Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drag Race UK

Runálise: lip syncs de Drag Race UK

Em duas temporadas RuPaul’s Drag Race UK apresentou 18 dublagens e revelou duas assassinas de lip sync. Quem são elas e como essa história começou no Ruverso inglês?

Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 5 min de leitura

Alerta de irmandade Rugirl atualizado com a chegada de 12 concorrentes oficiais da terceira temporada de RuPaul’s Drag Race UK, com estreia prevista para o próximo dia 23 setembro de 2021.

Enquanto a nova edição desta franquia – a primeira apresentada por RuPaul – não começa, o que você acha de nós dois, você e eu, juntinhos lado a lado, relembrarmos os lip syncs de suas duas temporadas anteriores? Legal, também acho ótimo!

Era uma vez o debute de um reality show inglês, transmitido originalmente de três de outubro à 29 de novembro de 2019, com dez drag queens no elenco.

Gothy Kendoll e Scaredy Kat, ambas sem experiência de palco na época, acabaram entre as duas piores pela primeira vez e ali mesmo Mama Ru tratou de reprová-las em sua escola de drags, liberando-as para fazerem o dever de casa, bem… Em casa.

Com estas duas rainhas eliminadas após protagonizarem dublagens que fazem vídeos amadores do TikTok parecerem profissionais, podemos falar de The Vivienne e Baga Chipz. A primeira, como você sabe, leitor, dublou uma vez no episódio cinco, contra Crystal, e cuidou de lhe vencer e eliminar quem já deveria estar fora do jogo, além de levar o prêmio máximo.

Baga esteve uma vez entre as duas piores e levou a melhor ao disputar com a drag que está sempre pronta para ser medíocre mais uma semana. Ela é conhecida como Cheryl Hole. Juntas elas dublaram Amy Winehouse, o hit Tears Dry On Their Own, o segundo e último suspiro de Cheryl. E quem mais a acompanha quando falamos de dois lip syncs pela vida nesta temporada?

Resposta fácil! Vinegar Strokes, Sum Ting Wong, Crystal e Blu Hydrangea. Divina de Campo chegou intacta a grande final, mais imunizada do que muita gente por aí que tomou as duas doses da vacina para o coronavírus.

Advertisement. Scroll to continue reading.

>  S11 | Silky é vilã, protagonista ou ambos?
>  DRUK S1 | Rumor | Spoilers do episódio 3

Brincadeiras à parte, Divina só dublou mesmo no derradeiro episódio oito, com The Vivienne, a música I’m Your Man, do Wham!, entretanto, fora pela coroa, logo, configura outro formato e motivação.

Por fim, Dragliciosa, se tratando da primeira temporada de RuPaul’s Drag Race UK, sabemos que ela serviu muita coisa boa em termos de entretenimento e arte, porém, sobre dublagens memoráveis, ficou devendo. Nos devendo.

O único lip sync que consigo lembrar de cabeça é o primeiro, de New Rules, faixa da Dua Lipa, feito por Vinegar e Gothy. O assisto pela já citada Vinegar e, por exemplo, seu ruview de peruca. Já sobre a presença de Gothy nesse momento, eu rio. Não com ela. Dela. Shady? Talvez, mas fica comigo que ainda tem história vindo aí.

Sabe o que Cherry Valentine, Asttina Mandella e A’Whora tem em comum? As três compartilham o mesmo gatilho com o terapeuta, o trauma de perder sua primeira e única dublagem.

Lawrence Chaney, Bimini Bom-Boulash e Ellie Diamond fizeram, cada uma, um lip sync e sobreviveram para arrasar depois. A exceção cabe aqui ao episódio dez, o último, sobre o qual falaremos mais a frente, então, continuemos.

Sister Sister é um caso raro. No bottom dois ao lado de Ginny Lemon, ela venceu sua irmã por desistência da mesma que, fazendo suas próprias leis no Ruverso, simplesmente abandonou o palco principal no início de You Keep Me Hangin’ On, de Kim Wilde.

