Uma Década de Drag Race | S6 | Laganja Estranja

Modo Escuro

Como parte de seu especial Uma Década de Drag Race, a Billboard encontrou com uma rainha de cada temporada para relembrar a jornada da série, compartilhar algumas lembranças nunca antes vistas e jogar shade onde o shade é requisitado.

A representante da sexta temporada de Drag Race é a rainha do death drop: Laganja

Há algo que aconteceu nos bastidores ou longe das câmeras que você ficou surpresa de não ir ao ar?

Há coisas que eu gostaria de mostrar? Claro – talvez mais do meu talento. [risos] Mas, no geral, não. Eu acho que os editores fizeram um trabalho fantástico. Quer dizer, há muita coisa que acontece nos bastidores. Nós filmamos 12 horas por dia e dois dias é um episódio. Então, uma hora de tudo isso é o que você está vendo.

Desde que sua temporada foi ao ar, o que você mais se cansou dos fãs abordarem?

Eu não me canso de nada, porque eu me sinto com sorte que mesmo depois de todos esses anos, as pessoas ainda falam de coisas da minha temporada, especialmente, porque eu não estava na VH1. É uma coisa tão incrível que as pessoas chegam e perguntam: “Você e Adore são amigas?” ou “Você pode falar ‘okrrr’ e fazer um death drop?” Eu acho incrível que eu meio que criei um selo no tempo e ele segue vivo. Um dia, as pessoas não vão querer tirar uma foto minha, então o fato de as pessoas ainda estarem perguntando sobre a temporada é incrível.

>  S11 | Rumor | Spoilers do 12º episódio
>  Latrice Royale não tem permissão legal para votar, então ela quer que você vote

Houve algum momento marcante desde que a sua temporada foi ao ar?

Eu diria que trabalhar com Miley Cyrus foi provavelmente o meu momento mais marcante. Ela era tão gentil, generosa e amorosa. Ela me convidou para sua casa e eu coreografei para ela. Isso foi definitivamente uma coisa tão especial. Ela era uma grande fã do show e da House of Edwards. Mas Missy Elliot acabou de responder a um tweet meu e eu fiquei muito impactada.

Qual rainha você ficou mais próxima desde a sua temporada?

Definitivamente, Gia Gunn. Nós moramos juntas agora. Somos colegas de quarto. Recentemente, uma rainha que eu tenho me aproximado bastante é Bebe Zahara Benet. Ela e eu saímos em turnê juntas na Austrália e foi a primeira vez que trabalhamos juntas e senti uma conexão instantânea com ela. Tenho a sensação de que vamos ser amigas de longa data. Nós realmente nos conectamos. Nós definitivamente falamos a mesma língua.

Existe alguma decisão de lipsync for your life que você teria mudado se estivesse no lugar de Ru?

Absolutamente. Eu teria escolhido a senhorita Joslyn Fox. Sim, com certeza teria, querida. Eu estava à beira de um colapso mental que teria sido ótimo entretenimento para a TV. Eu não sei porque eles disseram adeus para mim.

>  Jasmine Masters defende mulheres que fazem drag e, indiretamente, critica RuPaul
>  Miz Cracker causa polêmica em show no Rio de Janeiro

Qual foi o look desfilado mais superestimado da sua temporada?

Qualquer coisa que Bianca Del Rio usou. [risos]

A rainha certa venceu?

Eu acho que a Bianca mereceu ganhar. Eu acho que Adore foi um segundo lugar muito próximo e, agora, com tudo o que Courtney fez, é incrível. Acho que o nosso top3 é um dos mais fortes no sentido de estar mundo a fora com seus shows, com suas próprias turnês, com suas próprias músicas.

Via Billboard.

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here