RuPaul acha que fazer sexo é superestimado

"Eu gosto de rir mais do que gosto de fazer sexo", admitiu RuPaul.

Modo Noturno

Durante um episódio recente de seu podcast, RuPaul foi sincera com a convidada Cara Delevingne sobre sexo. De acordo com o apresentador de Drag Race, transar é um pouco superestimado.

“Eu diria que provavelmente posso contar em duas mãos a quantidade de vezes que eu gostei de fazer sexo”, disse Ru na última edição de What’s The Tee? Com a co-apresentadora Michelle Visage. “Provavelmente em duas mãos, talvez em uma mão, talvez minha mão direita”.

“Eu sei que nas músicas e nos filmes eles nos dizem que devemos realmente gostar… somos forçados a dizer: ‘Oh, isso é a melhor coisa'”, explicou a lenda drag, que vive numa fazenda em Wyoming com seu marido, o pintor australiano Georges LeBar.

“Eu gosto de rir mais do que gosto de fazer sexo”, admitiu RuPaul.

>  Gretchen rebate revista Veja Rio após publicarem capa machista
>  Endemol garante RuPaul’s Drag Race brasileiro
>  S11 | Brooke e Vanessa formam casal romântico

Delevingne, que foi jurada convidada do quinto episódio da S11 de Drag Race, concordou que “o riso no sexo é tão importante. Porque você assiste a filmes e fica tipo… assim que será o sexo quando você transar, e você fica tipo: ‘Uau’”.

A modelo bissexual e atriz também se abriu sobre sua própria vida sexual, admitindo que acha:

Muito difícil receber prazer e amor e coisas do tipo, então eu amo dar [prazer e amor]. É diferente com homens e mulheres. Para mim, sou sempre muito submissa com os homens, sempre. Mas então, com as mulheres, sou o oposto”.

Delevingne, que está namorando Ashley Benson, de Pretty Little Liars, confessou que, embora fosse uma garota festeira:

“Atualmente prefira fazer sexo do que sair”. Ela também disse que “parte do sexo – essa conexão – é feroz. Você conhece alguém, mas quando você entra no quarto, é outro animal. Para mim, isso é tão interessante. Há certas pessoas que são super-sexy e elas flertam com você, então você faz sexo com elas e elas são terríveis. Mas eu gosto de pessoas que parecem realmente pudicas, quando entram no quarto, elas ficam tipo “O que?!” É como uma transformação completa”.

Delevingne também explicou que ela não tem pudores. “Se eu entrar em uma sala e todo mundo estiver fazendo sexo, provavelmente vou participar”. Vamos torcer para RuPaul não esteja na sala.

Via OUT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here