Asia O’Hara desabafa sobre como o racismo a obrigou a ser sua própria estilista

Modo Escuro

Asia O’Hara, drag queen participante da décima temporada de RuPaul’s Drag Race, compartilhou em seu Instagram um emocionante desabafo sobre como o fato de ser negra e não ter “um corpo escultural” a obrigou a ser sua própria estilista, pois são poucos os profissionais interessados em criar roupas para rainhas negras.

Papo sério

Como pessoa de cor e uma pessoa que não tem corpo manequim ou corpo escultural, é muito difícil encontrar alguém animado o bastante para criar coisas para mim. Cabeleireiros e estilistas são tão difíceis de encontrar, porque a maioria desses criadores não estão excitados em ver suas criações em pessoas como eu. 

Mesmo antes de Drag Race eu passei a ter orgulho em criar minhas próprias coisas, porque eu sabia que poderia contar comigo mesma em dedicar minha energia em criar coisas que eu amo. Eu sou abençoada em dizer que desde Drag Race eu não tenho tido tempo de fazer isso por conta própria, então tenho tentado pagar outras pessoas por realizarem tal tarefa.

>  Uma Década de Drag Race | S7 | Ginger Minj
>  S11 | Silky responde aos ataques que tem sofrido
>  Kameron Michaels comenta sobre a revelação de Asia e se participaria de um All Stars

Mas eu fui lembrada que artistas tem sempre uma ideia definitiva e verdadeira de como sua arte deve ser mostrada. E as vezes aquilo [o que outros criam para ela] não me representa. Então de volta para a máquina de costura eu vou. Na esperança de mais uma vez, possuir looks lindos e de qualidade, que eu sei que o criador está feliz em costurar para mim. Porque o criador sou eu ♥️

Que desabafo emocionante. Até me arrepiei aqui. Asia O’Hara é uma grande artista que merece todo sucesso do mundo. Os estilistas deveriam fazer fila para costurar para esse ícone. Te amo, Asia!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here