este top3 é de longe o mais forte da temporada, desde o início eu já imaginava que a formação seria esta com Baga, Divina é Vivienne entre as melhores.

Mesmo tendo sido protegida em diversas ocasiões, Baga mereceu seu lugar ao lado das demais com seu humor sem reservas; Vivienne com sua polidez invejável e Divina com toda sua teatralidade impecável. Um trio poderoso em que qualquer uma das três merece levar a coroa da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK. E aí, para quem vai sua torcida?

O episódio foi bom, na medida certa, mesmo com o papelão da Baga Chipz, então ele merece 4,5 coroas.

Veja os looks individuais do desafio principal aqui:

>  DRUK | S01E07 | Runway: Makeover

Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Drag Queens

DRUK S1 | Entrevista: Blu Hydrangea

Blu Hydrangea fala sobre Frock Destroyers, Eurovision, sua passagem em Drag Race e muito mais. Confira!

Compartilhe!

Publicado

on

“Eu estava confiante, estava devassa, eu era uma Frock Destroyer!”

A cada ano, quando o elenco de Drag Race do RuPaul é revelado, os fãs rapidamente classificam os competidores na categoria de ‘rainha da comédia’ ou ‘rainha do Instagram’, sem realmente saber o que elas escondem em seu repertório.

Para Blu Hydrangea, ela caiu no último. Ela ostentava o maior número de seguidores nas mídias sociais e foi elogiada por todos, graças às suas habilidades de maquiagem de tirar o fôlego e ao incrível e peculiar senso de moda.

A queen da Irlanda do Norte não nos decepcionou, servindo algumas das melhores passarelas da temporada. No entanto, ela provou que os pessimistas estavam errados quando mostrou seu talento cômico como ‘Dirty Mary Berry’ e suas habilidades performáticas como parte da girl band mais icônico da década: Frock Destroyers (Break Up Bye Bye está a caminho de estrear no topo 30 nos charts de singles do Reino Unido).

“Pode haver mais coisas aí para as Frock Destroyers, nunca se sabe“, ela revelou, logo após ser expulsa do quarto de hotel por ser – em suas palavras “fabulosa demais”. “Estamos em um bate-papo em grupo e estamos ansiosas para fazer mais!”

A Gay Times entrevistou Blu para discutir sua eliminação nas mãos da sua melhor amiga Cheryl Hole, sendo um farol de luz para a comunidade gay da Irlanda do Norte e se as Frock Destroyers representarão o Reino Unido na Eurovision do próximo ano.

>  Barraco Drag: Delta Work Vs. Produção de Drag Race
>  S10 | Bônus da Pré-Estreia

Parabéns por estar no top5 da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK! Como você está se sentindo?

Eu me sinto ótima! Eu tenho com um pouco de ansiedade por não estar no próximo episódio. É o desafio makeover [transformação]! Mas, fora isso, eu estou bem. Eu não mudaria nada neste momento. Em primeiro lugar, quem pensaria que eu chegaria no top5?

Bem, seus looks foram incríveis e você surpreendeu a todos nós com seu talento cômico – você já recebeu uma ordem de restrição de Mary Berry?

Eu pensei que isso iria acontecer! Ainda não. Eu fui um pouco suja e coisas assim, então eu vejo por que as pessoas não aceitaram bem, mas eu fiquei muito orgulhosa disso. Eu não esperava entrar e fazer esse tipo de coisa no programa? Eu não esperava que eu fosse capaz de fazer isso.

Eu achei divertido! Eu acho que as pessoas precisam relaxar um pouquinho.

Obrigado! Ru disse: “Me faça rir”, e foi isso que eu fiz. Poucas pessoas recebem uma chamada de atenção da Ru no palco principal e são informadas de que estão salvas. Especialmente para mim, esse não era meu forte, não era meu porto seguro. Isso apenas prova que eu estava disposto a fazer qualquer coisa para durar e permanecer o tanto que fiquei.

Você sente que cresceu como drag queen por participar do programa?

Com certeza. Entrei tão tímido e reservada e não totalmente eu… Fui como Josh e não Blu. Obviamente, quando você coloca toda a drag em ação, você se torna uma pessoa completamente diferente, mas eu não conseguia sair da minha cabeça para fazer isso, para ser essa persona exagerada de drag queen. Mas eu estava confiante, fui, era um Frock Destroyer [destruidora de vestido]! Esse programa me ensinou a ser eu mesma, e as pessoas vão me amar pelo que faço.

