Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Crítica

A essência tímida e talentosa de Kameron Michaels

🕓 3 min de leitura

Eu já vou começar dizendo que eu pensava que a Kameron Michaels seria eliminada na primeira semana. Ela entrou no workroom e eu disse “tchau”. Olhando bem superficialmente, eu a julguei menos preparada do que as outras, e que bom que ela me surpreendeu! Eu gosto quando me fazem mudar de opinião. Assim que ela pisou na runway com aquele look de penas pretas, eu me rendi completamente e fui obrigada a admitir que ela era boa sim e que tinha potencial pra ir muito longe na competição.

Nos primeiros episódios podíamos vê-la arrasando nos desafios, mas quase não a víamos comentando o jogo com a mesma frequência que as outras. Entendemos. Uma queen de poucas palavras. Uma pessoa que está focada em fazer o seu trabalho sem se envolver em dramas de reality show. Kameron realmente fez um jogo diferente e arriscado, mas se pararmos pra pensar, o que os jurados analisam é o desempenho no desafio e não no workroom, sendo assim é estratégico permanecer no jogo por essas vias, não permitir que o estresse da convivência cause distração e então avançar semana após semana conquistando consequentemente a atenção do público. Kameron não se forçou a ser sociável em nenhum momento pra tentar agradar suas colegas ou os fãs do programa, pelo contrário, mostrou que uma pessoa introspectiva pode ter total domínio do palco e ser uma lipsyncher assassin.

Kameron canta, dança, tem presença de palco, e é praticamente a Barbie e o Ken num corpo só, dentro de seu próprio estilo body builder.  Ela esteve no bottom três vezes seguidas e conseguiu voltar (fato raro em temporadas comuns), fez uma Cher excelente, trouxe o verso mais marcante na música American do desafio final e manteve o pé no chão durante toda a competição.

>  Asia O'Hara: o lado humano da competição

Talvez todo mundo que é tímido e reservado tenha se identificado com o que aconteceu no último Untucked quando Kameron foi acusada de “não se importar com as outras participantes, ser antipática, falsa e não merecedora da coroa. Agir de uma maneira quando presente e de outra maneira nas redes sociais.”. Sabemos que é comum projetarmos nossa personalidade muito mais virtualmente do que pessoalmente, no nosso espaço, no nosso momento. E isso não deveria ser motivo pra alguém ser atacado por um grupo. Mas muito debochada, Kameron tem feito disso um meme e postado alguns vídeos tagarelando com outras queens ou passando por elas e cumprimentando, o que prova que ela assumiu o controle de um momento horrível e converteu para piada. Maturidade é tudo!

>  Bianca del Rio na final da S07 Legendado

Kameron arrasou como jogadora e arrasou ainda mais como uma pessoa que manteve o profissionalismo acima de qualquer drama. Volto a reforçar: as quatro finalistas merecem a coroa, e mesmo que cada um de nós tenha uma preferida, vamos todos combinar de respeitar as outras?

>  O episódio especial de Natal de Drag Race foi feito apenas para Shangela vencer?

*Os quatro posts sobre as finalistas tiveram o único intuito de exaltar o melhor em cada uma.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Moda

Confira os looks desfilados na passarela “Sparkle” no primeiro episódio da S12 de RuPaul’s Drag Race.

RPDR

RuPaul já está convocando novas rainhas para se inscreverem na décima terceira temporada de Drag Race!

Rumores

Descubra quem vence e quem sai no sexto episódio da S1 de Drag Race UK.

Babados

 Entre para nosso canal do Telegram! Aparentemente, a turnê com as rainhas de RuPaul’s Drag Race, Werq The World, teve sua passagem no Brasil...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.