Connect with us

Hi, what are you looking for?

Drag Race

RPDR 16 | RuView do episódio 6

É hora das rainhas lançarem suas próprias bonecas e mostrarem para RuPaul suas marcas pessoais. Confira a resenha do episódio 6 de RuPaul’s Drag Race 16 a seguir.

Compartilhe!
🕓 8 min de leitura

Foi ao ar mais um episódio estréia de RuPaul’s Drag Race 16! Leia a seguir a resenha. Contém spoilers daqui em diante.

Na semana passada, a maré da 16ª temporada de RuPaul’s Drag Race mudou: as que vivem no bottom conseguiram uma vitória em grupo! Já as rainhas com destaque ficaram aptas para serem eliminadas! Uma das grandes estrelas da temporada terminou no bottom 2! Uma das personagens principais foi para casa! Foi tudo uma loucura e muito emocionante de assistir.

Neste episódio, voltamos à nossa programação normal. Sabe aquelas rainhas que acabaram ganhando na semana passada? Então, isso não ajudou muito a mudar a trajetória delas. Geneva e Mhi’ya terminam no bottom 2 e Megami continua sua seqüência de safes, agora com um pontinho. E Q está de volta ao topo, finalmente conquistando sua vitória no desafio. Se a trajetória de alguém realmente mudou nesse episódio, foi Dawn, que finalmente conseguiu uma posição de destaque, mas isso era apenas uma questão de tempo.

Está tudo certo, mas é um pouco preocupante que tenhamos apenas seis episódios (e isso contando a estreia dupla como dois episódios) e o resto da temporada já parece previsível. Potenciais spoilers Mirage e Amanda foram para casa de maneiras bastante bombásticas, o que foi uma ótima TV, mas agora ficamos com mais do que algumas rainhas que estão apenas esperando para voltar para casa até Plasma, Nymphia, Sapphira, Q, Plane e Dawn inevitavelmente chegará ao top 6. Agora, Megami, Xunami ou Morphine poderiam entrar em alta velocidade e de repente representar uma ameaça? Possivelmente! Sinceramente, eu gostaria de ver. Não sou um defensor de que o programa seja uma “competição real”, seja lá o que isso signifique – sempre foi apenas uma vitrine para talentos drag com um elemento de competição no mieo – mas sou um defensor de que seja emocionante. Um grupo superior predeterminado pode ser emocionante se os desafios e as histórias valerem a pena. A quarta temporada, por exemplo, teve um grupo de finalistas quase decidido basicamente minutos após o primeiro episódio, mas as rainhas do topo jogaram aquela temporada ao máximo. Este episódio não me deu fé que isso aconteceria novamente. Não é terrível, mas é certamente o episódio mais meh da temporada até agora.

Parte disso é o desafio. Tão cedo na competição, um desafio de costura é praticamente a única maneira de fazer as rainhas trabalharem sozinhas, mas é um pouco chato vê-las fazer algo que já sabemos se conseguem ou não. Há um pouco de diversão no componente adicional de eles terem que fazer branding, mas pode ser um pouco cedo para isso: Branding é uma tarefa conceitual para essas rainhas, e antes do Snatch Game, os desafios funcionam mais para descobrir quem tem habilidades básicas. Os resultados confirmam isso: rainhas que sabem costurar acabam se saindo bem, rainhas que não vacilam, e a marca é mais um extra fofo do que qualquer coisa legitimamente informativa sobre suas habilidades. Portanto, o que está em jogo no episódio ainda gira em torno de quem consegue montar um conceito e uma roupa sem a ajuda de um designer, e o problema é o seguinte: já sabíamos disso. Isso certamente não significa um desastre para a temporada, é só que, pela primeira vez, me senti como Carrie Bradshaw se perguntando: “E se esta temporada… estiver prestes a ficar chata?”

>  Billboard entrevista: Bianca Del Rio
>  RPDR S15E09 | Runway: Crystallized Eleganza

Começamos de forma desfavorável, quando todas as rainhas optam por não participar do conflito inicial do episódio. No sofá, Xunami novamente opta por não brigar com Q depois que Q acrescentou aleatoriamente que Xunami deveria ir para casa na passarela na semana anterior. Se Xunami fosse sua mãe (Kandy Muse), ela teria feito Q chorar caída no chão. (Não parece ser muito difícil fazer Q chorar.) Então Plane Jane anuncia que está virando uma nova página e não será mais má, o que não podemos esperar que dure, visto que ela ainda está meio venenosa neste episódio, mas não gosto que Plane opere com capacidade inferior à capacidade total.