>  Monét faz apelo ao fandom de Drag Race
>  Drag Race leva sashay away da Netflix em maio

Você veio ao show e disse que queria representar a comunidade gay da Irlanda do Norte – como tem sido a reação do povo em casa?

Tem sido muito positiva. No bar em que trabalhei, temos uma pequena festa para acompanhar o show e sempre recebo os vídeos de reação, porque não aguento assistir [Drag Race] na frente das pessoas! Sempre há multidões enormes em pequenos bares, porque existem apenas dois bares gays em Belfast. É bom que a comunidade se reúna assim, principalmente depois de tudo o que passamos recentemente. Eu espero que eles se sintam orgulhosos e representados por mim da maneira que eles gostariam de ser representados. Talvez não com as Frock Destroyers e Mary Berry, mas com o resto… espero!

Como foi assistir o episódio da sua eliminação?

Não foi tão ruim quanto eu imaginei. Eu me preparei para isso na minha cabeça e assisti com Crystal e Cheryl, e elas foram tão amáveis ​​e solidárias. Sinto que não saí com uma desempenho ruim ou tendo eito um péssimo desafio. Eu não fui muito mal! Apenas foi coisa demais naquela altura [da competição]. Embora a dublagem não tenha sido tão boa para mim, Cheryl teve que provar a si mesma e estou tão orgulhosa dela como amiga, que ela teve esse momento.

Você chegou a imaginar que teria chance de continuar na competição, depois de ver Cheryl Hole dublando?

[Risos] Tipo, não depois do lipsync! Mas por um momento, pensei que seria eu contra Baga ou Cheryl contra Baga, então talvez eu tivesse uma chance de ficar. Ao mesmo tempo, quem quer enfrentar Baga? Ela tem sido tão boa, ótimo entretenimento.

É raro uma rainha ser eliminada usando o melhor look que ela á mostrou no programa, e acho que você fez isso.

Muito obrigada! Mesmo quando meu cabelo estava todo… Pelo menos eu não me segurei, era o que eu estava pensando quando vi isso porque, oh meu Deus… Sem shade para quem fez meu cabelo, o cabelo estava bem feito, mas eu não sei o que eu estava fazendo naquela passsarela.

>  S10E12 | Runway | Final 4 Eleganza Extravaganza
>  Por dentro do processo seletivo de RuPaul's Drag Race

Não tenho certeza se você sabe a resposta para isso, mas por que eles escolheram um remix de Call My Name? O original é perfeito como é.

Eu sei! É ótima. Eu não sei, você sabe… Mas é claro, Cheryl tinha coreografia para essa versão da música! Quando chegamos na passarela, eles originalmente tinham cortado uma versão dela. Mas quando estávamos no palco, eles tocaram a versão completa. Cheryl fazendo Cheryl é ela em seu elemento e se era um remix ou não – eu ainda estava indo para casa! [Risos]

Você chegou ao top 5, por isso passou bastante tempo na tela. Mas havia algo que você que o público visse que não foi ao ar?

Na verdade, acho que eles editaram exatamente como eram os dias. Não há muita coisa perdida. Estávamos todas tão próximas, eu meio que gostaria que tivéssemos mais disso, porque sempre que eles nos mostravam na sala de trabalhos, eram as mesmas pessoas. Eu e Baga éramos muito próximos, eu e The Vivienne, eu e Crystal, eu e Sum Ting, mas você não viu isso. Todos nós queríamos deixar o Reino Unido orgulhoso.

Bem… você está programada para estrear no top 30 de UK Singles Chart esta semana como parte das Frock Destroyers. Como é ser uma estrela pop genuína?

Meu namorado é um grande fã de Marina e do Diamonds e ele diz: ‘Ela não tem num um top 10!’ Então é loucura. É insano. Espero que outras garotas, como Divina e Baga, agraciem as paradas com um single solo, mas se você me dissesse que uma música da qual faço parte estaria no chart… quero dizer. Eu riria na sua cara, é ridículo! Apenas mostra o alcance que Drag Race tem.

>  S10 | Rumores da composição do top 3
>  S10 | Mama Ru foi substituída no quarto episódio?

