Conecte-se conosco

Babados

James Ross acusa Raven de racismo e blackface

Em novas publicações, James Ross acusou Raven de ser racista e de fazer blackface.

Compartilhe!

Publicado

on

🕓 3 min de leitura

Em novas postagens no Instagram, James Ross chamou Raven, sua irmã da segunda temporada de RuPaul’s Drag Race, de racista e ainda a acusou de fazer blackface. Confira a seguir.

“Oh, porque eu pensei que uma vadia que disse ‘nada de asiáticos, nada de PRETOS’ teria algo a dizer sobre a importância de vidas pretas. Enfim, sigam minha nova página @CreatorIV”.

>  Pabllo Vittar: 'Brasil já era paraíso gay muito antes de eu nascer'
>  “The Reality Of Race In Drag” denuncia racismo no fandom de Drag Race

“Então vocês vão corrigir este homem branco por fazer blackface ou vocês vão defendê-lo por isso também?! Que vergonha Barefoot Wine por apoiar blackface numa época dessas. Você aprontou de novo, heim. Eu te ajudo neste aqui também, querido. Olha que ele está usando luvas para cobrir suas mãos brancas”.

>  Manila Luzon defende policiais e causa revolta
>  Por Que Raven Nunca Veio Ao Brasil?

Na publicação anterior James ainda postou mais fotos de Raven para fazer o comparativo da maquiagem “blackface” da rainha com seu tom de pele natural.

Em outro post, para provar que Raven é racista, James publicou um antigo perfil de Raven no grindr, em que a rainha dizia “não curtir negros e asiáticos.”

“EU SOU PASSIVO. Normal? Isso é uma configuração na máquina de lavar. Não tenho os pés no chão, minha cabeça está nas nuvens na maior parte do tempo e meus pés no ar. Masculino? Apenas tenha um pênis e certifique-se que uma bolsa não saia da sua boca quando abri-la. Amigos tenho no Facebook, mas as verdadeiras cutucadas rolam aqui. Eu prefiro baunilha e pimenta, eu dispenso chocolate e arroz (referência a homens negros e asiáticos). Por favor, tenha no mínimo 25 anos. Apenas uma preferência… todos nós temos!”

A origem do ‘blackface’

blackface é uma prática que tem pelo menos 200 anos. Acredita-se que ela tenha se iniciado por volta de 1830 em Nova York. Mas não se trata apenas de pintar a pele de cor diferente. Era uma prática na qual pessoas negras eram ridicularizadas para o entretenimento de brancos. Estereótipos negativos vinham associados às piadas, principalmente nos Estados Unidos e na Europa.

Os atores do The Black and White Minstrel Show

Por que é ofensivo?

blackface é ofensivo porque prega estereótipos negativos sobre negros. Surgiu nos Estados Unidos para entreter audiências brancas às custas de um grupo minoritário que lutava por seus direitos civis após séculos de escravidão. “O blackface tem raízes no racismo, que está ligado ao medo de pessoas negras e à ridicularização delas”, diz Kehinge Andrews, da Birmingham City University, no Reino Unido. “É um problema racial de longa data na Europa. Você percebe desde os tempos de Shakespeare a figura dos brancos escurecendo a pele.”

As interpretações feitas com uso de blackface em shows e programas populares eram normalmente imprecisas e profundamente ofensivas, mas muitos brancos enxergavam — e ainda enxergam — como uma forma aceitável de entretenimento.

Para saber mais sobre blackface leia na aqui.

James recentemente expôs que mesmo postando sobre Black Lives Matter a produção de Drag Race é racista, leia aqui. Para mais notícias envolvendo Tyra Sanchez clique aqui. Para ler mais notícias sobre o racismo presente em Drag Race e em seu fandom clique aqui.

Compartilhe!

Saullete é preto, gay e comunicólogo que criou a Draglicious com o intuito de compartilhar com outros fãs seu amor pela arte drag e por Drag Race. Além de informar e entreter seu público, Saullete levanta discussões relevantes para amantes da arte drag e para a comunidade LGBT.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.