Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drag Queens

Azealia Banks pode estar processando RuPaul por plágio

Azealia Banks processa RuPaul por suposto plágio de sua música “The Big Big Beat” em “Call Me Mother”.

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 3 min de leitura

Se você procurou pelas músicas de American no Spotify e não encontrou nada por lá é porque, possivelmente, o álbum de RuPaul está sendo retirado das plataformas de streaming devido a decisão judicial.

Segundo rumores, o problema é por conta da música Call Me Mother, que Azealia Banks estaria processando RuPaul, acusando-a de plagiar sua música The Big Big Beat. Enquanto o processo se arrasta o álbum pode ter sido retirado das plataformas digitais no aguardo da decisão final do juiz. O mesmo que ocorreu com Todo Dia, parceria musical entre Pabllo Vittar e Rico Dalasam, que devido a problemas autorais foi parar na justiça e enquanto o processo corre a música e clipe foram retirados das plataformas digitais.

Há até uma montagem de Call Me Mother e The Big Big Beat que mostra como as duas músicas tem grandes semelhanças.

No início de maio Azealia postou em seu Twitter sua indignação com o plágio de RuPaul.

“RuPaul não admitir que roubou The Big Big Beat para Call Me Mother é um apagamento. O único ícone gay preto que temos seria tão inflexível em ignorar o impacto de uma jovem negra QUEER influente sobre a cultura gay moderna, enquanto mostra adoração por mulheres brancas heterossexuais aleatórias. Ele, honestamente, me deve essa plataforma para promover e compartilhar minha música, já que ele ama me roubar. É o justo!”

Advertisement. Scroll to continue reading.

Azealia continuou o desabafo, até afirmando que não queria processar RuPaul, mas as coisas podem ter mudado de lá para cá.

“Eu não quero processar, só quero ser incluída e receber a visibilidade que eu mereço por ser usada como referência tantas vezes por aquele programa [RuPaul’s Drag Race]. Tipo… ser excluída da cultura gay, ao mesmo tempo que todos desfrutam ativamente da minha música e influência me machuca em um nível profundo. É desumano. Porque isso me faz sentir como se as mesmas pessoas que gostam da minha música não valorizassem a minha existência, me enxergando como alguém que elas podem tirar as coisas, não reconhecendo que eu também dou muito à comunidade LGBT em minha arte, pois estou procurando o amor para ser retribuído. Caso contrário, simplesmente me deixam deprimida e amarga. Sempre dando e nunca recebendo. As pessoas precisam entender que não posso fazer todo o trabalho sozinha. Não pode ser apenas eu dando amor através da arte para ser consumida enquanto estou de mãos vazias. Vocês também tem que me amar um pouco”.

Já segundo o próprio Spotify o álbum pode ter sido retirado de sua plataforma devido a mudanças nos acordos entre artistas e gravadoras. Enquanto isso o álbum American ainda se encontra disponível nos serviços de streaming Apple Music e Tidal.

RuPaul até o momento não se pronunciou sobre o possível plágio de Call Me Mother e a retirada de American do Spotify. Até o momento não há provas de que Azealia Banks está processando mama Ru, somente indícios e rumores. Enquanto isso escute Call Me Mother e The Big Big Beat e confira se são mesmo parecidas.

ATUALIZAÇÃO: Azealia Banks confirma ser a responsável por retirar Call Me Mother do Spotify, confira aqui.

RuPaul – Call Me Mother

Azealia Banks – The Big Big Beat

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!
>  DRUK S1 | Michelle Visage fala sobre o que esperar do show

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

RPDR

Ao todo, dez dublagens triplas já aconteceram nas franquias internacionais de RuPaul’s Drag Race. Quais são elas e como aconteceram? Descubra agora mesmo.

RPDR

A S14 nem estreiou e Mama Ru já está convocando as rainhas para se inscreverem na 15ª temporada de RuPaul's Drag Race.

Babados

Com eventos cancelados após ser denunciada por racismo, Yaya Torres se manifesta: "Qualquer pessoa que já tenha assistido a algum de meus shows sabe...

RPDR

"The Bitch Who Stole Christmas" é o filme especial natalino da VH1 estrelado por RuPaul e mais 20 RuGirls que inclui Latrice Royale, Gottmik,...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.