The Vixen | Recorda um de seus momentos mais vulneráveis em Drag Race

A rainha de Chicago relembra um de seus momentos mais vulneráveis da temporada e porque as rainhas negras precisam elevar umas as outras.

Modo Noturno

Pt1 | Pt2 | Pt3 | Pt4 | Pt5

Refletindo sobre a temporada com a PRIDE em junho, The Vixen relembrou um de seus momentos mais vulneráveis no programa: a passarela de Sereia, o voto das competidoras (quatro de cinco) a escolhendo para ir para casa e seu colapso seguinte no Untucked.

Eu não vejo rainhas negras como competição. Eu me treinei para ver outras drag queens negras como irmãs. Em Chicago, todas trabalhamos juntas. Não existe essa ideia de que estamos lutando pelo mesmo lugar. Isto não está mais enraizado em mim.

>  Bebe Rexha | Carta de amor para a comunidade LGBTQ

E é parcialmente por isso que os comentários de Asia O’Hara, Monet X Change e Monique Heart foram particularmente dolorosos.

Tendo que dizer a RuPaul quem deveria ir para casa, eu estava tipo, não tem como eu dizer que uma dessas rainhas negras deveria ser eliminada. Isso não é nem mesmo uma opção. E ao contrário, é por isso que eu fiquei tão magoada delas terem me enviado.

Durante o Untucked The Vixen explodiu, indo tão longe que chamou suas companheiras de “vadias desleais”. Sua reação emocional não provocou simpatia do fandom, que, ao contrário, estava aborrecida com sua “atitude”.

Durante o show, isso não é algo que você diz e a faz parecer uma concorrente esperta. Mas fatos são fatos. Era com isso que eu estava lutando. Eu não sei como competir contra pessoas que eu realmente quero elevar.

>  Barraco Drag: The Vixen Vs. Manila

Asia O’Hara ecoou um sentimento semelhante no início do quinto episódio, depois que a queen costureira ajudou cada uma de suas colegas drags com suas roupas e ainda assim não recebeu uma oferta de assistência de ninguém, acabando por cair no bottom. Ela repetiu novamente no explosivo Reunited, quando The Vixen saiu do palco depois de ser rotulada como agressiva e uma causa perdida pela própria RuPaul.

>  S10 | Impacto Miss Vanjie pt2: RuGirls

RuPaul declarou:

Em um ponto você tem que dizer a si mesmo, não há mais nada que eu possa fazer.

Asia respondeu em lágrimas:

É ridículo que o nosso processo de pensamento seja tão egocêntrico que, se é difícil ajudar alguém, vamos deixá-los sofrer. Não somos apenas drag queens, somos pessoas. E aqui temos uma de nós excluída, aqui estamos filmando durante a temporada do Orgulho LGBT, e deixamos uma de nossas irmãs sair da porra da sala porque ninguém queria ajudá-la.

Enfrentando a opressão, a marginalização e, muitas vezes, a violência no mundo real, as drag queens precisam cuidar umas das outras por necessidade. Em Drag Race, a competição pode trazer um lado feio inesperado da arte drag para as rainhas que não existem necessariamente fora dessas quatro paredes de tijolos falsas.

>  RuPaul’s Drag Race | Episódio de Natal | Eureka O'Hara fala sobre o especial

Mas The Vixen não guardou ressentimentos contra suas irmãs. Em 26 de junho, em Chicago, ela estreou seu show Black Girl Magic com as rainhas da décima temporada Asia O’Hara, Monet X Change, Monique Heart, a lendária da 9ª temporada Shea Couleé e a matadora de lipsyncs Dida Ritz, além de outras talentosas drags negras.

A formação toda preta é proposital.

Você pode assistir, facilmente, a um show com 10 rainhas brancas na programação e você não pensaria duas vezes. Você assiste mais do que há uma rainha negra. Isso realmente se destaca. E então, ver uma programação com apenas rainhas negras é tipo, nossa.

Vixen faz questão de que Black Girl Magic não seja apenas um show extravagante comum de drag queen.

Eu estou forçando as garotas a não apenas pensarem nisso como um número, mas que pensem nisso como uma chance de dizer algo que elas não poderiam ter a palavra em nenhum outro espaço usual. Especialmente para RuGirls, espera-se que nós façamos um número divertido, talvez um mix com algumas referências ao show. Você mantém iluminado continua se movendo. Mas essa é a grande sacada de Black Girl Magic é que lhe dá o espaço para falar sobre coisas que você pode ter sentido desconfortável para falar.

>  Pabllo Vittar vai dar voz à personagem de Super Drags

O primeiro show de Black Girl Magic estreou quando Shea Couleé tinha acabado de voltar das filmagens da 9ª temporada. “Ninguém realmente sabia nada sobre sua experiência”, disse The Vixen.

Vê-la na 9ª temporada, tudo fez sentido, porque ela sentiu muito orgulho sobre sua participação. Eu acho, de verdade, que ela teve ótimos momentos com a Nina tentando criar essa irmandade. Eu lembro apenas de estar emocionada ouvindo aquilo e foi realmente bom.

Em última análise, The Vixen queria apenas elevar suas irmãs. A Pride perguntou quem ela queria ver ganhando a décima temporada de RuPaul’s Drag Race e ela deu uma resposta simples.

Para quem eu estou torcendo? Todo mundo negro.

Aqui encerramos o Especial do Orgulho LGBT com The Vixen para a Pride.

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here