Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Brasil

Vem aí: Dragbox Draw Race

As transformistas do Dragbox foram longe demais dessa vez: dia 27 de janeiro estreia Dragbox Draw Race. Conheça as participantes e o programa.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 5 min de leitura

Ei, Dragliciosa que vem virando à esquina com toda alegria, festejando: este é o nosso primeiro encontro do ano. Você já pode se aprumar e ficar em alerta, porque nas próximas linhas eu vou te dar em uma bandeja o assunto para comentar pelos próximos dias, viu?

No próximo dia 27 de janeiro, quarta-feira, Tatá M. Shady e Olive Oil, a dupla dinâmica conhecida como Dragbox na internet e deep web também, estreia, no YouTube, o reality show Dragbox: Draw Race.

É inusitado e diferente do que as pessoas estão acostumadas a ver em competições online. Muita gente não sabe, mas existe uma comunidade enorme de paper queens na internet. Normalmente as competições acontecem em grupos de Facebook, página de Instagram. É a primeira vez que acontecerá no YouTube, em formato de reality show”, afirma Tatá, que complementa: “Nossa intenção é gerar entretenimento e visibilidade para esses artistas que merecem ter sua arte reconhecida tanto quanto drag na vida real”.

Neste processo, a competição mudara de contorno desde sua concepção, afinal, a ideia inicial era fazer um projeto piloto, com no máximo sete desenhistas. Ao avaliarem as inscrições, Tatá e Olive impressionaram-se com o nível dos desenhos, o que as levou a aumentarem o elenco para nove competidores.

>  Glitter | Primeira temporada completa (parte 2)
>  Drag queens de RuPaul's Drag Race são convidadas pela Netflix para divulgar novo filme, Dumplin

Desde quando a gente conheceu essas competições de paper drag nas redes sociais, no ano passado, ficamos fissuradas na excelência que vimos nos desenhos. Quando você faz drag no papel você tem basicamente recursos ilimitados, o que acaba sendo muito interessante principalmente pra quem não tem a liberdade de fazer drag presencial ou até mesmo não tem condições fincanceiras para pagar pelo aparato que precisa. Acaba sendo uma forma incrível de expressar sua visão artística, explica Olive Voil.

Porém, como nem tudo são flores, principalmente quando falamos de projetos LGBTQIA+, o Dragbox: Draw Race enfrentou desde o seu começo um problema que “mata” diversas iniciativas derivadas. Chama patrocínio.

“Alguns seguidores se comprometeram em financiar o projeto, o que acabou resultando num prêmio de R$ 350,00 reais. Agradecemos muito à Manu do blog Plus Make, Samantha Fox e Kinder Race, uns dos principais responsáveis por esse upgrade no prêmio, pondera Olive.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Como agora está tudo explicado e você já tem um novo reality show para chamar de seu, te sugiro algo que eu deixei por último nesta matéria para ser a primeira coisa que você lembrará ao ver o programa: os participantes. Conheça todes logo abaixo.

MEET THE PAPER QUEENS

Bidele

Idade: 20 Anos
Local: Diadema, São Paulo
Instagram: @bideleilustra
Nome da drag: Lorde Bidele
Um shady para os participantes?
“O conceito Dragbox fortíssimo, todas podiam cobrir o rosto com caixas”.
Diferencial dos desenhos?
“Eu gosto muito de desenhos mais estilizados. Acredito que o meu diferencial seja a textura que aplico no desenho e uma mistura entre realismo e cartoon que curto muito. Mas minha arte ainda vai evoluir bastante, não cheguei na técnica que gosto ainda”.

Fabiano Pedrotti

Idade: 19 Anos
Local: São Paulo, SP
Instagram: @bibiko_fab
Nome da drag: Beesha
Um shady para os participantes?
“O casting é maravilhoso, mas me lembra a Derrick Barry no All Stars 5: FILLER”.
Diferencial dos desenhos?
“Creio que o diferencial dos meus desenhos é minha própria mente ou como eu gosto de chamar, minha wonderland, pois cada criação sai de um lugar único do meu subconsciente na tentativa de me manter vivo e conectado a esse mundo”.

