Conecte-se conosco

RPDR

S10 | Divulgação

Publicado

on

A décima temporada de RuPaul’s Drag Race estreia em 22 de Março de 2018. A temporada conta com 14 participantes e será transmitida pela VH1. O Untucked será televisionado também junto com a série.

>  AS5 | Início das gravações e suposto elenco

Teaser

Desfiles das Queens da S10

Trailer

Compartilhe!

Saullete é preto, gay e comunicólogo que criou a Draglicious com o intuito de compartilhar com outros fãs seu amor pela arte drag e por Drag Race. Além de informar e entreter seu público, Saullete levanta discussões relevantes para amantes da arte drag e para a comunidade LGBT.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

RPDR

RuGirls aparecerão em “AJ and The Queen”, nova série de RuPaul na Netflix

A nova série da Netflix estrelada por RuPaul contará com a presença de várias drag Queens de Drag Race, como Bianca Del Rio, Valentina, Latrice e várias outras.

Compartilhe!

Publicado

on

Bianca Del Rio

RuPaul manteve tudo em família – a irmandade de Drag Race, para ser mais exato – ao escalar o elenco de apoio para sua nova série da Netflix “AJ and the Queen”.

A EW revelou que a nova série de RuPaul contará com 22 rainhas das temporadas passadas de Drag Race, cada uma das quais desempenha um pequeno papel em uma história sobre uma artista com pouca sorte, Ruby Red (RuPaul), que teve as economias de sua vida roubada um dia antes de pegar a estrada para uma turnê pelo país com uma garotinha clandestina de 10 anos (a estreante Izzy G.) a bordo de seu trailer vintage.

As queens que aparecerão na trama são: Valentina (S9 e AS4), Mayhem Miller (S10), Bianca Del Rio (campeã da S6), Eureka O’Hara (S9 e S10), Victoria “Porkchop” Parker (S1), Alexis Mateo (S3 e AS1), Manila Luzon (S3, AS1 e AS4), Vanessa “Miss Vanjie” Mateo (S10 e S11), Jinkx Monsoon (campeã da S5), Katya (S7 e AS2) Jaymes Mansfield (S9), Chad Michaels (S4 e campeã do AS1), Mariah Balenciaga (S3) , Kennedy Davenport (S7 e AS3) Jade Jolie (S5), Ongina (S1), Latrice Royale (S4, AS1 e AS4), Monique Heart (S10 e AS4), Ginger Minj (S7 e AS2), Trinity The Tuck (S9 e campeã do AS4), Jujubee (S2 e AS1) e Pandora Boxx (S2 e AS1). Confira mais rainhas em cena a seguir.

>  Barraco Drag: Estrela de Fuller House arruma confusão com Bianca Del Rio
>  Por Que Bob Não Pode Ser Bob?

Chad Michaels

Trinity the Tuck e Jujubee

Pandora Boxx e várias drag queens

>  S10 | Comentários do 11º Episódio
>  S11 | Yvie Oddly é a grande campeã da temporada

Valentina e Eureka O’Hara

Latrice Royale e Monique Heart

AJ And The Queen estréia em 10 de janeiro de 2020 na Netflix. Saiba mais detalhes da série clicando aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

RPDR

A audiência de RuPaul’s Drag Race em 2019

Os números da audiência de Drag Race em 2019 são simplesmente incríveis.

Compartilhe!

Publicado

on

Drag Race trouxe uma forma de arte, uma vez relegada para boates escuras nas grandes cidades, para as casas de milhões de pessoas, inspirando uma nova e variada geração de jovens a apreciar e tentar fazer drag em todo o seu esplendor.

Quando o show mudou para a VH1 em 2017 com sua nona temporada, de acordo com a emissora o programa viu sua audiência mais que dobrar.

Drag Race é regularmente o programa de TV a cabo número um no horário em que é exibido e foi assistido, em várias plataformas, mais de 180 milhões de vezes em 2019. Obrigada pelos mimos AS4 e S11!

>  S10E04 | Runway | Miami Summer Realness
>  S11 | Yvie Oddly é a grande campeã da temporada

Seu sucesso acabou levando à criação da RuPaul’s DragCon, uma convenção anual que começou em Los Angeles em 2015, que desde então adicionou uma edição em Nova York que se expandirá para Londres em 2020. Dezenas de milhares de artistas, fãs e amantes de drags participaram das convenções desde o início.

Em 2020 teremos All Stars 5 (veja o elenco aqui) e S12 (vejo o elenco aqui).

