Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Celebridades

Rihanna recusou oferta de se apresentar no show de intervalo do Super Bowl 2019 em apoio a Colin Kaepernick

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 2 min de leitura

Rihanna apóia Kap. A cantora de “Work” recusou uma oferta para ser a atração principal do Super Bowl LIII Halftime Show (2019) porque ela “apóia Colin Kaepernick”, disse uma fonte exclusivamente à Us Weekly:

A NFL e a CBS realmente queriam que Rihanna fosse a artista do ano que vem em Atlanta. Eles ofereceram a ela, mas ela disse não por causa da controvérsia de se ajoelhar. Ela não concorda com a postura da NFL.

Kaepernick, que uma vez admitiu ter uma queda por Rihanna, foi o primeiro jogador da NFL a se ajoelhar durante o hino nacional em protesto contra a brutalidade policial e a desigualdade racial dos Estados Unidos. O ex-quarterback do San Francisco, de 30 anos, não joga desde que causou polêmica durante a temporada de 2016. Ele apresentou uma queixa contra a liga e seus proprietários em novembro de 2017, acusando-os de conspirar para mantê-lo fora de campo.

Depois que Rihanna, de 30 anos, rejeitou a oferta do show de intervalo, a NFL estendeu-a para o Maroon 5. A Us Weekly deu a notícia em setembro que o grupo pop-rock liderado por Adam Levine alegremente aceitou o convite.

Diversas fontes depois disseram-nos que Cardi B pode ser convidada especial durante a apresentação de Maroon 5 no jogo final do campeonato de 2019 no Estádio Mercedes-Benz de Atlanta.

“Ela está definitivamente sendo considerada, mas é obviamente muito cedo para dizer com certeza”, revelou um membro do grupo. Outra fonte disse: “A Pepsi, a NFL e a Cardi estão todas interessadas em que ela faça mais do que apenas o verso de Girls Like You“.

Via Us Weekly.


Rihanna é incrível e sua decisão é uma afronta direta à perseguição da NFL a Colin Kaepernick e ao racismo (nem sempre velado) do americano médio. Precisamos de mais exemplos assim entre os artistas. Só com ações reais combatemos o racismo institucional de nossa sociedade.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!
>  Todrick revela porque não é mais jurado fixo em Drag Race

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Moda

Os looks desfilados no MET GALA 2021, cujo tema era "Independência Americana", teve Symone campeã da S13 de Drag Race, Lil Nas X, Rihanna,...

Drag Queens

As rainhas de Drag Race, Jaida, Shea e Gigi marcaram presença na segunda edição da “Savage X Fenty Show” de Rihanna e deixaram os...

Celebridades

Entre pro nosso canal do Telegram aqui! APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX,...

Celebridades

Entre pro nosso canal do Telegram aqui! APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX,...

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.