É esta a confirmação de que você não será a próxima drag queen do pop da Irlanda do Norte?

Tipo… eu poderia ser a próxima Nadine Coyle do pop, mas acho que seria mais uma Sarah Harding, uma estrela pop medíocre.

O shade!

[Risos] Isso é tipo um shade, não é? Não coloque isso! Mas pode haver mais coisas para as Frock Destroyers, nunca se sabe. Estamos em um bate-papo em grupo e estamos ansiosas para fazer mais, por isso espero que isso aconteça!

Os fãs também fizeram campanha para vocês representarem o Reino Unido no Eurovision – você topa?

Claro! As pessoas cantam ao vivo no Eurovision ou fazem mímica? Eu posso dublar tão bem, mas cantar ao vivo…

Não tenho certeza, não ficaria surpreso se eles fizessem mímica…

Bom, melhor ainda!

Você voltaria para uma temporada futura do All Stars?

Oh meu Deus, com certeza! Num piscar de olhos. Se o programa pode fazer tudo isso por mim em apenas uma rodada, o que isso poderia me fazer em uma segunda rodada, com mais confiança? Você sabe? Definitivamente.

O que você faria diferente?

Tenha mais confiança que antes. É difícil dizer isso porque ser jogada em uma situação é o que me assustou – o que quer dizer que não acontecerá novamente? Só acho que descobri talento em coisas que achei que estavam fora da minha zona de conforto. Só posso começar a trabalhar nessas coisas, é daqui pra cima agora!

>  #36 | RuPaul's Drag Race Holi-slay Spectacular
>  RuPaul's Drag Race vence 4 Emmys, incluindo o de melhor apresentador de reality show para RuPaul

E finalmente, o que vem em seguida para Blu Hydrangea?

Vou conhecer todos os meus fãs em todo o Reino Unido. Quero manter minhas mídias sociais para que as pessoas possam me seguir além do programa, para que seja onde eu vou focar a maior parte da minha energia. Felizmente, em algum momento, receberei uma parceira de maquiagem com uma marca. E os dedos cruzados para mais coisas das Frock Destroyers – é icônico!


Para ler mais notícias sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Drag Queens

Queen of Drags | Elenco oficial da Season 1

Conheça o elenco da primeira temporada de Queen Of Drags!

Compartilhe!

Publicado

on

Queen of Drags é um reality de competição de drags da Alemanha. Dez drag queens se mudaram para uma luxuosa vila e conviveram juntas por várias semanas, onde Heidi Klum, Bill Kaulitz e Conchita Wurst deram às rainhas uma nova tarefa a cada semana, desde realizar os desafios semanais, até realizar o melhor show de palco e encantar o público nos estúdios em Los Angeles. A emissora alemã comprou os direitos de RuPaul’s Drag Race e adaptou o formato, assim como foi feito com The Switch, do Chile. Conheça a seguir o elenco oficial da primeira temporada, que conta com a rainha brasileira Catherrine Leclery.

Elenco da S1 de Queen of Drags: Aria Addams

Elenco da S1 de Queen of Drags: Bambi Mercury

Elenco da S1 de Queen of Drags: Candy Crash

>  Por dentro do processo seletivo de RuPaul's Drag Race
>  S10 | Rumores da composição do top 3

Elenco da S1 de Queen of Drags: Catherrine Leclery

Elenco da S1 de Queen of Drags: Hyden Kryze

Elenco da S1 de Queen of Drags: Janisha Jones

>  Monét faz apelo ao fandom de Drag Race
>  S10 | Mama Ru foi substituída no quarto episódio?

Elenco da S1 de Queen of Drags: Katy Bahm

Elenco da S1 de Queen of Drags: Samantha Gold

Elenco da S1 de Queen of Drags: Vava Vilde

Elenco da S1 de Queen of Drags: Yoncé Banks

>  RuPaul's Drag Race vence 4 Emmys, incluindo o de melhor apresentador de reality show para RuPaul
>  #36 | RuPaul's Drag Race Holi-slay Spectacular

SOBRE O PROGRAMA

Queen of Drags é o novo reality em que Heidi Klum, Bill Kaulitz e Conchita Wurst estão procurando a melhor drag queen. A produtora ProSieben anunciou que as filmagens foram em Los Angeles. Um total de dez drag queens da Alemanha, Áustria e Suíça competirão entre si no estilo de RuPaul’s Drag Race. Os participantes são acompanhados semanalmente por uma estrela convidada diferente.