Fonte: Vanity Fair.

Compartilhe!
Continuar lendo

Destaques

Season 13 de RuPaul’s Drag Race é anunciada

RuPaul já está convocando novas rainhas para se inscreverem na décima terceira temporada de Drag Race!

Compartilhe!

Publicado

on

Enquanto não temos nenhuma nova informação sobre a 12ª temporada ou All Stars 5 de Drag Race, RuPaul já convoca novas rainhas para se candidatarem para a Season 13 do reality, confirmando assim o décimo terceiro ano do reality. Confira o recrutamento a seguir.

>  Kameron Michaels fala sobre feminilidade, fãs sedentos e o tempo afastada da arte drag
>  S11 | Yvie Oddly é a grande campeã da temporada

As inscrições podem ser feitas em http://rdrcasting.com e vão até dia 24 de janeiro de 2020.


Conheça o suposto elenco do All Stars 5 aqui e o suposto elenco da S12 aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Pod: Drag Race

#71 | A Incrível Primeira Temporada de Drag Race UK

Publicado

on

Neste podcast #71 conversamos sobre as nossas impressões da primeira temporada de Drag Race UK: o elenco, os desafios, os dramas, lipsyncs, a campeã e muito mais!

Estamos disponíveis nos seguintes streamings:
iTunesSpotifyYouTube | Deezer
Compartilhe!
Continuar lendo

Destaques

O veredito final da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK

Drag Race UK dividiu a opinião dos fãs, enquanto uns acharam a série fraca, outros amaram. Aqui está meu veredito final da primeira temporada!

Compartilhe!

Publicado

on

A primeira temporada de Drag Race UK chegou ao fim e agora faço minha avaliação final de tudo que assistimos durante oito semanas. Embora tenha suas diferenças marcantes com a versão original, eu confesso que A-D-O-R-E-I Drag Race UK, pois acima de tudo atendeu minhas expectativas.

A coisa mais importante a ser pontuada é a diferença básica entre as versões UK e USA, as drags britânicas prezam pela PERFORMANCE, enquanto as estadunidenses focam mais em LOOKS. Por isso para alguns foi frustrante ver UK, pois em comparação a USA os looks deixaram muito a desejar. O que acho bem problemático, pois arte drag é algo subjetivo, amplo e universal que contempla inúmeras manifestações artísticas e não apenas desfiles de moda. Por isso acredito que enquanto o fandom do show original não se desvencilhar da ideia de que drag é apenas desfilar looks deslumbrantes vão continuar achando DRUK fraco.

Mas se as drags pecaram em visuais, compensaram muito em personalidade. Mesmo estreando com apenas dez rainhas, vimos uma diversidade de queens de encher os olhos. Teve drags para todos os gostos, desde as mais barulhentas, até aquelas quietas e estranhas. O carisma transbordou em algumas, o que me deu vontade de ficar conversando com elas por horas. E o humor ácido característico do povo britânico se faz presente na maioria delas.

>  S11 | Yvie Oddly é a grande campeã da temporada
>  Drag Race Canadá vem aí!

Além de personalidade, as rainhas arrasaram nas performances. Foi muito divertido assisti-las atuando, mesmo que algumas tenham sido fracas, a maioria arrasou e tirou muitas gargalhadas dos jurados e de nós, espectadores. É perceptível o nível de comprometimento delas com a atuação, focadas em uma boa performance, assim como em acatar as críticas de Visage por exemplo, quando foi diretora.

O Snatch Game foi um show a parte. Há tempos não me divertia tanto vendo drags personificando personalidades famosas. As drags britânicas deram uma aula de humor e interpretação. Elas provaram que não é preciso conhecer a celebridade para curtir o desafio, o importante é torná-lo engraçado. Espero que as RuGirls americanas tenham tomado nota e aprendido como se faz um Snatch Game de verdade.

Já os dramas, tão recorrentes na versão USA, não vimos aqui. As rainhas são amigas, várias se conheciam antes mesmo de participar do show, logo elas não se apegaram a conflitos entre si para ganhar tempo de tela. O objetivo maior das drags foi mostrar seu trabalho, especialmente para conseguir bons trabalhos do lado de fora do programa (que não paga prêmios em dinheiro, entenda aqui). Os dramas que vimos foram questões pessoais, muito importante de assistirmos. Pois não só humanizou as queens, como nos tornou mais próximo delas, ao provar que ser LGBT continua sendo um ato de amor e resistência em qualquer parte do planeta.

