Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Babados

Ilona Verley expõe transfobia de produção de Drag Race

Ilona Verley faz revelações bombásticas sobre a produção de Canada’s Drag Race ser transfóbica: “Eles me instruíram a não discutir minha identidade trans no programa”. Confira a seguir.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 4 min de leitura

O contrato de sigilo das rainhas canadenses com a World Of Wonder expirou recentemente, o que levou Ilona Verley a fazer revelações bombásticas sobre os bastidores de Canada’s Drag Race.

Anastarzia: O contrato das rainhas da S1 de Canada’s Drag Race acaba amanhã [dia 3 de setembro]. E a reunião vai ao ar segunda-feira… dito isso, não me desculpo por porra nenhuma.

Ilona: ESPERA, amanhã que ACABA O CONTRATO? Jakey, mana, estou pronta para meu close e exposição pessoal da World of Wonder MINISSÉRIE.

>  Drag Review: C.E.O., Scarlett BoBo
>  Gia Gunn | 30 Dias em Transição pt7

Primeiro a rainha fez uma longa thread explicando que o show atrapalhou sua vida e acabou lhe rendendo poucas oportunidades de emprego, sendo que antes disso ela tinha uma boa renda com o que trabalhava.

“Eu sacrifiquei tudo por um programa de TV que pensei que mudaria minha vida, investi em uma franquia que achei que iria fomentar meu talento e me incluir em sua ‘família’, no entanto, na época da minha temporada, tive muitas poucas oportunidades e acabei sendo um ativo descartado. Eu não recebi nenhuma das coisas prometidas a mim quando desisti da minha vida pela franquia e tive que lidar com a limitação de ser capaz de me sustentar, já que minha indústria de entretenimento noturno foi fechada devido à pandemia e eu tive que representar a moral de uma ‘marca’. Eu queria fazer um only fans, queria ser fazer programa [sexual] adequadamente com anúncios online e não consegui. Eu NÃO tive NENHUMA FORMA de ganhar dinheiro e o mundo inteiro olhando para mim, esperando que eu estivesse exibindo looks elevados. Quando você é jogada na ‘fama’, há um estigma que vem com isso. Senti que não conseguiria um emprego diurno porque pareceria um fracasso. Nunca quis ser uma ‘estrela de reality show falida’, mas a pandemia e o fato de não poder trabalhar na minha área tornou isso muito difícil para mim mentalmente, para apenas sobreviver e descobrir o que fazer para continuar boiando”.

“Sem mencionar que eu honestamente não estava mentalmente pronta para ser o centro das atenções, e isso é culpa minha. Adorei a estética da fama e o glamour que vem com ela, mas posso dizer honestamente que não gosto de ser uma figura pública agora que estou aqui. Eu ganhava muito mais dinheiro antes do show sendo uma ‘garota local’ e poderia ter conseguido um emprego regular sem ser vista como um fracasso, é tão difícil explicar as dificuldades desta situação porque eu tenho uma vida decente e eu consegui ótimas oportunidades desde o show. É um paradoxo onde posso verdadeiramente dizer que este foi o melhor e o pior ano da minha vida. Para todos os meus apoiadores e aqueles que gostaram do programa: eu os amo e estou tão feliz por termos sido apresentados, para a rede que se esforçou para prejudicar meu bem-estar? Você tem que pagar pelo que fez”.

>  Trinity rompe com produtora em solidariedade à Monét
>  CDR S1 | RuView do 5º episódio

Então Ilona revelou que foi obrigada a esconder sobre sua transgeneridade pois isso seria explorado na versão de RPDR dos EUA.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Ilona: Tentei organizar esses tweets em um tópico, mas acho que fiz errado… é tudo o que tenho a dizer por agora. Estou grata por finalmente estar livre e conseguir abraçar adequadamente o trabalho sexual sem uma rede na minha garganta e espero começar minha transição sem que me digam para não fazê-lo. Pois é, eles também me instruíram a não discutir minha identidade trans no programa e mesmo depois [da exibição do show] me instruíram a não discutir a agenda trans, porque eles estavam guardando a história para a franquia americana.

bee: Que porra é essa?

Ilona: E as pessoas tem se perguntado por quê sou tão fudida.

Alguns seguidores da rainha apontaram que a denúncia dela faz todo sentido, pois em 2021 Drag Race dos EUA explorou a narrativa de identidades trans no show com as rainhas Gottmik na S13 e Kylie no AS6.

Desde que passou por Canada’s Drag Race Ilona Verley se envolveu em várias polêmicas, para ler clique aqui. Para ler outras notícias de CDR clique aqui.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

RPDR

12 Rugirls desafiaram as leis do Ruverso e enfrentaram o Sashay Away não uma vez, mas duas e na mesma temporada. Saiba quem são...

Canada's Drag Race

Conheça o elenco oficial da segunda temporada de Canada's Drag Race, composto por 12 rainhas, que estreia em 14 de outubro.

Drag Queens

RuPaul empata o recorde de artista negro mais premiado na história do Emmy ao vencer como “Melhor Apresentador” pelo sexto ano consecutivo.

RPDR

RuPaul's Drag Race segue fazendo história ao conquistar vários Emmys 2021, incluindo o inédito "Melhor Programa Não Roteirizado" para o Untucked e o sexto...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.