Shangela fala sobre carreira, All Stars 3, haters, filme com Lady Gaga e mais

Modo Noturno

Confira a seguir a tradução da entrevista que Shangela cedeu ao portal Means Happy, publicada em 27 de março aqui.

É provável que, se você pedisse a alguém para nomear os participantes mais icônicas de RuPaul’s Drag Race, você ouviria o nome de Shangela algumas vezes. Shangela, ou Shangela Laquifa Wadley se você é safada, perdeu por pouco a coroa do All Stars 3, uma derrota que ainda incomoda alguns fãs inveterados.

Além de ser certificada como realeza drag, Shangela também está fazendo seu nome em Hollywood e poderá ser vista no cinema ao lado de Lady Gaga no final deste ano. Nós conversamos com Shangela durante sua turnê de 75 cidades, que passará por todo o mundo, incluindo o Reino Unido, no início de abril, para falar sobre seu novo single ‘Pay Me’, RuPaul, Lady Gaga e o que ela realmente acha sobre essa polêmica reviravolta do All Stars 3.

Means Happy: Primeiro de tudo, parabéns por chegar ao final do All Stars 3. Você teve uma das maiores transformações do programa, desde ser a primeira eliminada da segunda temporada até se tornar finalista no All Stars. Como se sente?

Shangela: Bem, eu não poderia estar mais orgulhosa. Eu pude voltar ao programa e competir do jeito que eu queria, sendo confiante e me divertindo na passarela. Eu queria mandar uma mensagem para meus fãs de que se você trabalhar duro na vida e manter uma boa atitude, você pode chegar ao topo.

MH: Apesar das voltas e reviravoltas da temporada, você sempre conseguiu ser otimista e grata. Como você se mantém tão positiva?

S: É o jeito que eu gosto de viver minha vida. Tive muitas oportunidades excelentes, por isso, se você mantiver uma visão positiva da vida, grandes coisas acontecerão para você. Eu amo me divertir, querida.

MH: O fandom de Drag Race tem recebido críticas sobre como eles respondem às drags online. Como você lida com comentários negativos?

S: Seja o amor ou o ódio, dependendo do que acontece ou de quem é eliminado, temos fãs muito apaixonados. A maneira como lidei com a negatividade, especialmente nas mídias sociais, foi apenas tentando seguir em frente. Eu virei a minha cabeça e continuei trabalhando, não tenho tempo para ver os trolls na internet, tenho 75 cidades para me apresentar!

Você não pode controlar o que as pessoas vão fazer. Olhe a final. Eu não posso controlar o fato de que aquelas garotas me deram um único ponto e não me colocaram no top2. Mas, ao mesmo tempo, uma das coisas que posso controlar é como reajo e como posso seguir em frente com a minha vida. É o que espero que as outras garotas possam fazer também.

MH: Falando do júri, por que você acha que apenas Thorgy escolheu você?

>  Especial Lady Bunny | Pt2: Conheça seu “gêmeo mau”

S: No final do programa, havia seis meninas que voltaram e foram forçadas a votar em nós quatro. Eu teria amado que elas fossem um pouco mais – o que eu considero ser – justas, e se baseassem no histórico. É isso que as garotas disseram que iam tentar fazer. Mas, você sabe, vamos ser reais, elas são todos humanas. Enviei três delas para casa, enquanto duas delas sentiram que deveriam estar lá em vez de mim. Então elas vão se comportar como quiserem se comportar. Se eu achei que foi um voto justo? Provavelmente não, mas o que você vai fazer? Não adianta chorar sobre o leite derramado. Sacou?

MH: RuPaul acaba de ganhar sua própria estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

S: Sim, garota, ela tem uma estrelinha!

MH: O que isso significa para a arte drag e a comunidade LGBTQ+?

S: Bem, só posso falar do que isso significa para mim. Isso me dá muita esperança sobre para onde estamos indo e a direção para o entendimento e inclusão de nossa comunidade. Além disso, acho que é realmente inspirador para mim que alguém como RuPaul, que eu admirei por tantos anos, possa alcançar algo que os grandes nomes de Hollywood podem alcançar. Querida, eu moro em Hollywood e mal posso esperar para tirar uma foto minha ao lado de sua estrela. Espero que um dia eu tenha a minha própria!

MH: Bem ao lado dela?

S: Não, não vamos colocar ao lado dela. É melhor descer a rua um pouquinho!

MH: RuPaul fez alguns comentários recentemente dizendo que ele provavelmente não aceitaria uma drag queen trans no programa que ele vê como uma forma de arte masculina. Como rainha que sai de caixas, o que você diria para qualquer um que não se sinta como se encaixasse na caixa?

S: Acho que é importante ser seu verdadeiro eu autêntico e viver sua vida. Se você não pode abraçar todas as partes de quem você é,  como espera realmente compartilhar isso com outras pessoas e se permitir amar e ser amado? Ao mesmo tempo, honestamente, as pessoas querem se identificar, mas não querem se identificar, acho que todos devem estar abertos. Devemos aceitar e permitir que todos vivam o seu eu mais sincero, assim, podemos, você sabe, apenas estar satisfeitos com a vida. Como comunidade gay, somos considerados à margem da sociedade. Somos olhados de forma diferente e ainda devemos lutar por nossos direitos. Como marginalizados, não acho que devemos nos dividir. Nós devemos ser a comunidade mais tolerante de todas.