>  AS4 | Billboard entrevista: Gia Gunn
>  AS5 | Início das gravações e suposto elenco

Por fim, chegamos nos lipsyncs, que ao meu ver sim foram o ponto fraco da versão britânica, mas nada que pese contra as drags, pois são questões de estilos. E com DRUK vimos um jeito diferente de fazer drag, que ficamos acostumados em assistir com RPDR USA.

Outro ponto positivo, e gritante, foi ver como RuPaul, Visage e a maioria dos jurados convidados se divertiram com o show, o que conta muito a favor, pois é sempre bom lembrar que RPDR é um programa de tv, feito para nos entreter, então não é para ser levado tão a sério!

Graham Norton, Michelle Visage, RuPaul e Maisie Williams

E o top 3 foi incrível, mesmo com Baga sendo a “cotada” da temporada tanto ela quanto Divina e Vivienne mostraram seu valor e merecido lugar na final, com a coroação da Embaixadora de Drag Race no Reino Unido, The Vivienne.

Top 3 da S1 de Drag Race UK: Baga Chipz, Divina de Campo e The Vivienne.

 

>  Barraco Drag: Jasmine e Tyra criticam comportamento racista de Eureka
>  S2 | Divulgação

VEREDITO FINAL

RuPaul’s Drag Race UK foi um frescor comparado ao USA, que vamos combinar tem saturado há um bom tempo. A primeira temporada foi um sucesso tão grande que a segunda já foi confirmada. Torço para que continue dessa forma, para que tenhamos mais temporadas no Reino Unido e assim a gente possa assistir RuPaul’s Drag Race o ano inteiro, com drags de todo o mundo. Afinal meu lema é: QUANTO MAIS DRAG, MELHOR!!! Então vamos celebrar as rainhas britânicas. E torcer para que a versão brasileira, esquecida no churrasco, vire realidade no futuro!

E você, o que achou de Drag Race UK? Comente aí!!!


Para ler mais notícias sobre DRUK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Babados

The Vivienne critica drag queens que não se inscreveram em Drag Race UK pela falta de prêmios em dinheiro

“Nós ganhamos mais que uma medalha”, The Vivienne critica rainhas britânicas que se recusaram a se inscrever para a segunda temporada de Drag Race UK pela falta de “prêmios em dinheiro”.

Compartilhe!

Publicado

on

As rainhas vencedoras dos desafios semanais de Drag Race UK ganham medalhas RuPeter e a grande campeã da temporada uma websérie.

Drag Race UK tem sido um grande sucesso, com relatórios dizendo que em torno de 6,5 milhões de pessoas estão assistindo a série na BBC 3. O programa prosperou tanto em suas similaridades quanto nas diferenças com a versão americana.

Uma das principais diferenças está nos prêmios. Ao contrário da versão dos EUA, onde as rainhas ganham vale-compras, perucas ou até viagens, as rainhas vencedoras na versão do Reino Unido são recompensadas com uma medalha RuPeter.

Isso já foi explicado, Drag Race UK por ser produzido pela BBC Three é financiado com dinheiro público, logo eles não conseguiriam justificar o prêmio em dinheiro no valor de 100 mil libras para a grande campeã. Além disso, de acordo com a BBC, “nenhum programa em um serviço público da BBC pode ser patrocinado” (leia mais aqui).

Então, enquanto a versão dos EUA pode dar um suprimento sickening [doentio] de maquiagem Anastasia Beverly Hills, viagens de luxo cortesia da Al & Chuck Travel, ou as caríssimos jóias da Fierce Drag Jewels, a BBC não pode se juntar a um patrocinador para oferecer um orçamento igualmente de grande prêmios.

>  Drag Race Canadá vem aí!
>  Barraco Drag: Estrela de Fuller House arruma confusão com Bianca Del Rio

E parece que a falta de prêmios impediu algumas rainhas de enviar sua inscrição para o show. No entanto, a rainha The Vivienne, que ganhou três medalhas RuPeter, deu uma bronca em quem não quis fazer o teste. A queen postou no twitter:

Vivienne: “Não estou me inscrevendo em Drag Race UK S2! Quero mais do que um distintivo. Nós ganhamos mais que uma medalha, MUITO mais que uma medalha. #CarreiraDosSonhos”.
Sum: FALA ALTO PARA AS CRIANÇAS NO FUNDO!!!
Blu: Pregação!!!!
>  AS4 | Cinco rainhas negras, cinco desculpas para o fandom de Drag Race ser racista
>  RuPaul’s Drag Race | Episódio de Natal | Runway Looks

A queen ainda fez mais críticas para o sensacionalismo em torno do show:

“Estou farta de ‘páginas sinceras’ dizendo como Drag Race funciona. Como funciona a escalação de elenco, como funciona a produção. Essas páginas não sabem de nada, mas amam achar que sabem. Manas, se inscrevam para a season 2, o cast ainda não foi escolhido. Eu mesma não fui ‘convidada’ e eu era a embaixadora. SONHEM GRANDE”.