Na sequência, Sister Sister foi mais uma vítima fatal de Tayce, deixando a competição em seu segundo lip sync. Semelhante à Joe Black. Joe perdeu a primeira dublagem da segunda temporada de RuPaul’s Drag Race UK para Bimini, retornou no episódio cinco por voto das drags restantes e em um piscar de olhos aumentou sua coleção de Sashay Away ao confirmar o óbvio: Asttina deveria ter retornado, mas isso é assunto para outro artigo, ok?

Advertisement. Scroll to continue reading.

Graham Norton, Michelle Visage, RuPaul e Maisie Williams

>  Jujubee, Miz Cracker e Shea Coulee, quem merece o hall da fama de Drag Race?
>  RuPaul’s Drag Race UK foi renovado para 2ª temporada

A seguir, por exclusão, chegamos à Veronica Green, Rugirl que tentará a sorte de novo, na terceira temporada desta franquia. Desclassificada na edição dois por ter contraído covid-19, finalmente poderemos vê-la dublando, bem diferente das últimas drags aqui analisadas…

Assassinas de lip sync com carteirinhas plastificadas no vale dos homossexuais transformistas, Tia Kofi e Tayce saíram do programa com torcicolo de tanto carregarem nas costas as dublagens pela vida.

Tia vira o pesadelo de Asttina e Joe ao derrubá-las nos lip syncs dos episódios três e cinco, todavia, na sexta semana competitiva, Lawrence tomou para si a missão de frear os assassinatos de Tia. E assim foi durante Touch Me (All Night Long), de Cathy Dennys, o beijo da morte de Tia, que descansa em paz no cemitério de RuPaul’s Drag Race.

Por último nós a temos, a drag que se você falar o nome dela três vezes e olhar no espelho em noite de lua cheia, tenha certeza que algo acontecerá. Tayce, Tayce, Tayce.

Já no episódio dois Cherry Valentine se credenciou como líder do que viria a ser o grupo de apoio formado por rainhas que, andando distraídas no palco de Drag Race, foram exterminadas por Tayce. Sister Sister e A’Whora não me deixam mentir. Eliminadas nos episódios sete e oito, não tiveram o jogo de cintura de, acredite se quiser, Ellie Diamond.

>  Quem merece o hall da fama de Drag Race: Eureka, Ginger, Kylie ou Ra'Jah?
>  DRUK S2 | Quem é A’Whora?

Juntas no último lip sync pela vida desta temporada, Tayce e Ellie empataram com a performance de Last Thing On My Mind (Steps) e seguiram para a final. Veiculado em 18 de março deste ano, o último episódio apresenta Bimini, Tayce e Lawrence sendo testadas com uma canção de Elton John (I’m Still Standing) como requisito para o cobiçado título de segunda drag super estrela do Reino Unido.

Lawrence vence, você sabe, e não se faça de desentendido, mas este não é o ponto. Não mesmo. Tudo bem que o formato não é igual, só que isso não muda o fato que Tacy dublou quatro vezes, três delas seguidas. Ela é merecidamente não uma assassina de lip sync, e sim uma serial killer do mundo drag. Dizem que se mais episódios tivessem sido gravados, mais dublagens ela faria. Será?

Para ler mais notícias de Drag Race UK clique aqui.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Drag Race UK

Os produtores de RuPaul’s Drag Race revelaram que a edição do Reino Unido foi rejeitada várias vezes - e que eles têm planos para...

Drag Race UK

RuPaul's Drag Race UK S3 estreia em 23 de setembro.

Babados

Tayce parabenizou o elenco de RuPaul's Drag Race UK S3, mas também criticou sua falta de diversidade. Confira a seguir.

Babados

"Eu assumo total responsabilidade por esses tweets inaceitáveis" Charity Kase de Drag Race UK S3 se desculpa por passado racista.

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.