Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

Drag Queens

Eureka | Carta de amor para a comunidade LGBTQ

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

🕓 2 min de leitura

Para o Mês do Orgulho LGBT, a Billboard pediu numerosas celebridades da cultura pop que escrevessem “cartas de amor” à comunidade LGBTQ, incluindo o top4 da décima temporada de RuPaul’s Drag Race.

Eu me lembro do motivo pelo qual comecei a fazer drag. Eu tinha um RG falso aos 16 anos e comecei a ir ao bar gay local. Foi o único lugar em que senti o meu verdadeiro eu. Eu ia ao bar e imediatamente me sentia atraída por ajudar as drags. Para fazer parte disso, eu dirigia para as drags, levando-as para os shows e as ajudava a se vestir. Eu curtia porque me lembrava de quando ajudava minhas irmãs a se prepararem para a escola ou para o dia da foto. Foi divertido para mim ajudar a tornar as pessoas bonitas, porque eu também não me sentia bonita.

>  The Vixen | Recorda um de seus momentos mais vulneráveis em Drag Race

Quando fiz 18 anos, a identidade falsa que eu estava usando expirou e eu tive que decidir o que eu faria para voltar. Todo mundo me conhecia como alguém diferente de quem estava na minha identidade real. Eu tive essa grande ideia de me vestir em Drag e sair. Funcionou! Então, toda vez que eu saía, saía em drag. Eu me senti tão livre, como se pudesse conquistar qualquer coisa, e apenas dançaria a noite toda com os amigos que estava conhecendo.

>  Yuhua responde a shade de Monet recriando seu look de esponja

Enquanto eu continuava a sair, uma das garotas locais me convenceu a fazer um show de talentos. Eu estava tão nervosa que carreguei minha bolsa no palco comigo. Eu apresentei a música “Pedestal” da Fergie. Muito nervosa para se mexer ou mesmo para os lábios, a multidão começou a gritar e me apoiar de qualquer maneira. “Vá Eureka! Você consegue! Tudo bem garota, nós amamos você!”

>  S11 | Prévia do 9º episódio

Naquele momento, pela primeira vez na minha vida, me senti bonita. Eu nunca desisti. Agora, eu vivo feliz e abençoada com positividade corporal e amor próprio.

Eu te amo por ver a beleza em mim quando eu não pude.

Muito amor.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Compartilhe!

Entre pro nosso canal do Telegram aqui!

APADRINHE A DRAGLICIOUS: Ajude a manter a Draglicious viva celebrando a arte drag, doando pelo nosso PIX, chave: draglicious@outlook.com. Ou doe pelo meu PicPay na conta @saullete, o link é: https://app.picpay.com/user/saullete. Ou nos apadrinhe em padrim.com.br/draglicious.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Veja Também

Babados

Delta Work parou de fazer as perucas de RuPaul em Drag Race por questões sindicais, vem entender todo o babado.

Drag Queens

“A luta ainda está aí”, cinco vencedoras - Symone, Jaida Essence Hall, Yvie Oddly, Monét X Change e BeBe Zahara Benet - organizaram uma...

RPDR

De BeBe Zahara Benet a Aquaria e todas as concorrentes no meio, descubra o que as dez primeiras vencedoras de RuPaul’s Drag Race estão...

Celebridades

Do vasto repertório musical de Britney Spears, oito músicas foram utilizadas para lip syncs em RuPaul’s Drag Race. Quais são elas? #FreeBritney

Propaganda

We're born naked & the rest is drag. Portal de notícias, humor e babados sobre RuPaul's Drag Race, drag queens, arte drag, comunidade LGBTQ+ e cultura pop.

Contato: draglicious@outlook.com

Draglicious 2021 © Todos os direitos reservados.