Em tempo, Várias rainhas que passaram pelo show revelaram nunca ter recebido os prêmios que ganharam nos desafios semanais. Então, tirando o prêmio de 100 mil da campeã da temporada, as rainhas do Reino Unido estão no mesmo barco.

Contudo, Drag Race já provou ser uma grande plataforma, sendo o pontapé inicial na carreira de sucesso de várias rainhas. Se importar apenas com prêmios em dinheiro é deixar passar a oportunidade de uma vida. Em tempo, as inscrições para a segunda temporada de Drag Race UK terminaram no dia 15 de novembro.


Para ler mais sobre DRUK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Destaques

Crianças viram rainhas de Drag Race em ensaio fotográfico

Um estúdio fotográfico fez um lindo ensaio fotográfico com crianças usando looks icônicos das rainhas que passaram por Drag Race. Confira a fofura a seguir!

Compartilhe!

Publicado

on

O estúdio fotográfico Pose PGH fez um lindo ensaio fotográfico com crianças usando looks icônicos das rainhas que passaram por Drag Race.

Para o fofíssimo ensaio o estúdio postou a seguinte mensagem:

Our Legendary Children é uma celebração do amor, amor próprio e amor dos outros, na sua forma mais pura e adorável! Se você não pode amar uma versão miniaturizada de si mesmo, como diabos você vai amar outra pessoa?”

Confira a seguir o ensario:

Alaska

Aquaria

Bob The Drag Queen

Katya

>  AS4 | Billboard entrevista: Gia Gunn
>  Trixie Mattel, Campeã All Stars 3

Monet X Change

Sasha Velour

Shangela

>  S2 | Divulgação
>  Efeito Sasha Velour: as revelações estão arruinando a arte do lipsync?

Sharon Needles

Shea Coulee

Trixie Mattel

>  S10 | The Vixen expõe narrativa racista de Aquaria no Untucked
>  Kameron Michaels fala sobre feminilidade, fãs sedentos e o tempo afastada da arte drag

Vanessa Vanjie Mateo

Violet Chachki

RuPaul

Ficha técnica

Fotografia + Direção de arte: Lexi Shapiro / POSE PGH

Guarda-roupa: Suz Pisano / Sparkle Studio

Maquiagem: Karma Lama

Perucas: Bebe Beretta

Cabelo/peruca: Tori Bivins

Assistente: Lisa Seligman

Compartilhe!
Continuar lendo

Drag Queens

The Vivienne e Baga Chipz estrelam “Morning T&T” nova webserie da Wow+

The Vivienne e Baga Chips darão vida à Margaret Tatcher e Donal Trump em nova websérie de comédia, “Morning T&T”.

Compartilhe!

Publicado

on

Margaret Thatcher, de Baga Chipz, e Donald Trump, de The Vivienne, foram duas das melhores personificações da primeira edição do Snatch Game de Drag Race UK. Por isso a World Off Wonder, criadora de RPDR, criou uma nova série para a dupla.

Caso você não tenha percebido, o T&T é de Donald Trump e Margaret Thatcher, seus personagens do Snatch Game. Quem diria que estaríamos animados com um talk show estrelado por Trump e Thatcher, mas aqui vamos nós! A nova série da WOW Presents + será uma “paródia da TV de café da manhã do Good Morning Britain com um toque drag”. Confira a seguir o trailer do show.

>  S10 | The Vixen expõe narrativa racista de Aquaria no Untucked
>  S11 | Yvie Oddly é a grande campeã da temporada

Mas esse ainda não é o prêmio da The Vivienne por ter vencido a primeira temporada de Drag Race UK. A rainha vai estrelar sua própria websérie, The Vivienne Takes Hollywood, que chegará ao serviço de streaming da WOW em 2020. A série centrada em Vivienne a seguirá em uma viagem paga com todas as despesas a Los Angeles.