Apresentadores de Queen of Drags: Bill Kaulitz, Heidi Klum e Conchita Wurst

Bill Kaulitz, Heidi Klum, Olivia Jones (jurada convidada) e Conchita Wurst

>  S10E12 | Runway | Final 4 Eleganza Extravaganza

>  Pabllo Vittar será jurada na estréia de Queen Of Drags, Drag Race alemão

“Adoro drags, estou entusiasmada com o show e estou feliz que a Alemanha finalmente veja nossas melhores e mais coloridas drags”, diz o cunhado de Klum, Bill Kaulitz, sobre o novo formato. Acima de tudo, Conchita Wurst quer mostrar que Drag “tem muito mais a oferecer do que roupas, perucas e maquiagem deslumbrantes”. Heidi Klum promete que o show mostrará as “facetas criativas do mundo das drag”.

Compartilhe!
Continuar lendo

Rumores

DRUK S1 | Rumor | Spoilers do episódio 7

Descubra quem será o top 3 da S1 de Drag Race UK.

Compartilhe!

Publicado

on

Em RuPaul’s Drag Race UK dez rainhas britânicas estão em busca da tão cobiçada coroa e o título de primeira Drag Superstar do Reino Unido.

A seguir rumores que são possíveis spoilers do episódio, se você não curte, não prossiga.

>  Drag Race leva sashay away da Netflix em maio
>  S10 | Mama Ru foi substituída no quarto episódio?

O desafio principal será um makeover, em que as rainhas terão que transformar em drags suas mães/irmãs.

Win: Divina

Bottom 2: Cheryl e Baga

Sashay Away: Cheryl Hole

>  #36 | RuPaul's Drag Race Holi-slay Spectacular
>  Barraco Drag: Delta Work Vs. Produção de Drag Race

Esses rumores são provenientes da mesma fonte de spoilers da S11 de Drag Race, em que a maioria se provou real. Então as chances dessas informações serem verdadeiras são grandes.


Para ler mais notícias de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Cultura

Pabllo Vittar será jurada na estréia de Queen Of Drags, Drag Race alemão

Pabllo Vittar faz participação especial no reality alemão Queen Of Drags, o Drag Race da Alemanha, que estréia esta semana. Laganja também aparece. Veja a seguir.

Compartilhe!

Publicado

on

Queen of Drags é o novo reality em que Heidi Klum, Bill Kaulitz e Conchita Wurst estão procurando a melhor drag queen. A emissora ProSieben anunciou que as filmagens foram em Los Angeles. Um total de dez drag queens da Alemanha, Áustria e Suíça competirão entre si no estilo de RuPaul’s Drag Race. Os participantes são acompanhados semanalmente por uma estrela convidada diferente.

“Adoro drags, estou entusiasmada com o show e estou feliz que a Alemanha finalmente veja nossas melhores e mais coloridas drags”, diz o cunhado de Klum, Bill Kaulitz, sobre o novo formato. Acima de tudo, Conchita Wurst quer mostrar que Drag “tem muito mais a oferecer do que roupas, perucas e maquiagem deslumbrantes”. Heidi Klum promete que o show mostrará as “facetas criativas do mundo das drag”. A emissora alemã comprou os direitos de Drag Race e adaptou o formato, assim como foi feito com The Switch, do Chile.

Bill Kaulitz, Heidi Klum e Conchita Wurst

>  Monét faz apelo ao fandom de Drag Race
>  S10E12 | Runway | Final 4 Eleganza Extravaganza
>  S10 | Mama Ru foi substituída no quarto episódio?

PABLLO VITTAR

Esta semana começa Queen Of Drags e o episódio de estréia conta com nossa rainha brasileira Pabllo Vittar como jurada convidada. Laganja Estranja (S6) também aparece no vídeo, confira a seguir.

Queen of Drags estréia em 14 de novembro na Alemanha. Conheça o elenco da primeira temporada clicando aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Modo Escuro

Modo Escuro
Propaganda

Posts recentes

Podcast

Em Alta

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2019 © Todos os direitos reservados.