Recebemos um mini-desafio pela segunda semana consecutiva, este patrocinado pela Espanha. O conceito de “Espanha”, neste programa, significa uma coisa: Charo. Não tenho opiniões reais sobre o conteúdo do minidesafio em si, mas estou feliz em ver o retorno deles – o programa tem 60 minutos completos, então é melhor aproveitá-los.

O desafio principal, ao qual já aludi, é uma combinação de branding e costura em que as meninas têm que construir um look para si e um look idêntico para uma boneca. Ru o apresenta como um desafio de branding, costura e “contação de histórias”. O que posso supor com base no trabalho das meninas no final do episódio é que elas devem criar os dois looks citados, mas também decidir um nome para sua linha de bonecas (que pode ser apenas o nome delas), uma boneca com conceito de edição especial, além de criar um roteiro a ser apresentado com narração em off no palco principal. Coisas que acho que poderiam ter tornado esse episódio mais interessante: ver o processo por trás de qualquer parte do desafio além da costura, inclusive a gravação do roteiro.

Os segmentos de costura são bastante fofos. As garotas estão por dentro da história de Nymphia “ai de mim, sou apenas um palhaço”, já que ela venceu dois desafios. Plasma permite que Plane fique com um pouco do tecido que está usando. Plane então fica irritada quando Plasma permite que Geneva tenha um pouco do mesmo tecido depois que Geneva tem que descartar sua roupa por ser feia. Plane fofoca com Xunami sobre Sapphira potencialmente precisando usar sua poção de imunidade, e o programa tenta fingir que Sapphira a ouve e está furiosa/insegura com isso. Pelo que vale, acho que, se Sapphira realmente ouvisse Plane, o programa teria algumas imagens disso.

Advertisement. Scroll to continue reading.

>  S10 | Aquaria se pronuncia sobre polêmica com The Vixen no Untucked
>  #52 | Drag Race S11E05: Monster Ball

O jurado convidado é Law Roach, cujo nome tanto Ru quanto Morphine pronunciam como “L’Roche” no início do episódio. Mas não, na verdade é pronunciado “Law Roach”. Demorou o suficiente para trazer Law neste programa. É um sentimento exagerado em relação aos jurados convidados, mas, na verdade: se L’Roche fosse contratado como jurada permanente, eu ficaria muito feliz. Ele já atuou como jurado fixo antes [em Legendary] e não tem medo de fazer críticas reais e úteis e/ou apenas gongar uma rainha quando necessário.

Vamos aos looks:

Xunami continua sendo uma rainha cujo bom gosto fashion diminui bastante quando ela precisa costurar para si mesma. Eu não gosto do que ela fez na cintura. Gosto quando ela diz que as qualidades únicas de sua boneca incluem “usar calças”. Sapphira fica bem em seu visual de ópera, mas a transparência do vestido abaixo do joelho não é particularmente elegante. Além disso, a estampa dela fica bem nela, mas é muito desajeitada na boneca porque ela não consegue dimensioná-la. A ideia do lenço de cabeça de Plasma é boa, mas não usar um grampo para mantê-lo levantado é ruim. Ru está certa ao dizer que a comédia em seu roteiro é forçada e desanimadora.

O monólogo de Plane é ótimo, e a parte da “edição aquática” é perfeitamente parecida com uma boneca. Se você olhar para o desafio nos termos definidos de Ru (uma combinação de costura, branding e narrativa), ela está entre as duas melhores da semana. Nymphia é excelente na parte de costura, embora esse cabelo seja o pior que ela já usou. Infelizmente, ela também toma a decisão catastrófica de fazer o laço do vestido e o laço da boneca com tecidos de cores diferentes. Pel’amor.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A versão de Morphine de aceitar a crítica de Michelle “você é mais do que uma BBL” [grande bunda natural] na semana passada é ainda fazer referência a sua BBL, mas apenas mostrar as laterais de sua bunda. Uau. As drags de Miami tem muito material de referência local ainda não totalmente explorado em Drag Race, e estou feliz em ver Morphine fazendo isso. Mhi’ya recebeu muitas críticas esta semana, mas a maior delas ficou em aberto: ela ainda não sabe contar uma história através do drag. Seu monólogo é apenas curiosidades sobre Mhi’ya (ela é enérgica! Ela adora fazer acrobacias e viajar pelo mundo!), E sua roupa não é específica. Megami segue solidamente salva. A frase de Geneva “Tudo é maior e o Texas, mas também sou delicada, mas ainda moro no Texas” é… difícil de entender. E a roupa dela é feia.