>  AS4 | Billboard entrevista: Gia Gunn
>  Drag Race Canadá vem aí!

“Morning T&T” chega ao WOW Presents Plus em dezembro e “The Vivienne Takes Hollywood” chega no próximo ano, 2020.

Compartilhe!
Continuar lendo

Moda

DRUK | S01E08 | Runway: Final 3 Eleganza Extravaganza

Confira os looks da runway Final 3 Eleganza Extravaganza, da grande final da S1 de RuPaul’s Drag Race UK.

Compartilhe!

Publicado

on

Confira os looks da runway Final 3 Eleganza Extravaganza, da grande final da S1 de RuPaul’s Drag Race UK.

ELENCO COMPLETO

TOP 3

BAGA CHIPZ

DIVINA DE CAMPO

THE VIVIENNE

>  S2 | Divulgação
>  AS5 | Início das gravações e suposto elenco

RAINHAS ELIMINADAS

BLU HYDRANGEA

CHERYL HOLE

CRYSTAL

>  Por Que Bob Não Pode Ser Bob?
>  AS4 | Billboard entrevista: Gia Gunn

GOTHY KENDOLL

SCAREDY KAT

SUM TING WONG

VINEGAR STROKES

>  AS4 | Cinco rainhas negras, cinco desculpas para o fandom de Drag Race ser racista
>  Barraco Drag: Jasmine e Tyra criticam comportamento racista de Eureka

JURADAS

MICHELLE VISAGE

RUPAUL

Comente aí quem merece Toot ou Boot!

Leia minha RuView deste episódio de estréia aqui.


Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

RuView

DRUK S1 | RuView do 8º episódio, Grande Final

Comentários e análise crítica da grande final da S1 de Drag Race UK que coroou a primeira Drag Superstar do Reino Unido!

Compartilhe!

Publicado

on

Foi ao ar o último episódio da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK! A seguir posto meus comentários e análise do que rolou. Contém spoilers.

O episódio final já começa com um breve resumo da trajetória de Baga Chipz, Divina de Campo e The Vivienne na temporada. E então as rainhas voltam pra sala de trabalhos e comentam sobre a eliminação de Cheryl e como estão animadas por estarem no top3. Também curti essa formação, de fato as melhores na competição!

Mama Ru chega na sala de trabalhos e anuncia que o desafio final será um performance das Queens para seu hit “Rock It (To the Moon)”, com direito a coreografia e versos solos que elas mesmas terão que compor. E o trio ainda participará do podcast de mama durante os ensaios finais.

>  Trixie Mattel, Campeã All Stars 3
>  S12 | Rumor | Suposto elenco da temporada

PODCAST

Baga revelou que nos últimos dez anos deve ter conversado com sua mãe sete vezes, a relação das duas não é ruim, mas ela foi criada pela avó, com quem tem maior vínculo. Chipz disse que sua mãe arrumou um novo marido, teve novos filhos e como não tinha mais espaço para ela, foi morar com a avó, e isso ela adorou. A queen não se sentiu rejeitada e nem quis se passar de vítima. Mas isso a tornou mais dura com a vida, fazendo da comédia seu mecanismo de defesa. Baga agradeceu a oportunidade de estar no programa, pois isso a tornou uma melhor profissional, mais comprometida com seu trabalho e carreira. (RuPaul abraçando Baga… ela quer ganhar todos os prêmios mesmo)

Divina já chega no bate papo recebendo vários elogios de mama Ru: muito talentosa, determinada e uma incrível ética de trabalho. Tudo isso ajudou ela chegar ao top 3. Mas De Campo revela que não foi fácil está ali pois duvidava muito de si e se sentia subestimada, especialmente por The Vivienne. Divina não a culpa, culpa apenas a si mesma por essa obsessão em ser perfeita e deixar que a validação dos outros a afete.

The Vivienne fala sobre sua dependência química e que esta sóbria há dois anos. E como agora quer ajudar pessoas que também tem problemas com vício em drogas tão presentes no meio Drag e LGBT. A queen ainda manda shade pra Baga, dizendo que as duas fazem o mesmo tipo de trabalho drag, embora Baga não seja toa polida em seus looks. O que não é mentira!

>  Drag Race Canadá vem aí!
>  Efeito Sasha Velour: as revelações estão arruinando a arte do lipsync?

ENSAIO

As drags conhecem a dupla de coreógrafos que lhes vão ensinar a rotina de danças para a performance final. Dois gatos, vale ressaltar.

