Victoria’s Secret não quer mulheres trans ou gordas desfilando para a marca

Ed Razek, o homem sem sintonia, responsável pelo desfile da Victoria's Secret, diz que não quer mulheres gordas ou trans na passarela, e ridiculamente tenta levar crédito por Rihanna romper barreiras.

Modo Noturno
Victoria’s Secret Fashion Show 2018.

A Victoria’s Secret está falindo e se contorcendo, apesar de ainda exibir na televisão seu desfile de moda. As vendas da loja de lingerie estão em declínio desde 2016 e os millennials, que cada vez mais optam pelo conforto, em vez das ideias de couro e renda sexy da década de 80, vêm se distanciando da marca cada vez mais. E depois de ler uma nova entrevista na Vogue com o diretor de marketing da L Brands, Ed Razek, tenho certeza de que sei quem é o culpado pela queda da marca entre as mulheres jovens.

Razek, de 70 anos, que faz parte da equipe de elenco que escolhe as modelos para cada show, deu algumas respostas bizarras e sem sintonia na entrevista, criticando os críticos como sendo “inimigos” que querem muita diversidade na Victoria’s Secret Fashion Show e descreveu modelos trans como “transexuais”. Ele parece uma piada completa e um idiota absoluto e é claramente a razão pela qual a empresa está presa em 2005.

Primeiro, ele acusa Rihanna de copiar a Victoria’s Secret usando modelos grávidas, apesar de a participação de modelos grávidas no desfile d alinha de lingerie de Rihanna não se compara em nada com a VS que lançou modelos grávidas, mas magras e em forma, de gravidez praticamente imperceptível.

>  AS4E09 | Runway | Kitty Cat Couture
>  MET Gala 2018

A propósito, nós tivemos três modelos grávidas desfilando no show. Todo mundo falou sobre Savage [x Fenty] tendo a modelo grávida no show. Nós assistimos isso, nos divertimos com isso, mas não o amamentamos.

Então ele admite que, apesar de a VS ter considerado toda a coisa de modelos gordas, não é para quem eles fazem marketing.

Acho que abordamos a maneira como o mercado está mudando constantemente. Se você está perguntando se já consideramos colocar uma modelo transgênero no desfile ou analisamos a inclusão de um modelo de tamanho maior no programa, consideramos. Nós inventamos o desfile de modelo plus-size no que era nossa divisão irmã, Lane Bryant. A Lane Bryant ainda vende lingerie de tamanho grande, mas vende uma linha específica, assim como todo varejista especializado no mundo vende uma gama de roupas. Nós também. Comercializamos para quem vendemos e não fazemos marketing para o mundo inteiro.

Porque a especialidade deles é magrinha, ok? E a Victoria’s Secrete não vai ceder aos inimigos (mas, aparentemente, não considera todos os clientes que estão perdendo ao não expandir os tamanhos).

>  Drag queens compartilham mensagens de apoio após Bolsonaro ser eleito presidente
>  S10E09 | Runway | Silver Foxy

Não acho que podemos ser tudo para todos os clientes. É um negócio especializado; não é uma loja de departamentos. Estou sempre me perguntando: se fizermos isso, qual foi a razão pela qual fizemos isso? Por que incluímos essa pessoa? E nós os incluímos para calar um repórter? Nós as incluímos porque era a coisa certa a fazer ou porque era a coisa politicamente correta a se fazer?

E Razek parece pensar que os esforços secretos de “diversidade” da Victoria foram surpreendentes. Mas ele não vai ficar muito diversificado, considerando que esse show é uma fantasia, e ninguém quer ver alguém que não seja uma mulher loira de tamanho 2, ok?

Então é tipo, por que você não faz [tamanho] 50? Por que você não faz [tamanho] 60? Por que você não faz [tamanho] 24? É tipo, por que o seu show não faz isso? Você não deveria ter transexuais no show? Não, não, acho que não devemos. Bem, porque não? Porque o show é uma fantasia. É um especial de entretenimento de 42 minutos. É isso que é.

Razek simplesmente não consegue entender porque as pessoas fazem chacota com as modelos magrelas da VS. Eles estão em forma, você vê!

>  Courtney Act ganha programa de TV em emissora britânica
>  S11E07 | Runway | Farm To Runway

Sim, elas são agressivamente em forma fisicamente, mas a palavra efetiva é em forma. Devem se desculpar por estar em forma? Esta é a profissão delas, e esta é a penúltima expressão de sua profissão. E isso pode fazer modelos. Isso fez a carreira de Heidi [Klum].

Se a Victoria’s Secret está realmente querendo atrair mais clientes, e especialmente para atrair as gerações mais jovens que estão desinteressadas em seus corpos serem julgados e julgados por homens mais velhos, eles devem considerar demitir Razek!

Repercussão

Indya Moore, mulher trans, modelo e atriz (que interpreta Angel em POSE) usou suas para criticar a postura da Victoria’s Secret em não aceitar modelos trans ou gordas.

“Quando vamos parar de deixar homens de 70 anos de idade, cis e brancos definir o valor da beleza das mulheres? Marcas como Victoria’s Secrets são alienadas. Vamos investir em marcas como Savage Fenty (marcas de roupa íntima da Rihanna) que amam nossos corpos. #CancelemVS. E a Savage é melhor em tudo mesmo”.

Indya postou isso no twitter, mas já apagou seus tweets.

Via Jezebel e @PoseBr.

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here