#BeyChella: o épico show de Beyonce no Coachella 2018

Modo Noturno

Beyoncé trouxe toda a sua magia para a sua tão aguardada noite de sábado no Coachella (festival de música do sul da Califórnia, EUA). O show da cantora de 36 anos teve tema militar, começando com uma versão de seu sucesso de 2003, Crazy In Love, interpretado por uma banda de marcha. Os dançarinos usavam boinas pretas e blusões amarelos decorados com cintos de estilo militar e malhas com dragonas.

Algumas performances do show

 

Mi Gente

Drunk In Love

Run The World

Yonce

Partition

I Care
Jay-Z subiu ao palco para cantar com sua esposa

Homenagem a Fela Kuti

Beyoncé prestou homenagem a Fela Kuti durante sua performance no Coachella. Fela Kuti foi um músico e ativista nigeriano que lançou o Afro-beat, que então fundiu o blues americano, jazz e funk com a tradicional música ioruba.


Reunião da Destiny’s Child

Beyonce levou suas companheiros de banda, Kelly Rowland e Michelle Williams, para o palco durante sua apresentação no festival na Califórnia na noite passada. O trio começou sua performance surpresa com seu hit de 2004, Lose My Breath, seguido por Say My Name e Soldier. É a primeira vez que eles aparecem juntos desde o Stellar Gospel Music Awards em 2015.

>  Sia | Carta de amor para a comunidade LGBTQ
Beyonce e sua irmã, Solange, dançando juntas.

Performances finais do show


Rihanna assistiu ao show de Beyonce em frente ao palco, fã que nem a gente.


Críticas de alguns veículos de comunicação

The Guardian: “Beyoncé está em sua liga própria. Ela é a maior de sua geração.”

>  Charli XCX entrevista Pabllo Vittar

Billboard: “Uma artista cuja destreza criativa continuará a ser quase impossível de igualar.”

Citações de Malcolm X.
Amostras de Nina Simone.
Banda marcial.
Jigga para o déjà vu.
Uma reunião do Destiny’s Child.
Dança com Solange.
O maior artista vivo é uma mulher negra chamada Beyoncé. Isso não está em debate.

Detalhes das roupas inspiradas no Egito

Recordes de Beyonce no Coachella

• Primeira mulher negra a ser atração principal do festival
• Destiny’s Child: primeiro girlgroup a se apresentar no festival
• Beyonce estabeleceu o maior recorde de streaming ao vivo de todos os tempos
• Performance mais tuitada e elogiada do festival
• Maior sequência de dança no palco do Coachella

>  Giro de Notícias Semanal | Beyoncé protesta na África contra criminalização da Homossexualidade, Kelly Rowland em nova Serie, Lady Gaga indicada ao Grammy e Rihanna encoraja fã com Câncer

Beyonce, rainha suprema, não é mesmo? De agora em diante o festival deveria mudar o nome de Coachella para BeyChella.

“Obrigada por me deixarem ser a primeira mulher negra como atração principal do Coachella”

 

Bônus: mais performances do show

DEIXE UMA RESPOSTA

Conecte com




Please enter your comment!
Please enter your name here