E a proposta da dupla é que as Queens façam danças latinas: samba, tango e cha-cha (podia ser a rainha da S5, né? Serena Cha Cha). Mas a coreografia que eles passam é INSANA. Baga e Vivienne têm dificuldades para pegar, enquanto Divina arrasa… Boa sorte, drags!

>  S7 | Divulgação
>  Kameron Michaels fala sobre feminilidade, fãs sedentos e o tempo afastada da arte drag

SALA DE TRABALHOS

O top3 faz uma recapitulação da temporada enquanto se preparam para se apresentar.  E comentam que pior look desfilado na S1 foi o visual de papel de Vinegar Strokes.

Então elas comentam que foi tudo muito intenso e pesado. Elas reconhecem que deram o melhor, mas foi uma jornada pesada. E que esse foi o top 3 idealizado por todas.

>  S11 | Yvie Oddly é a grande campeã da temporada
>  S2 | Divulgação

DESAFIO PRINCIPAL

A apresentação da versão remix de “Rock It (To The Moon)” achei razoável, não tão boa quanto o desafio das girlbands, mas foi bem feito. The Vivienne foi a que mais arrasou, confiança pura!

E a categoria é Final 3 Eleganza Extravaganza!

Depois das críticas positivas dos jurados, mama Ru mostra as rainhas suas fotos quando eram crianças e pergunta o que elas diriam para sua versão versão infantil.

Baga Chipz criança.

Divina de Campocriança.

The Vivienne criança.

No geral as drags dizem que a vida será difícil por um tempo, mas depois de adultas as coisas vão melhorar, graças, especialmente, a arte Drag em suas vidas.

Então mana pergunta porque elas merecem vencer. Baga diz que na verdade as outras são melhores, mas que se ela chegou ali, merece uma chance. Divina aponta todas as suas habilidades e como sempre busca a perfeição no que faz que seria uma campeã humilde e traria leveza para a coroa. Já Vivienne fala sobre como foi uma grande competidora consistente do início ao fim, que se vencer será capaz de se identificar com qualquer um.

O top3 então volta para a sala de trabalhos e tem a surpresa de serem recebidas pelas rainhas eliminadas. YASSSSSS!

A mini reunião é real. Vinegar atua como uma mestre de cerimônias e conduz o papo. As Queens eliminadas concordam com suas eliminações e acham que o top3 foi mais que merecido. Blu inclusive agradece a Baga, Divina e Vivienne pro todo suporte durante a corrida, dizendo que são grandes inspirações.

>  Drag Race | Episódio de Natal | Prévia
>  S10E04 | Runway | Miami Summer Realness

LIPSYNC FINAL

Todas as Queens e o top3 volta para o palco para saber a decisão final de mama Ru.

RuPaul então anuncia que Divina é Vivienne são o top2 da temporada, dizendo que dessa vez não rolou para Baga. Então o top 2 tem que dublar “I’m your Man” do Wham!

Por fim mama Ru coroa The Vivienne a grande campeã da primeira temporada de DRUK!

Confira a coroação de Viv:

>  S10 | The Vixen expõe narrativa racista de Aquaria no Untucked
>  AS4 | Cinco rainhas negras, cinco desculpas para o fandom de Drag Race ser racista

CONCLUSÃO

E assim chegamos ao fim da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK. Eu amei essa jornada e espero que tenham curtido também.

Embora minha torcida tenha sido para Divina amei o resultado final, The Vivienne foi uma grande competidora e mereceu levar a coroa. E assim ela encerra um ciclo, de embaixadora para campeã de Drag Race. Se tivermos um All Stars, quero muito ver Divina arrasando nele e quem sabe vencendo.

E vale ressaltar o quanto foi perceptível que Michelle Visage e a própria RuPaul estavam se divertindo nessas oito semanas. O ar poluído de Londres fez bem a nossa dupla de juradas favoritas!

Agora é aguardar para a segunda temporada do show que chega no próximo ano. YASSSSSS!!!

Este episódio final merece 4 coroas.

Confira os looks individuais da runway Final 3 Eleganza Extravaganza:

>  DRUK | S01E08 | Runway: Final 3 Eleganza Extravaganza

Para ler mais sobre a S1 de Drag Race UK clique aqui.

Compartilhe!
Continuar lendo

Modo Escuro

Modo Escuro
Propaganda

Posts recentes

Podcast

Em Alta

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2019 © Todos os direitos reservados.