Jakcson Sales

Idade: 20 Anos
Local: Fortaleza, Ceará.
Instagram: @Jack_ilustra
Nome da drag: Barbra Heather LaFreak
Um shady para os participantes?
“Bidele, ainda bem que a senhora já tem o apelido de Cabidele: seus looks têm que ser colocados em cabides e GUARDADOS, porque, pra usar, tem que ter coragem”.
Diferencial dos desenhos?
“Cada artista tem sua unicidade, já que o desenho vem do ponto de vista de quem o faz. No meu desenho eu busco trazer referências que amo: drag, desenhos animados, animais, moda vintage e coisas do tipo”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

João Lucas

Idade: 17 Anos
Local: Cafezal do Sul, Paraná
Instagram: @Orcelli_j
Nome da drag: Butter Famous
Um shady para os participantes?
“Eu acho muito incrível a oportunidade que o Dragbox nos deu. Era para ser um casting com 7 pessoas e agora somos 9, mas a pergunta que não quer calar é: pra que adicionar tanta Filler Queen?”
Diferencial dos desenhos?
“Eu procuro trazer um pouco do que eu mais gosto de cada artista que admiro para criar uma identidade única. Meu diferencial é que eu não sigo e nem gosto de seguir uma estética em específico de drag para o meu desenho: o fashion, o camp, inspirações em personagens, lugares, filmes, acredito que tudo é uma possibilidade de um desenho bacana com modificações e criações pessoais. Sei trabalhar tanto com arte manual e com arte digital, apesar de que a mistura das duas é perfeita para mim”.

Lucas Paiva Martins

Idade: 18 Anos
Local: São Paulo, capital
Instagram: @oakhucas
Nome da drag: Oakhucas
Um shady para os participantes?
“Já experimentou tirar o corset e celebrar um corpo real mesmo que seja desenhando?”
Diferencial dos desenhos?
“Minha arte traz críticas e mensagens necessárias para o que eu acredito ser um futuro melhor. Ela foi formulada com muitas reflexões, estudos e possui uma grande carga poética e metafórica. Isso tudo torna ela única e necessária, sendo um diferencial, pois além desses fatores, a minha arte carrega um pedaço de mim e minha visão de mundo”.

Elenco da primeira temporada de Dragbox Draw Race.

>  BenDeLaCreme e Jinkx Monsoon aparecem em “Happiest Season”
>  RuPaul’s Drag Race é vencedor do PGA 2019

Maxwell Maia

Idade: 20 Anos
Local: Diadema, São Paulo
Instagram: @sleepyprofessor
Nome do drag: Lorde Edward Sleepy
Um shady para os participantes?
“God bless you, girls”.
Diferencial dos desenhos?
“Algo que sempre tento trazer nos meus desenhos são vários tipos de trajes, principalmente de época, como do período vitoriano e esses elementos vintage, além de criar personagens bem diversos, principalmente pessoas LGBTQIA+ e de várias etnias; também faço outras mídias, como pixel art e animações”.

Murilo Lino Santoro

Idade: 18 Anos
Local: São Paulo, capital
Instagram: @linozzz
Nome do drag: Zapphire
Um shady para os participantes?
“Bow_down_beyonce.mp3”
Diferencial dos desenhos?
“Meus amigos sempre dizem que o meu traço está cada vez mais leve, delicado e evoluindo sempre, porém, ao mesmo tempo mantendo a firmeza; e que de uma maneira ou de outra sempre acaba lembrando o estilo doll, Bratz e outros. Meu amigo também me disse que é tudo a minha cara e eu espero que seja algo bom, né?”

Advertisement. Scroll to continue reading.

Natália Oliveira Bicca

Idade: 26 Anos
Local: Porto Velho, Rondônia.
Instagram: @natalia.olivbi
Nome da drag: Clover Queen
Um shady para os participantes?
“Eu não sabia que precisava ter a criatividade do Romero Brito para desenhar nessa competição”.
Diferencial dos desenhos?
“Eu tento trazer para meus desenhos um estilo próprio pois sempre gostei de animes, filmes de ficção científica e universos futuristas. Tento me trazer como pessoa para meus desenhos explorando a Clover Queen, feita para ser uma representação minha em desenho e levar representatividade. Ela também é uma mulher trans”.

Pedro Toledo

Idade: 17 Anos
Local: Mauá, São Paulo
Instagram: @p.e.d.r.0
Nome da drag: Violet Fire
Um shady para os participantes?
“Hey, cheerleader, I’m the real Primadonna, Laquysha Kyana”.
Diferencial dos desenhos?
“Meus desenhos são bem reconhecíveis como meus. Mesmo seguindo algumas tendências e influências de outros artistas, tem formas que são só minhas, que vem talvez de eu ser autodidata, então, eu fui aprendendo meio que sozinho, tornando meu estilo mais próprio”.

>  Quiz of Queens | Primeira temporada completa
>  Shangela fala sobre como foi trabalhar com Bradley Cooper e Lady Gaga em 'A Star Is Born'

Siga Dragbox nas redes sociais: Instagram, Twitter e YouTube.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.