Conecte-se conosco

Destaques

“The Reality Of Race In Drag” denuncia racismo no fandom de Drag Race

“The Reality Of Race In Drag” é um curto documentário feito por drag queens pretas denunciando o racismo existente no fandom de RuPaul’s Drag Race.

Compartilhe!

Publicado

on

🕓 2 min de leitura

The Reality Of Race In Drag [a realidade da raça em drag] é um curto documentário realizado por Honey Davenport (S11) denunciando o racismo que existente no fandom de RuPaul’s Drag Race. A obra foi realizada com apoio de outras drag queens pretas, como Kennedy Davenport (S7 e AS3), Mayhem Miller (S10 e AS5), Kahanna Montrese (S11) entre outras. O vídeo expõe e denuncia como as ranhas negras precisam trabalhar muito mais para ter muito menos reconhecimento que as artistas brancas, enquanto sofrem todo tipo de ataques de ódio e racismo. Drags brancas fazem coro ao apelo das rainhas pretas para que se acabe o ódio e racismo no fandom de Drag Race. Confira o vídeo a seguir:

“Como artistas e intérpretes, tudo o que queremos fazer é criar; tudo o que queremos fazer é espalhar amor. Infelizmente, a realidade da nossa experiência de reality show é que o ‘fandom’ do programa pode ser tóxico às vezes. Minhas irmãs e eu recebemos inúmeras mensagens de ódio e ameaças de morte desde nossa aparição na televisão. Ouça e observe algumas das minhas irmãs racializadas (asiáticas, latinas e negras) e eu compartilharmos nossas histórias, ao lado de alguns de nossos aliados, que também exigem que esse tratamento de rainhas que não são brancas acabe agora. Sou eternamente grata pela experiência que Drag Race me proporcionou e continuo sendo um espectador e um ávido fã até hoje. Minha esperança, porém, é que um dia a base de fãs aprenda a tratar a mim e a TODAS as minhas irmãs, independentemente da raça, com o amor e o respeito que todos igualmente merecemos”.

>  Canada’s Drag Race | Trailer oficial da primeira temporada
>  The Vixen se defende de ataques sofridos nas redes sociais após o Snatch Game

View this post on Instagram

As artists and performers, all we want to do is create; all we want to do is spread love. Unfortunately, the reality of our reality television experience is that the “fandom” of the show can be toxic at times. My sisters and myself have received countless letters of hate and death threats since our appearance on television. Listen and watch as a few of my POC sisters and I share our stories, along side some of our allies who are also demanding that this treatment of queens who are not white ends now. I am forever grateful for the experience RPDR provided me and I remain a viewer and avid fan to this day. My hope though is that one day the fan base learns to treat me and ALL of my sisters, regardless of race, with the love and respect we all equally deserve.

A post shared by Honey Davenport (@honeydavenportofficial) on

Para ler mais notícias sobre racismo no universo de Drag Race clique aqui.

Compartilhe!

Saullete é preto, gay e comunicólogo que criou a Draglicious com o intuito de compartilhar com outros fãs seu amor pela arte drag e por Drag Race. Além de informar e entreter seu público, Saullete levanta discussões relevantes para amantes da arte drag e para a comunidade LGBT.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2020 © Todos os direitos reservados.