MH: Isso é o que chocou muitos fãs. Somos todos parte do mesmo espectro LGBTQ +. Por isso, pode ferir quando alguém de dentro faz comentários sobre outras pessoas na comunidade.

>  O que um homem hétero pode aprender assistindo RuPaul's Drag Race

S: Esta é a situação com RuPaul. Eu só posso julgar alguém com base em como eles viveram suas vidas. RuPaul dedicou toda a sua vida e carreira à igualdade e ao defender todos nós marginalizados. Se você tem alguém como RuPaul que trabalhou incansavelmente para criar essas oportunidades, não devemos chegar a uma conclusão que possa ser tirada do contexto. Em vez disso, devemos olhar para a carreira deles e o que eles criaram para nós.

MH: Então, quais são seus pensamentos sobre a décima temporada de RuPaul’s Drag Race? Você já viu o primeiro episódio?

S: Na verdade, eu acabei de assistir – foi tão bom! Você sabe, não estou nem um pouco aborrecida com o programa. Mesmo que a final do All Stars 3 não tenha sido do jeito que eu queria, eu ainda sou uma grande fã do show. Estou animada com este elenco e estou animada para ver o que elas vão trazer. Há muito talento lá e adoro um bom desafio do Design On A Dime [desafio de costura do primeiro episódio da S10] – contanto que eu não esteja nele!

MH: Por quem você está torcendo?

S: Eu conheço algumas das garotas mais que outras, você nunca sabe para quem realmente torcer. Acho que torço por todos elas, porque Shangela é como a irmã mais velha do grupo. Monet X Change, Eureka, Aquaria, Miz Cracker – eu as amo. Acabei de conhecer Dusty e Kameron, e ambos foram tão legais. Elas são todas muito talentosas, então estou muito animada para ver todos elas, querida. Conheço a Asia O’Hara há dez anos. Quando eu comecei a dançar para as queens de concurso, eu dancei para ela e naquele ano ela ganhou dois concursos. Eu estava na primeira fila. Eu amo ela.

MH: Ela é conhecida por seus lipsyncs. As drags deveriam ter medo se elas a enfrentarem?

S: Ah, sim, porque a Asia vai arrasar. Ela vai dar tudo a vocês.

MH: É provável que haja um All Stars 4 em algum momento. Quem você quer ver?

S: Definitivamente Kim Chi, fiquei surpresa por ela não ter participado do All Stars 3. Eu a amo, ela é muito criativa e talentosa. Eu adoraria ver Shea Coulee de volta e as pessoas das temporadas anteriores, como The Princess e Mariah Balenciaga. Ela é bom entretenimento. Ongina, Porkchop, Stacy Layne Matthews, eu poderia citar um milhão!

MH: Vamos ver você na telona em A Star Is Born Born, de Bradley Cooper, no final deste ano, ao lado de Lady Gaga. Como foi estar no set com esses ícones?

S: É como um sonho que se tornou realidade – me belisque, esse é o sonho! Eu sempre admirei Lady Gaga. Ela tem uma excelente carreira como um ícone da nossa comunidade. Ser capaz de trabalhar ao lado dela em um projeto de filme do qual ela é tão apaixonada, e por ela ser tão legal também, eu fiquei tipo “oh meu deus, isso é definitivamente onde eu quero estar na minha vida”. Eu interpreto um dono de bar, que é uma drag queen, e o personagem de Lady Gaga trabalha no meu bar. Você vai ver, é super divertido. O filme vai ser ótimo e eu mal posso esperar que todos vejam.

>  S11 | MTV entrevista: A’keria C. Davenport

MH: Você pode nos contar um pouco sobre o seu novo single Pay Me?

S: Eu escrevi essa música, não apenas porque eu queria $100.000 de RuPaul, mas porque quando você coloca o trabalho na vida, você merece ser pago. Quer seja em dinheiro, reconhecimento ou mesmo um tapinha nas costas. Eu quero que as pessoas sejam pagas em suas vidas e é disso que a música fala. Eu gosto de fazer músicas do tipo que você pode ouvir na academia quando pega um exercício de grande intensidade.

MH: Existem outros reality shows que você está de olho? Você estaria interessada em tentar igualar a vitória de Courtney Act no Celebrity Big Brother UK?

S: Oh Deus, estou muito orgulhosa da Courtney – eu amo essa garota. Você nunca sabe onde eu vou aparecer, mas, na verdade, estou muito feliz de estar trabalhando como ator em Hollywood. Eu não sei se reality show é onde eu gastarei a maior parte da minha energia, mas vamos ver!

MH: Você está vindo para o Reino Unido e para a Irlanda em breve com sua turnê “Shangela is Shook”. Você pode nos contar um pouco sobre isso e o que esperar?

S: É um show de cabaré de 75 minutos, onde haverá muitas performances, comédia e todas as histórias não contadas do All Stars 3.

MH: Você soltará todo o T então?

S: Oh, haverá T! O T será derramado, querida, você vai precisar trazer uma toalha para limpar tudo!

MH: Há muito amor por você online. O que você diria para seus seguidores?

S: Quero que as pessoas saibam que você não precisa ter uma coroa para ser uma rainha. Acho que sempre me levei como vencedora e espero continuar a inspirar as pessoas em minha jornada. Você nunca deve desistir quando enfrenta desafios na vida – continue insistindo. Não tenha medo, não deixe sua confiança atrapalhar. Se você insistir, poderá sempre ser um vencedor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here