Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drag Queens

Landon Cider, o primeiro Drag King em um reality americano

🕓 3 min de leitura

The Boulet Brothers’ Dragula será o primeiro reality de competição drag dos Estados Unidos a apresentar um drag king. Os fãs de drag estão entusiasmados com o fato de esta forma de arte estar finalmente conseguindo a visibilidade que merece.

Dragula foi criada pelas drag queens Dracmorda e Swanthula Boulet, que organizavam o evento “Dragula” em uma boate em LA por anos antes de transformá-lo em uma série de TV. O show, consiste em drags alternativas competindo para ser a “próxima drag super monster” e ganhar um prêmio de US$ 25.000. Atualmente, está em sua terceira temporada, que será lançada no Amazon Prime Video no final deste mês e terá o primeiro drag king. Até agora, a série apresentou apenas drag queens. RuPaul sempre disse que não queria incluir kings no Drag Race porque a arte deles não se “misturava” com a de drag queens. Agora, os irmãos Boulet estão mudando isso.

>  #66 | A Evolução de Dragula
>  Dragula S3 | Comentários e looks do episódio 08

Na terceira temporada, o programa contará com Landon Cider, um drag king que compartilha a mesma estética sombria e exagerada pela qual a série é conhecida. Além de apresentá-lo este ano, a próxima temporada incluirá outra concorrente mulher cis, Hollow Eve. Antes da aparição de Cider em Dragula, o único outro king a competir em uma série de TV foi Hugo Grrrl, que venceu a House of Drag da Nova Zelândia em 2018. Antes disso, a série do YouTube Camp Wannakiki apresentava o rei Boris Tudeth. Mas, além disso, a grande mídia tem sido seriamente carente dessa representação.

RuPaul’s Drag Race foi criticado no passado por prejudicar a comunidade drag king exibindo apenas um tipo de drag – um gênero hiper-feminino que aliena muitos artistas alternativos. Os irmãos Boulet querem mostrar uma variedade mais autêntica e diversificada da arte drag, e por isso decidiram apresentar Cider e Hollow. Os fãs do show ficaram emocionados ao ver finalmente drag kings conquistando seu espaço. Cider disse ao The Advocate:

“Sou uma mulher cis orgulhosa, lésbica e drag-king. As mulheres drags compartilham a mesma extensão de história com drag queens, preenchem nossas comunidades com incrível arte, e eu me sinto honrado em ser um em um infinito mar de talentos. Eu estou quebrando tetos de vidro. Então pegue um estilhaço, porque todos nós estamos vindo em busca de sangue!”

>  Boulet Brothers confirmam quarta temporada de Dragula e vinda ao Brasil
>  Tyra fala sobre racismo no fandom de Drag Race

Esperamos que Cider seja o primeiro de muitos drag kings na TV. Em Dragula, ele pode finalmente ajudar a desmantelar a ideia de que drag tem que ser feminino e abrir portas para que mais artistas do sexo feminino busquem o drag como uma forma de arte.

Para ler mais notícias de Dragula clique aqui.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Destaques

“Devemos lutar por nossos irmãos queer e trans”, Maxi Glamour, a drag monstra não binária de Dragula nos concedeu uma entrevista exclusiva, em que...

Dragula

Boulet Brothers lançam podcast cheio de revelações: planejavam um evento no Brasil, confirmam 4ª temporada de Dragula e preparam outras surpresas para os fãs.

Cultura

O reality das drags monstras agora faz parte da Netflix e em breve estará disponível no Brasil.

Season 03

Landon Cider foi a grande revolução da S3 de Dragula, provando como Drag Kings são incríveis. Mas será que mereceu chegar no top 3?

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.