A julgar pelas notas declaradas por Ru, Dawn se sai melhor esta semana. Dawn Intergalática faz todo o sentido tanto do ponto de vista de narrativa quanto de branding. A roupa? Muito fofo com claras inspirações de alta moda. Ainda assim, Q vence esta semana com base em suas habilidades de design. Acho que ela é um top 3 sólido. O simples fato é que ainda não sei qual é a persona drag de Q – a personalidade que ela construiu na série é baseada apenas em seu impressionante conjunto de habilidades, não em sua persona. Depois desse desafio, não tenho uma ideia mais clara sobre como Q, a drag queen, é separada de Q fora da drag. Para um desafio de branding, isso é desanimador.

Sapphira acaba usando sua poção de imunidade esta semana, provavelmente sem motivo. É a primeira rachadura que vimos em sua confiança. Espero que não seja uma tendência que continue porque adoro Sapphira, mas é provavelmente o melhor momento da história que temos em todo o episódio. Quando ela inevitavelmente acabará nobottom em alguma semana e não terá a poção de imunidade para salvá-la? Oh mana, o drama.

Geneva e Mhi’ya acabam dublando “Control” de Janet Jackson. Mhi’ya dá voltas no palco como sabíamos que ela faria, exibindo uma musicalidade impressionante nessas voltas ao mesmo tempo. E então, finalmente, é hora de Geneva ir embora, depois de sua quarta dublagem nos cinco episódios em que participou. Mesmo que o primeiro fosse pela vitória, ela teria que tirar algumas coisas malucas da bunda para surpreender qualquer um neste momento. Tchau rainha, sentiremos sua falta, mas é hora de colocar esse show em alta velocidade.

>  RPDR 15 | Rumor | Spoilers do episódio 12
>  RPDR 15 | Rumor | Spoilers do episódio 10

DESAQUENDANDO AS CONSIDERAÇÕES FINAIS

Obcecada pelos óculos falsos de Sapphira, que são pequenos demais para sua cabeça quando desmontada.

Geneva na passarela: “Passe manteiga no pão e não nas pernas. [Aponta.] Brincadeirinha. [Aponta novamente.] Mas de verdade”.

Cantinho do Trauma da Maquiagem: Q e Plane ganham segmentos esta semana. Provavelmente é hora de reiterar: essas histórias não são inerentemente ruins na TV, nem desgosto de vê-las retratadas em minha programação queer. Elas são ativamente importantes. A questão é que a natureza estereotipada com que são distribuídas rotineiramente embaça o seu impacto e torna-as insossas.

“Do pescoço pra cima rainha da beleza. Do pescoço pra baixo rainha do terror… A boneca tem as pernas de RuPaul e você tem as pernas do Deanna DeVito” – a língua de chicote de Law Roach veio afiadíssima, que saudade do papito. 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Law é muito precioso, até agora foi a melhor participação do Untucked, foi sincero com as rainhas que pediram críticas e se emocionou ao falar de como RuPaul mudou a forma que o mundo vê a arte drag e suas artistas. Já comecei minha campanha para Law virar jurado fixo do show.

Top 4 premeditado: Plane, Nymphia e Sappphira parecem travadas no topo. Apesar de ela estar no topo, estou enfraquecendo minha posição de Dawn — se Ru estivesse apaixonada por ela, acho que ela teria conseguido uma vitória esta semana. Q, apesar dos meus protestos, parece mais forte a cada dia, a menos que tenham um Rusical com muita dança planejada na próxima semana.

Esse episódio merece 4 coroas.

Via Vulture. Leia mais notícias de Drag Race 16 aqui.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Click to comment

Deixe uma resposta

Veja Também

Drag Race

Confira os looks que as rainhas desfilaram na categoria “Dancing Queen” do episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16. Quem merece Toot e Boot?

Drag Race

É hora de abrir a biblioteca e de jogar o Snatch Game! Confira a resenha do episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16 a...

Drag Race

Assista à prévia do episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16.

Drag Race

Saiba como será o episódio 8 de RuPaul’s Drag Race 16, quem vence e quem leva sashay away.

Advertisement

Portal de notícias sobre arte drag, RuPaul's Drag Race e suas rainhas.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2024 © Todos os direitos reservados.